A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

"Would you like a cup of tea?" sair HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: ""Would you like a cup of tea?" sair HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE."— Transcrição da apresentação:

1 "Would you like a cup of tea?" sair HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE VARIEDADES DE CHÁ VARIEDADES DE CHÁ VARIEDADES DE CHÁ VARIEDADES DE CHÁ OUTRAS VARIEDADES OUTRAS VARIEDADES OUTRAS VARIEDADES OUTRAS VARIEDADES CHÁ: BRANCO, VERDE OU PRETO? CHÁ: BRANCO, VERDE OU PRETO? CHÁ: BRANCO, VERDE OU PRETO? CHÁ: BRANCO, VERDE OU PRETO? BAIXE A CAFEÍNA BAIXE A CAFEÍNA BAIXE A CAFEÍNA BAIXE A CAFEÍNA CHÁ: REGRAS DE PREPARAÇÃO CHÁ: REGRAS DE PREPARAÇÃO CHÁ: REGRAS DE PREPARAÇÃO CHÁ: REGRAS DE PREPARAÇÃO IDEIAS PARA UM BOM CHÁ IDEIAS PARA UM BOM CHÁ IDEIAS PARA UM BOM CHÁ IDEIAS PARA UM BOM CHÁ BEBIDAS COM CHÁ BEBIDAS COM CHÁ BEBIDAS COM CHÁ BEBIDAS COM CHÁ ELIXIR DA SAÚDE? ELIXIR DA SAÚDE? ELIXIR DA SAÚDE? ELIXIR DA SAÚDE? TERMO CHÁ TERMO CHÁ TERMO CHÁ TERMO CHÁ CASA CHÁ DE OITAVOS CASA CHÁ DE OITAVOS CASA CHÁ DE OITAVOS CASA CHÁ DE OITAVOS RECEITA DE SCONES RECEITA DE SCONES RECEITA DE SCONES RECEITA DE SCONES

2 "Would you like a cup of tea?" sair CHÁ, UMA HISTÓRIA MILENAR O chá é uma das bebidas mais generalizadas do mundo. Desde o misterioso Oriente até à velha Europa, passando pelo novo Mundo, o chá conta com séculos de história envolta em lendas e misticismo. O chá encontra-se entre os produtos mais consumidos hoje em dia. Actualmente existem mais de três mil tipos de chá em todo o mundo, cujas diferenças se relacionam com o clima e o processo de fabrico. As origens do chá quase se perdem no tempo com narrativas que misturam a realidade com muitas lendas. Uma delas remonta há 5000 anos, quando reinava na China o imperador Sheng Nong, um governante justo e capaz, homem de ciência e amante das artes. Preocupado com as epidemias que regularmente assolavam o Império do Meio, Sheng Nong promulgou um édito onde exigia que toda a água fosse fervida antes de ser consumida, uma medida de carácter higiénico que ainda hoje faz sentido em muitos lugares do mundo. Certo dia, num quente verão oriental, o imperador, de visita a uma das regiões distantes que governava, mandou parar a sua comitiva para que todos descansassem durante algum tempo. Os servos começaram então a ferver água para que a comitiva pudesse beber, mas algumas folhas provenientes de arbustos próximos foram arrastadas pelo vento caindo no recipiente em ebulição. Pouco a pouco, a água foi adquirindo uma tonalidade castanha. O imperador, curioso, decidiu provar a estranha infusão e ficou surpreendido pelo sabor extremamente agradável, tornando-se desde esse momento um grande adepto do chá, no que seria seguido pelo seu povo.

3 "Would you like a cup of tea?" sair As lendas têm quase sempre um fundo de verdade. Neste caso, sabe-se que a origem do chá remonta ao período imediatamente antes da ascensão da Dinastia Tang ao poder, entre os anos 618 e 906. Esta família imperial presenciou à divulgação de uma bebida trazida dos Himalaias por monges budistas. O arbusto do chá, uma planta cujo nome científico é Camelia sinensis, crescia em estado selvagem nessa cordilheira asiática, mas foram os chineses que o domesticaram e começaram a cultivar em vastos campos muito bem organizados. Por volta do século IX, o chá fazia já parte dos hábitos dos chineses como testemunhou o monge budista japonês Ennin num relato escrito durante a sua viagem ao Império do Meio. Mais ou menos na mesma época, um outro monge budista, o chinês Lu Yu, escreveu o primeiro grande livro sobre o chá, o Cha Ching, onde descreve os métodos de cultivo e preparação utilizados no império. CHÁ, UMA HISTÓRIA MILENAR

