A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

XII Congresso Brasileiro de Mineração 1 Tecnologia & Inovação na Diretoria de Desenvolvimento de Projetos Minerais Setembro /2007 XII Congresso Brasileiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "XII Congresso Brasileiro de Mineração 1 Tecnologia & Inovação na Diretoria de Desenvolvimento de Projetos Minerais Setembro /2007 XII Congresso Brasileiro."— Transcrição da apresentação:

1 XII Congresso Brasileiro de Mineração 1 Tecnologia & Inovação na Diretoria de Desenvolvimento de Projetos Minerais Setembro /2007 XII Congresso Brasileiro de Mineração

2 2 NEGÓCIO Exploração mineral e desenvolvimento de novos projetos minerais para crescimento orgânico e diversificação de bens minerais e expansão geográfica da CVRD. DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS MINERAIS - DIPM

3 XII Congresso Brasileiro de Mineração 3 Em apenas 4 anos a Vale estabeleceu programas de exploração em cinco continentes e mais de 15 países

4 XII Congresso Brasileiro de Mineração 4 ATUAÇÃO GLOBAL

5 XII Congresso Brasileiro de Mineração 5 Carajás Brasil Exterior 0% 20% 40% 60% 80% 100% US$ 78 M 2005 US$ 125 M Exterior Carajás US$ 36 M Carajás Brasil Diversidade Regional Carajás Brasil Exterior Exterior Carajás Brasil US$ 36 MUS$ 78 MUS$ 125 M Mn Cu / Au Bauxita Caulim K Cu / Au Mn Ni PGM Diamante Carvão Diversidade de Bens Minerais INVESTIMENTO

6 XII Congresso Brasileiro de Mineração 6 NEGÓCIO Exploração mineral e desenvolvimento de novos projetos minerais para crescimento orgânico e diversificação de bens minerais e expansão geográfica da CVRD. MISSÃO Contribuir para o crescimento da CVRD com a incorporação de novos negócios e novos projetos, seja por exploração, aquisição de prospectos ou inovação tecnológica, com menor custo e prazo de descoberta, garantindo a qualidade dos projetos até o estágio FEL1 DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS MINERAIS - DIPM NEGÓCIO Exploração mineral e desenvolvimento de novos projetos minerais para crescimento orgânico e diversificação de bens minerais e expansão geográfica da CVRD.

7 XII Congresso Brasileiro de Mineração 7 CICLO DO EMPREENDIMENTO MINERAL FEL 3 Start-up e Operação Implantação do Projeto FEL 2 FEL 1 Manutenção de Valor Adição de Valor Criação de Valor Produção de Valor Fases do Projeto Importância das atividades de P&D&I na fase FEL 1 Responsabilidade DIPM Unidades de Negócio

8 XII Congresso Brasileiro de Mineração 8 Exploração Geológica FEL 1 FEL 2 FEL 3 ImplantaçãoImplantação Operação Geology Technology Engineering Business Evaluation DIPM Integração de áreas chaves para o desenvolvimento de novos projetos minerais. CICLO DO EMPREENDIMENTO MINERAL

9 XII Congresso Brasileiro de Mineração 9 ATIVO MINERAL – CONTEXTO ATUAL A qualidade do Ativo Mineral constitui-se em diferencial competitivo no desenvolvimento de novos Projetos Minerais. Está cada vez mais difícil a descoberta de depósitos World Class: Está cada vez mais difícil a descoberta de depósitos World Class: Maior investimento em programas de exploração mineral não está resultando em grandes descobertas. Maior investimento em programas de exploração mineral não está resultando em grandes descobertas. Descobertas estão recaindo em depósitos de maior complexidade e menor atratividade. Descobertas estão recaindo em depósitos de maior complexidade e menor atratividade.

10 XII Congresso Brasileiro de Mineração 10 TECNOLOGIA PROCESSAMENTO MINERAL - CONTEXTO ATUAL A maior complexidade e baixa atratividade das descobertas faz com que a Tecnologia de Processamento Mineral assuma importância estratégica como forma de viabilizar estes depósitos. Uma tecnologia desenvolvida para determinado depósito tem potencial para ser aplicada a outros depósitos com características similares. Uma tecnologia desenvolvida para determinado depósito tem potencial para ser aplicada a outros depósitos com características similares. A escalada dos preços das commodities minerais está permitindo o desenvolvimento e aplicação de tecnologias que eram inviáveis economicamente no passado. A escalada dos preços das commodities minerais está permitindo o desenvolvimento e aplicação de tecnologias que eram inviáveis economicamente no passado.

