A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Alimentos com alegação Diet e Light Prof.ª Meire Braga Die.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Alimentos com alegação Diet e Light Prof.ª Meire Braga Die."— Transcrição da apresentação:

1 Alimentos com alegação Diet e Light Prof.ª Meire Braga Die

2 Produtos com Alegação Diet ou Light Produtos com alegação Light: -Portaria SVS/MS n.º 27 de 13/01/98. O termo light significa uma alegação de uma propriedade nutricional que o produto possui no sentido de redução do teor de um determinado nutriente ou teor calórico. - Uma grande parte dos produtos alimentícios industrializados, que apresentam um teor considerável de açúcares ou gorduras em sua composição, já possuem a sua versão light. Isto é, uma redução o teor de açúcares, de gorduras, ou de ambos.

3 Produtos com alegação light - Essa redução tem que ser no mínimo de 25% em relação ao convencional para que o produto seja considerado light. - Este procedimento implica geralmente a redução do valor energético, tornado o produto viável nas dietas de emagrecimento ou controle de peso.

4 Produtos com alegação light O termo light pode ser inserido na rotulagem dos alimentos obedecendo a duas situações de acordo com as normas da legislação vigente: 1.Conteúdo absoluto: refere-se a alimentos com baixo teor em um determinado nutriente, podendo ser utilizados os seguintes termos: baixo, leve, low ou lite. Para cada nutriente, há um determinado valor para que o alimento seja considerado light. EX: Gorduras Totais Atributo Condições no produto pronto para consumo Baixo Máximo de 3 g de gorduras / 100 g (sólidos) Máximo de 1,5 g de gorduras/100 ml (líquidos) Não Contém Máximo de 0,5 de gorduras / 100 ml (líquidos)

5 Produtos com alegação light 2. Conteúdo comparativo: refere-se àqueles produtos que têm o teor de determinado nutriente reduzido em comparação com um alimento similar, o qual é geralmente denominado tradicional ou convencional. Isto é, quando do alimento tradicional possui algum nutriente que seja considerado prejudicial à saúde humana é reduzido, daí então o produto é denominado light. No entanto essa redução precisa obedecer as normas da legislação vigente, que determina que a diferença do determinado nutriente entre o produto tradicional e o light deve ser no mínimo de 25 %.

6 Produtos com alegação Light Considerações importantes: Embora o teor calórico não seja um nutriente, ele está passível de redução mos produtos tradicionais, portanto, um produto contendo 25% de redução em seu teor calórico é considerado light para calorias. A alegação light para teor calórico é bastante utilizada pelas indústrias alimentícias

7 Produtos com alegação Light Considerações importantes: O termo light significa apenas redução em um ou mais nutrientes, o que não significa que: O produto seja necessariamente isento do referido nutriente; Que o produto não contribua para o aumento de peso. O produto light só será efetivo caso substitua a mesma quantidade só produto tradicional que seria consumida.

8 Produtos com alegação Light Situações em que produto light seja isento em algum nutriente: virá com uma das expressões: não contém, isento, sem, livre, free. Será importante verificar se tal supressão do nutriente em questão, contribui para redução significativa do valor calórico do produto.

9 Produtos com Alegação Diet Portaria da SVS/MS n.º29 de 13/01/98 Alimentos com alegação diet em sua embalagem necessitam de uma redução bastante severa de um determinado nutriente. Ex: açúcar ( diabéticos), sódio ( hipertensos), o colesterol (para os hipercolesterolêmicos) e as proteínas (para os portadores de insuficiência renal ). Um alimento para ser chamado diet para açúcares, por exemplo, necessita ser isento, ou conter no máximo 0,5% de açúcares em sua composição.

10 Produtos com Alegação Diet Todo alimento com a alegação diet é classificado pela legislação brasileira como alimentos para fins especiais. Alimentos para fins especiais: são aqueles especialmente formulado ou processados, nos quais se introduzem modificações no conteúdo de nutriente, adequados à utilização em dietas diferenciadas e ou opcionais, e ou atendendo às necessidades de indivíduos em condições metabólicas e fisiológicas específicas.

11 Produtos com Alegação Diet No entanto, deve-se atentar que além dos grupos em que é necessário o uso de alimentos diet com restrição de algum nutriente, o conceito de alimento diet é mais abrangente, uma vez que engloba produtos desenvolvidos para praticantes de atividade física, para controle de peso, para nutrição enteral, alimentação de lactentes e crianças de primeira infância, gestantes, nutrizes, idosos entre outros grupos populacionais específicos.

12 Produtos com Alegação Diet Importante saber que, de acordo com a legislação brasileira, um produto que não tenha adição de açúcares, mas contenha os açúcares naturais dos ingredientes: entrará na categoria de alimentos para dietas com ingestão controlada de açúcares, e esta alegação precisa vir no rótulo; A legislação também permite, para essa categoria, a utilização do termo diet na rotulagem do produto; Esta determinação é um fator desfavorável para diabéticos, pois tal alimentos pode conter originalmente muitos açúcares em sua composição e mesmo assim ser considerado um alimento diet; Um indivíduo diabético, pouco esclarecido, poderá adquirir tal produto, supondo que o mesmo seja adequado para ele.

13 Produtos com Alegação Diet Importante salientar que: - Produtos alimentícios com alegação diet, para açúcares, poderá conter alto teor de gorduras e calorias. Tais alimentos, constituem péssima escolha para indivíduos preocupados apenas com a perda de peso. Ex;Chocolates sem adição de açúcares, os quais geralmente são ricos em gorduras, contendo assim bem mais calorias que os tradicionais.

14 Considerações sobre produtos com alegação Light ou Diet - Necessidade de leitura e entendimento dos rótulos; - Alguns produtos podem ser light simultaneamente para açúcar e gorduras,mas a maioria é para apenas um destes ingredientes; - Ter em mente que um produto light em gordura será indiferente para diabéticos que esteja em seu peso ideal; - Um produto light apenas para açúcar não trará vantagens para uma pessoa com hipercolesterolemia. Pode inclusive ter desvantajoso se a gordura, nesses produtos, estiver acima de quantidades convencionais. Exemplo clássico são os chocolates sem adição de açúcar disponíveis no mercado;

15 Considerações sobre produtos com alegação Light ou Diet A gordura é um importante nutriente em diversas funções orgânicas,e,portanto indivíduos em submetidos à dietas radicais não devem esquecer que necessitamos de no mínimo 25% de lipídios em nosso dieta diária; A invasão de produtos diet ou light no mercado é um avanço positivo da tecnologia de alimentos, já que esses produtos são efetivos auxiliares em diversos tipos de dietas. Entretanto, como qualquer produto industrializado, devem ser consumidos com moderação. Os alimentos in natura são fontes nobres de nutrientes essenciais, e o seu consumo diário associado a uma dieta balanceada e, sem dúvida um dos fatores necessários para o alcance de uma vida saudável.


Carregar ppt "Alimentos com alegação Diet e Light Prof.ª Meire Braga Die."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google