A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Conjuntura Econômica e Campanha Salarial dos Bancários 2012 Alexandre Ferraz Economista/Dieese Junho/2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Conjuntura Econômica e Campanha Salarial dos Bancários 2012 Alexandre Ferraz Economista/Dieese Junho/2012."— Transcrição da apresentação:

1 Conjuntura Econômica e Campanha Salarial dos Bancários 2012 Alexandre Ferraz Economista/Dieese Junho/2012

2 Principais aspectos da conjuntura macroeconômica 1 - A crise em alguns países 2 - O desempenho da economia brasileira 3 - As negociações coletivas 4 – O desempenho dos bancos

3 Aumento na competitividade internacional por parte de economias emergentes, especialmente da China Nos EUA, seguem elevados: o grau de endividamento das famílias e o nível de desemprego (8,3% em março) e o mercado imobiliário permanece frágil. Expectativa de queda no ritmo de crescimento global para 2012, com leve recuperação a partir de 2013 (economist) : A estratégia europeia de austeridade fiscal desacompanhada de políticas pró- crescimento tem-se revelado ineficaz. A economia mundial com acentuada aversão ao risco, sobretudo se a Grécia abandonar o euro. Ressurge o risco de problemas bancários na UE e nos EUA. Para os países emergentes a crise tende a afetar o crescimento e reduzir o volume de comércio, e crédito. O Brasil está mais preparado do que em 2008? Tendência à especialização do Brasil em produtos primários e desindustrialização precoce? Aspectos da crise internacional

4 Escolhas Recentes do Brasil Nova fase da política econômica, focada na aceleração do crescimento, na redução da desigualdade e na distribuição de renda: Nova política Industrial: Brasil Maior Redução da vulnerabilidade externa: a acumulação de reservas internacionais e manutenção de resultados primários elevados Estabelecimento de um novo consenso em torno do papel ativo do Estado para viabilizar o desenvolvimento econômico: – Regulação do mercado –Planejamento e financiamento de longo prazo: PAC, MCMV –Oferta de serviços públicos universais: PROUNI, PRONATEC –Redução na desigualdade na distribuição de renda: Bolsa Familia

5 O Brasil tem algumas vantagens comparativas: –Alta renda das commodities pode financiar mudanças estruturais na economia e na sociedade (ex: pré-sal) –Tendências demográficas permanecem favoráveis até meados da década de 2020 –Ainda há grande ganhos de produtividade a serem obtidos INPORTANTE: O sucesso depende da manutenção de um consenso político em torno de uma estratégia de desenvolvimento inclusivo e capaz de solucionar as tensões inerentes à distribuição do aumento na renda Economia e Política

6 Hierarquia das necessidades (Maslow1943) –Demanda crescente por serviços públicos universais de qualidade (educação, saúde e segurança) –Demanda crescente por transparência, eficiência e justiça Medo de cair (Ehrenreich1990) –Alta classe média vs classe média emergente –Demanda por geração de oportunidades para o progresso individual Demandas da Nova Classe Média

7 Medidas do Governo Federal O governo tem buscado formas de reativar a economia: - Plano Brasil Maior: estímulo ao setor industrial; - Corte nas taxas de juros SELIC; - Redução do IOF e do IPI; - Redução das taxas de juros ao consumidor da CAIXA e do BB; - Liberação de compulsório para compra de carteira –aumenta crédito e reduz spread - SUPERSIMPLES e MEI: ampliação do limite de enquadramento e estímulo às exportações - Desoneração da Folha de Pagamentos (- INSS empregador + CSLL) Contraditório: corte de R$ 55 bi no orçamento ou R$ 16 líquidios;

8 Divida do Setor Público Interna Líquida = R$ 2 trilhões (49% do PIB) Líquida Total = R$ 1,5 trilhões (36,4% do PIB), em 2002 = 60,4% do PIB Governo Federal = R$ 1 trilhão (25% do PIB) Prazo médio de 3,6 anos (menor desde 2002). Os bancos detém 31,5% do total, seguido os fundos de investimento e de previdência, acumulando um total de 72,2% (11,3% nas mão de estrangeiros). Em 2011 foram R$ 479,4 bilhões com rolagem da sua divida, isso representa 39,5% da soma das receitas corrente e de capital, e é quase o triplo da soma do gasto com Educação, Saúde e Assistência Social.