11 XII Congresso Brasileiro de Mineração 11 Esforço mundial no desenvolvimento de rotas tecnológicas que viabilizem o aproveitamento dos depósitos de maior complexidade e menor teor. CONHECIMENTO CRIATIVIDADE INOVAÇÃO SoluçõesTecnológicas Inovadoras Inovadoras

12 XII Congresso Brasileiro de Mineração 12 ELEMENTOS PARA PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO AMBIENTE PROPÍCIO Ambiente que incentiva e promove o processo de inovação Clima Organizacional Clima Organizacional ESTRUTURA FOCADA Área dedicada à gestão de Tecnologia & Inovação Estrutura Organizacional Estrutura Organizacional Pessoas Mapeamento das principais competências, identificação das lacunas de conhecimento e realização de programas de capacitação técnica PESSOAS CAPACITADAS

13 XII Congresso Brasileiro de Mineração 13 GESTÃO DOS PROCESSOS DE INOVAÇÃO Inteligência Competitiva Tecnológica Inteligência Competitiva Tecnológica Disseminação Conhecimento Disseminação Conhecimento Competências Técnicas Competências Técnicas Relacionamento com Sistemas Inovação Relacionamento com Sistemas Inovação Oportunidades e Projetos Tecnológicos Oportunidades e Projetos Tecnológicos Propriedade Intelectual Propriedade Intelectual Transferência Tecnológica Transferência Tecnológica Parcerias

14 XII Congresso Brasileiro de Mineração 14 Adaptado de Niclas Anderson and Johan Jarskog (adapted from Koen et al, 2001) Como estamos e onde queremos chegar no futuro ? Oportunidades Tecnológicas Projetos de PDTec Tecnologias disponibilizadas PROCESSO DE INOVAÇÃO Processo de Inovação para os Projetos de Pesquisa Tecnológica

15 XII Congresso Brasileiro de Mineração 15 Robustez do Conceito Gestão Oportunidades Projetos PDTec Solução Tecnológica Disponibilizada Redução do Risco Gestão de Oportunidades e Projetos Tecnológicos

16 XII Congresso Brasileiro de Mineração 16 Busca de Oportunidades Tecnológicas Vantagens da busca de oportunidades via parcerias externas: Potencializa a capacidade de gerar novas oportunidades. Potencializa a capacidade de gerar novas oportunidades. Aumenta a capacitação técnica da equipe envolvida no projeto. Aumenta a capacitação técnica da equipe envolvida no projeto. Possibilita direcionar esforços da equipe interna na identificação e seleção das melhores oportunidades. Possibilita direcionar esforços da equipe interna na identificação e seleção das melhores oportunidades. Fonte Interna Fonte Externa

17 XII Congresso Brasileiro de Mineração 17 Parcerias com Instituições de Pesquisa e Universidades A interação das Instituições de Pesquisa e Universidades com Empresas permite: A interação das Instituições de Pesquisa e Universidades com Empresas permite: Acesso aos locais que, por excelência, lidam com o conhecimento e maior foco dos esforços de pesquisa nas necessidades e desafios do setor industrial. Acesso aos locais que, por excelência, lidam com o conhecimento e maior foco dos esforços de pesquisa nas necessidades e desafios do setor industrial. Atração, retenção e formação de profissionais para o setor mineral em função das oportunidades de trabalho oriundas dos projetos de pesquisa. Atração, retenção e formação de profissionais para o setor mineral em função das oportunidades de trabalho oriundas dos projetos de pesquisa. O fortalecimento dos laços entre Instituições de Pesquisa e Universidades com Empresas permite o aporte de recursos para sustentar programas continuados de pesquisa, propiciando a criação de centros de excelência. O fortalecimento dos laços entre Instituições de Pesquisa e Universidades com Empresas permite o aporte de recursos para sustentar programas continuados de pesquisa, propiciando a criação de centros de excelência.

18 XII Congresso Brasileiro de Mineração 18 Importância da Pesquisa Colaborativa A Pesquisa Colaborativa fornece a base para vantagem pré- competitiva das empresas. A Pesquisa Colaborativa fornece a base para vantagem pré- competitiva das empresas. Possibilita interação e aprendizado entre as empresas em áreas onde não competem diretamente entre si. Possibilita interação e aprendizado entre as empresas em áreas onde não competem diretamente entre si. Permite a realização de programas de pesquisa com escopo mais amplo, em função do compartilhamento dos custos entre as empresas. Permite a realização de programas de pesquisa com escopo mais amplo, em função do compartilhamento dos custos entre as empresas.

19 XII Congresso Brasileiro de Mineração 19 OBRIGADA ! OBRIGADA


Carregar ppt "XII Congresso Brasileiro de Mineração 1 Tecnologia & Inovação na Diretoria de Desenvolvimento de Projetos Minerais Setembro /2007 XII Congresso Brasileiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google