A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Compreender que a adoração deve ser seguida do serviço. Entender o que constitui a verdadeira adoração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Compreender que a adoração deve ser seguida do serviço. Entender o que constitui a verdadeira adoração."— Transcrição da apresentação:

1

2

3

4

5 Compreender que a adoração deve ser seguida do serviço. Entender o que constitui a verdadeira adoração.

6 1º PASSO Compreender que a adoração deve ser seguida do serviço

7 A resposta que Jesus deu à tentação de Satanás mostra bem que há um limite para a verdadeira adoração: esta deve ter por seu único objecto o Senhor Deus. Só Deus deve ser adorado. Nenhuma criatura, seja qual for o poder ou a autoridade que ela possua, pode pretender ser adorada.

8 O desejo de ser adorado, demonstrado por Satanás, é ilícito e indevido. Deve ser rejeitado, mesmo que isso implique perder todos os reinos do mundo ou, até, a própria vida.

9 No Velho Testamento, as Escrituras do tempo de Jesus, os conceitos de adorar e de servir estão intimamente ligados. Adorar significa reconhecer aquele que se adora como nos sendo superior em poder e santidade. Servir significa pôr a nossa pessoa e os nossos bens ao serviço de alguém que nós consideramos como hierarquicamente superior. Dadas estas definições, segue-se que nós somos sempre levados a servir aquele que adoramos. Por isso, a adoração de Deus implica estar ao serviço de Deus. Mas, se é verdade que nós somos sempre servos de quem nós adoramos, quando adoramos o Deus Criador, o único que deve ser adorado, o nosso serviço não nos torna servos, mas sim agentes livres. Porquê? Porque Deus respeita a liberdade das Suas criaturas. Apenas aquele que adora a Deus é verdadeiramente livre. Todos os que adoram os deuses que Satanás inventou são escravos do inimigo de Deus.

10 2º PASSO Entender o que constitui a verdadeira adoração

11 Deus quer ser adorado em espírito e em verdade. Isto significa que o adorador deve ter uma compreensão espiritual verdadeira de quem Deus é e das razões que fazem com que Ele seja merecedor da nossa adoração. O adorador deve compreender igualmente que Deus, pela sua própria essência, merece a sua adoração. Aliás, devemos compreender que Ele é o único que merece essa adoração.

12 O verdadeiros adoradores devem conhecer a verdade sobre a doutrina bíblica. A ideia de que as crenças não importam, de que o espírito sincero é tudo o que interessa, está errada. Ela é apenas metade da equação. As crenças correctas não salvam, mas dão-nos uma grande compreensão do carácter de Deus, e isso leva-nos a amá-lO e a servi-lO com mais intensidade.

13 Compreendendo que a adoração deve ser seguida do serviço. Entendendo o que constitui a verdadeira adoração.

14

15 Desejo fazer com que a minha adoração seja acompanhada de serviço a Deus? Quero compreender o que constitui a verdadeira adoração?

16 De que modo posso pôr-me ao serviço de Deus, adorando-O em espírito e em verdade?

17 Que princípio bíblico da lição podemos usar hoje?

18 Deus deve ser adorado e servido em espírito e em verdade. 1. Colocar-me ao serviço de Deus. 2. Adorar o Criador do modo que Ele deseja ser adorado. O orgulho que nos impede de nos colocarmos ao serviço. Durante a próxima semana, vou procurar não apenas adorar a Deus em espírito e em verdade, mas também pôr- me ao Seu serviço.


Carregar ppt "Compreender que a adoração deve ser seguida do serviço. Entender o que constitui a verdadeira adoração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google