9 Conjuntura do setor público Nos últimos 8 anos a arrecadação total do governo central cresceu cerca de 55% em termos reais, enquanto que o PIB cresceu 39%. Em 2011 o aumento da arrecadação acima do PIB se traduziu em um aumento da Carga Tributária da União, de cerca de 10%, passando 21,6% para 24,0% do PIB (36% total). Esta carga é uma das menores do mundo desenvolvido, e uma das maiores entre os atrasados. Entre 2004 e 2011 o investimento federal cresceu 17,6%, contra praticamente 65%, se considerarmos a evolução a partir de 2008.

10 Carga Tributária Comparada (dados de 2010) Fonte: Eirostat, BC

11 Produto Interno Bruto – PIB Taxa de Crescimento (%) e estimativa 2012 (*) Média Geométrica Fonte: IBGE Elaboração: DIEESE Acumulado ,60% Média* ,53% Estimativa (revista) para % Intermediação Financeira = alta de 2,4% no 1 trimestre 2012 (média 1,9%)

12 Volume de crédito - % do PIB Fonte: Banco Central Elaboração: DIEESE Quem vai puxar o investimento até 2015? setor público, setor de Petróleo e Gás, siderurgia e automotivo

13 Inflação IPCA Estamos trocando uma inflação mais alta em 2010/2011 por uma inflação mais baixa em 2012 (variação mensal) Todo o inicio e fim de ano tem uma tendência de alta!

14 Crédito Doméstico/PIB na zona do EURO

15 Fonte MTE: Não soma o emprego no setor público + IBGE Evolução do emprego Censo 2010 = 144,8 milhões (+ de 15 anos) 30% = Têm rendimento de até 1 SM 21% = Têm rendimento entre 1 e 2 SM Neste dois grupos temos mais de 1 milhão entre 10 e 14 anos Nada menos que 44 milhões não tem rendimento declarado (30%) 2010 = 44 milhões 2011 = 46 milhões PEA = 24,4 milhões PO = 22,9 milhões TXD = 5,8% maio 2002 = 12,5%

16 As Negociações Coletivas

17 Distribuição dos reajustes salariais, em comparação ao INPC-IBGE, segundo faixas de ganho Brasil, Fonte: DIEESE

18 O Desempenho do Setor Bancário

19 Evolução do Emprego Formal dos Bancários 2000 a 2011 Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego (RAIS) Elaboração: DIEESE - Rede Bancários.

20 O Spread Bancário Fonte: Banco Central do Brasil Elaboração: DIEESE - Rede Bancários Conceito: diferença entre a taxa de aplicação e custo de captação Retorno dos bancos segundo o Relatório de Estabilidade Financeira do BC = 16,5% em 2011

21 Fonte: Relatório de Economia Bancária – BCB. Elaboração: Rede Bancários – DIEESE. Inadimplência no SFN (em % das operações de crédito) Os EUA tinham uma taxa de inadimplência de 3,4% em 2000 (Serasa)

22 Lucro líquido dos principais bancos Brasil - 1º trim. de 2011 e 1º trim. de 2012 (em R$ bilhões) Fonte: Demonstrações Financeiras dos Bancos Elaboração: DIEESE - Rede Bancários

23 2004 Participação dos 6 maiores Bancos no ativo total do Setor Bancário 2004 e 2011 Fonte: Banco Central do Brasil Elaboração: DIEESE Rede Bancários 2011

24 Obrigado! Alexandre Ferraz Economista do DIEESE


Carregar ppt "Conjuntura Econômica e Campanha Salarial dos Bancários 2012 Alexandre Ferraz Economista/Dieese Junho/2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google