A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT Avaliação do Risco de Fadiga no Trabalho do Eletricista de Linha Viva Hudson.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT Avaliação do Risco de Fadiga no Trabalho do Eletricista de Linha Viva Hudson."— Transcrição da apresentação:

1 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT Avaliação do Risco de Fadiga no Trabalho do Eletricista de Linha Viva Hudson de Araújo Couto - FELUMA; Paulete Terenzi M. Carvalho - CEMIG Willes de Oliveira e Souza - CEMIG (apresentador)

2 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT INTRODUÇÃO A função eletricista é pouco estudada no Brasil A freqüência de acidentes do trabalho continua elevada, nessa função Fatores mais sutis de acidentes são pouco valorizados nas análises: –Fatores biomecânicos –Distúrbios hidroeletrolíticos –Fadiga física

3 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT INTRODUÇÃO

4 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT INTRODUÇÃO

5 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT INTRODUÇÃO

6 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT OBJETIVOS Determinar o risco de fadiga física no trabalho do Eletricista de Linha Viva; Verificar o tipo de líquido ideal para a hidratação do Eletricista de Linha Viva, durante o trabalho.

7 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT METODOLOGIA CRONOMETRAGEM DE DIA TÍPICO (20 eletricistas, escolhas aleatórias) MONITORAMENTO DO IBUTG DURANTE A JORNADA (BH, IPATINGA, GOV. VALADARES - NO VERÃO E PRIMAVERA)

8 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT

9 METODOLOGIA MONITORAMENTO DA FREQÜÊNCIA CARDÍACA FCL= 0,40 x (FCM – FCR) + FCR Bonjer, 1980 CCV= FCT - FCR x 100 FCM - FCR

10 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT METODOLOGIA PESAGEM ANTES E DEPOIS DE CADA ATIVIDADE REALIZAÇÃO DE EXAMES COMPLEMENTARES: sódio, cloretos, glicose, hematócrito e ácido lático, antes e depois da atividade, nos 20 (vinte) eletricistas

11 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT METODOLOGIA CAPACIDADE AERÓBICA, EM BICICLETA ERGOMÉTRICA, COM MEDIDA DO CONSUMO DIRETO DE O 2 (TESTE MÁXIMO) EM 25 ELETRICISTAS

12 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT METODOLOGIA CAPACIDADE MUSCULAR DE DIVERSOS SEGMENTOS CORPÓREOS, UTILIZANDO DINAMÔMETROS DIVERSOS, PESO, ALTURA E COEFICIENTES DE ROBUSTEZ EM 25 ELETRICISTAS DE LINHA VIVA.

13 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RESULTADOS Trabalho em Belo Horizonte, nos meses de novembro e dezembro (primavera) Data Per.IdAtividade IBUTG - M (°C) IBUTG – C (°C)* LT U*? FCLFCT CCV (%) SC V? 25/11/02 M 46 Substituição de cruzeta 26,429,9Não ,0Não T Troca de chaves-faca 29,833,3Não11537,2Não J10526,6Não M 32 Substituição de cruzeta 26,429,9Sim ,9Sim T Trabalho no solo ,5Não J10635,9Não (*) Parâmetros da ACGIH

14 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RESULTADOS Idade: 31 a 52 anos, mediana: 31,5 anos Pelo Anexo 3 – Quadro 3 da NR 15: Atividade física moderada Pela ACGIH: 80% tiveram sobrecarga térmica Pela freqüência cardíaca: 80% NÃO tiveram sobrecarga cardiovascular

15 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RESULTADOS Clima não foi determinante de sobrecarga cardiovascular (2+2) Idade não foi fator de sobrecarga cardiovascular (3+1) Estação do ano PODE ser causa de sobrecarga cardiovascular (3+1) Apenas 1 eletricista apresentou sobrecarga cardiovascular não compensada

16 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RESULTADOS Apenas 2 eletricistas tiveram perda ponderal (de 2,00% e 2,34%) no final da jornada. Outros tiveram ganho. Comportamento de sódio sérico e hematócrito foi errático Houve tendência de queda de glicemia, mas sem caracterizar hipoglicemia

17 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RESULTADOS Houve tendência de queda de ác. láctico. Em apenas 2 atividades mais prolongadas, as duplas de eletricistas apresentaram elevação dosagem de ác. lático 60% dos eletricistas acima do peso ideal (IMC < 25)

18 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RESULTADOS Capacidade aeróbica: 80% Regular para Muito baixa 100% com Índice de Robustez (Goulène) Excelente ou Muito Bom

19 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT CONCLUSÕES No Brasil, a atividade em Linha Viva submete os trabalhadores a sobrecarga térmica. Dependendo do ritmo e da organização do trabalho, pode haver sobrecarga cardiovascular.

20 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT CONCLUSÕES O processo de hidratação ad libitum, com água, é suficiente Não parece haver atividade anaeróbica, na maioria das vezes. Quando há, a organização do trabalho favoreceu a recuperação.

21 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RECOMENDAÇÕES O trabalho deve ser repetido em outras empresas, para que se tenha um número maior de trabalhadores estudados. Alguns problemas metodológicos devem ser melhorados, na avaliação.

22 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RECOMENDAÇÕES Cuidados devem ser tomados nas mudanças da organização do trabalho, para evitar fadiga física. Somente em atividades prolongadas é que pode ser necessário o uso de líquido isotônico, para hidratação.

23 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT RECOMENDAÇÕES As capacidades física e aeróbica do eletricistas de Linha Viva deve ser acompanhada e melhorada.

24 Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT MUITO OBRIGADO PELA PACIÊNCIA!! Av. Barbacena, 1200 – 2º andar – Belo Horizonte – MG (0xx)


Carregar ppt "Serviço Especializado em Eng. de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT Avaliação do Risco de Fadiga no Trabalho do Eletricista de Linha Viva Hudson."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google