A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: SAÚDE E BELEZA DA MULHER. ALIMENTAÇÃO DESEQUILIBRADA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: SAÚDE E BELEZA DA MULHER. ALIMENTAÇÃO DESEQUILIBRADA."— Transcrição da apresentação:

1 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: SAÚDE E BELEZA DA MULHER

2 ALIMENTAÇÃO DESEQUILIBRADA

3 EQUILÍBRIO Relação da quantidade e frequência que esse alimento está presente na sua alimentação.

4 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Estabelecer e respeitar o horário das refeições; Realizar diariamente de 5 a 6 refeições diárias; Fazer as refeições em ambientes tranquilos, comer devagar e mastigar muito bem os alimentos; Dar preferência as preparações cozidas, refogadas, assadas ou grelhadas;

5 Ingerir líquido várias vezes ao dia; Variar sempre os alimentos da dieta; Usar sal com moderação; Diminuir o consumo de gordura: - Evitar frituras e alimentos industrializados que contem gordura vegetal hidrogenada entre seus ingredientes; - Dar preferência para leite desnatado, queijos brancos, carnes magras e alimentos preparados com pouco óleo e gordura;

6 Escolha alimentos ricos em fibras: leguminosas (feijões), frutas e hortaliças, cereais integrais como arroz, pão e farinhas (aveia, trigo, etc). Ler os rótulos dos alimentos e verificar as datas de validade e o conteúdo calórico e nutricional; Evitar consumo abusivo de açúcares, diminuindo ingestão de balas, doces, sorvetes, chocolates, refrigerantes; Evitar consumo abusivo de bebidas alcoólicas; Fazer atividade física.

7 ALIMENTAÇÃO NO CUIDADO E PREVENÇÃO

8 HIPERTENSÃO ARTERIAL Cerca de 300 mil brasileiros morrem todos os anos por problemas decorrentes da pressão alta. As mulheres já são as principais vítimas da hipertensão, que provoca seis vezes mais mortes do que o câncer de mama. A jornada dupla - no trabalho e em casa -, a pressão por resultados, o fumo, dieta e a falta de exercícios são fatores que aumentam o risco.

9 CONDUTA Redução da ingestão de sal e alimentos industrializados ricos em sódio; Leitura de rótulos; Prática de atividades físicas; Aumentar consumo de alimentos ricos em Magnésio (vegetais folhosos, cereais, grãos, frutos do mar, sementes).

10 DISLIPIDIMIA HIPERCOLESTEROLEMIA (aumento nas taxas de colesterol sanguíneo) HIPERTRIGLICERIDEMIA (aumento nas taxas de triglicérides)

11 COLESTEROL Os níveis de colesterol elevado podem conduzir ao aparecimento de doenças cardiovasculares, das quais são exemplos os ataques cardíacos e as tromboses cerebrais (AVC), responsáveis por uma morte cada 33 segundos.

12 CONDUTA Evite os alimentos que contêm gorduras saturadas e colesterol; Evite fritar os alimentos; prefira grelhar, assar, cozinhar ou refogar; Prefira leite e laticínios desnatados; Evite embutidos; Coma vegetais frescos e frutas todos os dias; Aumente o consumo de cereais integrais (aveia, linhaça, farelos), suco de uva, chá verde.

13 TRIGLICÉRIDES A maioria do tecido adiposo do seu corpo é composto por triglicérides, que são armazenados para serem utilizados sob a forma de energia.

14 CONDUTA Manter o peso; Evitar carboidratos refinados (pães brancos, doces, massas, bolos); Evitar álcool; Realizar exercícios físicos regularmente; Evitar consumo de gorduras.

15 DIABETES Existem fatores que são considerados de risco para o desenvolvimento do diabetes. Entre eles estão: o fator da idade (estar acima de 45 anos); o excesso de peso; o sedentarismo; a hipertensão arterial, as alterações nas taxas de colesterol e triglicérides sangüíneos e a história familiar de diabetes.

16 CONDUTA Reduzir consumo abusivo de açúcares; Não permanecer mais de 3 horas sem comer; Aumentar consumo de alimentos integrais ricos em fibras; Fazer atividade física.

