A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANEJAMENTO DE AULA AVALIAÇÃO Jorge Luiz de Oliveira Junior - Licenciado em Educação Física e Pedagogia. - Membro do Grupo de Pesquisas em Educação Física.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANEJAMENTO DE AULA AVALIAÇÃO Jorge Luiz de Oliveira Junior - Licenciado em Educação Física e Pedagogia. - Membro do Grupo de Pesquisas em Educação Física."— Transcrição da apresentação:

1 PLANEJAMENTO DE AULA AVALIAÇÃO Jorge Luiz de Oliveira Junior - Licenciado em Educação Física e Pedagogia. - Membro do Grupo de Pesquisas em Educação Física Escolar – Faculdade de Educação da USP. - Membro do Grupo de Estudos em Educação Física Escolar da Rede Municipal de Educação. - Professor Efetivo de Educação Física da Rede Municipal e Estadual de Educação de São Paulo. - Professor de Taekwondo (Faixa Preta 2º Dan).

2 CEIME 2011 PLANO DE AULA e PLANEJAMENTO AVALIAÇÃO

3 Todos nós somos do tamanho dos nossos sonhos. (Daniel Marcius)

4 PLANEJAMENTO DE AULA

5 Introdução Em nosso cotidiano, a todo momento planejamos. Se almejamos comprar um carro novo, ou se pretendemos fazer uma viagem, ou então, se queremos que a academia cresça, realizamos o planejamento! Isso não é diferente quando ensinamos. A preparação de aulas é uma tarefa indispensável a qualquer professor e professora. Se faz necessário REGISTRAR as ações previamente pensadas, pois serve não só como forma de orientá-las, mas também, possibilita constantes reflexões e revisões do planejamento e das aulas.

6 Conceito A palavra Planejar vem do latim PLANUS (que significa liso, sem relevo), tal como um papel onde se rabisca um esquema do que vai ser feito. Planejar é definir as políticas e os procedimentos de trabalho (Padilha, 2001). É organizar as ações previstas e desejadas para um determinado período de tempo. Se não planejamos, vamos às aulas com base no espontaneísmo, despreparados (Corazza, 1997).

7 Planejamento x Plano de aula De acordo com Baffi (2002): Planejamento é um processo de previsão de necessidades e racionalização da utilização de recursos disponíveis, visando à concretização de objetivos, em prazos determinados e etapas definidas. Plano de aula é um documento utilizado para o registro de decisões do tipo: o que se pensa fazer, como fazer, quando fazer, com que fazer, com quem fazer. Tem a conotação de produto do planejamento.

8 Importância de Planejar É importante pois possibilita: - organizar o conteúdo em partes. - direcionar o tempo (aulas/dias). - avaliar constantemente se a turma alcançou as expectativas de aprendizagem. - intervir sempre que necessário. - observar o conteúdo socializado em aulas anteriores. - evitar a improvisação e a repetência dos conteúdos (a não ser que isso seja planejado!).

9 PRECISAMOS SABER QUE: - O (a) professor (a) deve definir e saber quais são os OBJETIVOS da(s) aula(s) planejada(s). - Haverá uma sequência de atividades na elaboração do planejamento. Trata-se de organizar um conjunto de situações em torno de uma ideia central. - Tudo deve ser rigorosamente REGISTRADO. O registro irá se constituir em um instrumento que permite identificar modificações nos conhecimentos dos alunos(as). Caderno, câmera (foto e vídeo), gravador de voz etc. são ferramentas que podem ser utilizadas.

10 Formatos Alguns itens são necessários na elaboração de um PLANEJAMENTO: - Objetivos Gerais e Específicos; Justificativa; Conteúdo; Avaliação; Referências. Para a elaboração de um PLANO DE AULA: - Local/Turma/Horário; Objetivos; Materiais Utilizados; Desenvolvimento das Atividades; Avaliação; Referências.

11 Exemplo: Local/Turma/Horário: Academia X/Turma A/15h Objetivo: Realizar o fundamento Ap Bal Bandal. Materiais: Raquetes Desenv. Atividades: Alunos(as) dispostos em duplas; cada um segura uma raquete, etc. Ou: alunos(as) em quartetos, dispostos em fila; uma raquete ao grupo etc. Avaliação: Observação, diálogo e registro. Referências: Livros, artigos, sites, vídeos, fotos, reportagens, diálogo etc.

12 E lembre-se... PLANEJAR É ORGANIZAR AÇÕES!

13 AVALIAÇÃO

14 Introdução Avaliar é algo constante em nossas vidas, pois a todo momento nos deparamos com uma situação de avaliação. Quando somos apresentados a uma pessoa nova, naturalmente fazemos uma avaliação desta pessoa; ou ao nos prepararmos para sair de casa, avaliamos sobre as possibilidades de chuva ou não.

15 Conceito A palavra Avaliação vem do Latim VALERE (que significa ter ou ser de valor, ter importância, ir bem). Avaliação é a verificação que objetiva determinar a competência, o progresso, a qualidade etc. de uma pessoa, um objeto, um lugar etc.

16 Importância de avaliar Possibilita um olhar amplo e mais detalhado sobre os conhecimentos e as expectativas de aprendizagem que os alunos e alunas irão aprender durante o processo de ensino-aprendizagem. Além disso, a avaliação também serve como base para pensar e repensar a prática e o plano/planejamento (Sacristán, 1998).

17 Tipos de Avaliação Segundo Pérez Gómez e Sacristán (1998), existem: a) Avaliação Diagnóstica (inicial) = Tem como objetivo mostrar ao professor(a) informações sobre o nível de conhecimentos e habilidades desse aluno(a) acerca de algum assunto, por meio de um mapeamento. De certa forma, detecta o ponto de partida de cada um(a).

18 b) Avaliação Formativa (continuada) = Tem como objetivo encontrar as falhas e avanços no processo de aprendizagem, tendo em vista possíveis mudanças nas aulas e no planejamento, de acordo com a evolução de seus alunos e alunas. A intervenção na melhora de um processo tem maior sentido enquanto este transcorre. c) Avaliação Somativa (final) = Tem como objetivo verificar, determinar o quanto os alunos(as) aprenderam ou progrediram. Geralmente é realizada ao final do processo ou de uma unidade didática.

19 Referências Baffi, M. A. T. O Planejamento em educação: revisando conceitos para mudar concepções e práticas. Petrópolis: pedagogia em foco, Disponível em: [http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/fundam02.htm] Corazza, S.M. Planejamento de ensino como estratégia de política cultural. In: Moreira, A.F.B. Currículo: questões atuais. Campinas: Papirus, Padilha, R. P. Planejamento dialógico: como construir o projeto político-pedagógico da escola. São Paulo: Cortez; Instituto Paulo Freire, Sacristán, J. G; Pérez Goméz, A.I; Compreender e transformar o ensino. Porto Alegre: Artmed, 1998.

20 Torço por vocês... SUCESSO!!! Prof. Jorge Jr.


Carregar ppt "PLANEJAMENTO DE AULA AVALIAÇÃO Jorge Luiz de Oliveira Junior - Licenciado em Educação Física e Pedagogia. - Membro do Grupo de Pesquisas em Educação Física."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google