17 OBESIDADE Pode aumentar consideravelmente as chances de uma pessoa desenvolver problemas de saúde, tais como: diabetes mellitus (tipo 2), hipertensão arterial, doenças do coração (infarto, angina), derrame cerebral, cálculos na vesícula (colelitíase), colesterol alto, gota, alguns tipos de câncer (por exemplo, do útero e da mama), problemas dos ossos e articulações (artrose), complicações respiratórias (roncos excessivos e respiração interrompida durante o sono – apnéia do sono).

18 OSTEOPOROSE O fumo e inatividade física aumentam as chances de desenvolvimento da osteoporose na velhice. Outros fatores de risco são alimentação deficiente de cálcio e histórico de osteoporose familiar.

19 CONDUTA Aumentar consumo de vegetais, leguminosas, peixes (salmão e sardinha ricas em vitamina D), hortaliças verde escuras, frutas como maçã, abacaxi, uva, cereais integrais ricos em Mg; Evite álcool (destrói células ósseas); sódio (retira cálcio dos ossos), cafeína, açúcar e refrigerante. (aumentam a excreção pela urina).

20 ACNE A alimentação pode desencadear ou acentuar o problema da acne. Uma dieta de alimentos que aumentam a taxa de glicose (alimentos com alto índice glicêmico) no sangue pode favorecer sim o aparecimento de cravos e espinhas.

21 CONDUTA A presença da acne tem relação com a deficiência de vitamina A, C e Zinco. Tomate, pêssego e cenoura; Frutas como laranja, acerola, abacaxi, manga, mamão, morango; Cereais e grãos integrais; Chás ricos em antioxidantes; Evitar alimentos ricos em gorduras e produtos refinados.

22 QUEDA DE CABELO Diversas causas: Hereditariedade; Alterações hormonais; Uso de medicamentos; Fatores externos; Carência nutricional.

23 CONDUTA O aumento da queda de cabelo tem relação com a deficiência de vitaminas do complexo B, Zinco, Ferro e proteínas. Banana, cereais integrais, uva passa, soja; Carnes e frutos do mar, farelo de trigo; Carne bovina, feijão, lentilha, espinafre; Leite e derivados, grãos, leguminosas;

24 TPM TPM A: predominam a ansiedade, irritação e depressão moderada. Alimentos que devem ser evitados: - Café - Refrigerantes à base de cola - Laticínios - Chocolate - Álcool Alimentos que podem ajudar: Os que são ricos em vitamina B6 (pães à base de farinha integral). O nutriente está relacionado à produção de serotonina.

25 TPM C: aumenta o apetite, dá vontade de comer doce e outros alimentos. Pode vir acompanhada de cansaço, dor de cabeça, palpitações. Alimentos que devem ser evitados: - Açúcar - Chocolate - Álcool - Frutas muito doces Alimentos que podem ajudar: Ricos em Magnésio (folhosos verde escuros) e Zinco (carnes vermelhas, cereais integrais, peixes, oleaginosas).

26 TPM D: são casos de depressão mais grave, muito choro, insônia e quadros de confusão mental. Alimentos que devem ser evitados: - Laticínios - Álcool Alimentos que podem ajudar: Embora, em geral, a cafeína seja contra-indicada para quem tem TPM, ela pode ajudar a levantar o astral de mulheres.

27 TPM H: promove inchaços, retenção de líquidos, aumento de peso, distensão das mamas e do abdômen. Alimentos que devem ser evitados: - Sal - Laticínios Alimentos que podem ajudar: Frutas com bastante água, como melancia, melão e tangerina. Tomar água-de-coco também é ótimo.

28 Ter uma vida saudável é um desafio para todos nós. O desenvolvimento dos recursos tecnológicos geralmente implica em tornar o indivíduo cada vez mais sedentário, assim como a necessidade da praticidade na preparação das refeições acarreta hábitos alimentares também pouco saudáveis. O segredo da boa alimentação consiste em adequar as preferências individuais com a quantidade e qualidade do alimentos que farão parte da nossa dieta habitual.

29 OBRIGADA! Karina Pimentel NUTRICIONISTA & PERSONAL DIET CRN-3:24507


Carregar ppt "ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: SAÚDE E BELEZA DA MULHER. ALIMENTAÇÃO DESEQUILIBRADA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google