4 "Would you like a cup of tea?" sair Foram os monges budistas que levaram o chá para o Japão, onde bebê-lo se tornou num acto cerimonial partilhado por todas as classes, desde o mais humilde camponês até ao próprio imperador. O chá começou, então, a sua caminhada para Ocidente através da Ásia Central e da Rússia. Mas a verdadeira popularização do chá na Europa só aconteceu depois da chegada dos portugueses ao Oriente, em finais do século XV. As naus portuguesas traziam carregamentos de chá para o porto de Lisboa de onde grande parte era depois reexportada para a Holanda e a França. Dois países que rapidamente se tornaram grandes consumidores da nova bebida proveniente do mítico Oriente. Apesar de ter sido um sacerdote jesuíta português, de apelido Cruz, o primeiro europeu a escrever sobre o chá, Portugal rapidamente perdeu o monopólio do seu comércio. Os holandeses, dotados no século XVII com uma poderosa frota, tomaram a dianteira. Eram tais as quantidades introduzidas na Europa que no espaço de uma geração, o chá deixou de ser uma bebida exclusiva dos aristocratas para passar a ser consumido por toda a população. Os habitantes das colónias holandesas na América do Norte tornaram-se grandes apreciadores da nova bebida. Foi o caso de Nova Amesterdão, a actual Nova Iorque. CHÁ, UMA HISTÓRIA MILENAR

5 "Would you like a cup of tea?" sair Na linguagem popular referem-se como "chás" variadas infusões e tisanas de ervas. Na realidade, o chá é uma infusão de folhas secas proveniente de uma camélia (Camélia sinensis), originária da China. A diversidade de aromas, cores e sabores dos diferentes tipos de chás dependem das regiões de origem, o tipo de folhas, e as selecções que constituem os lotes. Existe o chá preto (onde as folhas sofrem fermentação antes de secar) e o chá verde (onde as folhas não sofrem fermentação), ambas contêm cafeína. Peso por peso, o chá tem mais cafeína do que o café, mas como é utilizado em menor quantidade, a bebida resultante fica mais fraca. Além disso, a cafeína que existe no chá é absorvida muito mais lentamente, provocando um efeito mais tonificante, prolongado e ligeiro; a adição de uma gota de limão ou leite ajuda a precipitar a cafeína. Além da cafeína, o chá contém muitos outros compostos activos, não fornece quaisquer calorias mas pode ser uma fonte importante de flúor e magnésio. As infusões e tisanas feitas a partir de várias plantas, que vulgarmente referimos como sendo "chás de ervas", são bebidas úteis para quem não gosta de beber água. Quase todas são inofensivas e podem até trazer vantagens, por exemplo: a camomila, tília ou erva-luísa ajudam na digestão e a cidreira actua como sedativo. Há no entanto infusões e tisanas de ervas com actividade farmacológica muito intensa, normalmente utilizadas com fins terapêuticos (algumas existentes nas ervanárias) e que só devem ser consumidas moderadamente e em determinadas situações. Atenção aos "saquinhos" de chá que são cada vez mais consumidos, é necessário ler sempre a rotulagem. Um simples "chá" de limão pode consistir numa mistura de chá (chá preto que contém cafeína) e aroma de limão; longe da simples infusão feita a partir da casca de limão. Deve evitar-se que as crianças mais pequenas bebam chá, pois os elementos químicos nele contidos podem provocar algum desgaste no aparelho digestivo. Além disso é importante referir que estes taninos também mancham os dentes.

6 "Would you like a cup of tea?" sair O CHÁ E A SAÚDE Sabe-se que o chá pode facilitar a digestão e que tem uma acção diurética. Mas há muitos outros achaques da saúde, desde o reumatismo à insónia, que podem ter soluções quase milagrosas no chá. ALCAÇUZ ALCAÇUZ - A raíz adocicada do alcaçuz provoca uma acção diurética, laxante, expectorante e calmante. É anti-alérgico, anti-inflamatório e analgésico, aconselhável também para prevenir cáries dentárias. Indicado para inflamações do ventre e das vias urinárias. ALECRIM ALECRIM - As ervas e flores do alecrim são um poderoso hipertensor, diurético, anti-reumático e um anti- séptico indicado para a pele e cabelo. O chá deve ser preparado fraco, pois as doses muito fortes podem causar irritações gastrointestinais. Indicado para esgotamento cerebral, depressão, distúrbios intestinais e dores reumáticas. Como uso tópico, é indicado para aplicar directamente em contusões, entorses, queda de cabelo e caspa. ALFAFA ALFAFA - Muito nutritiva, a alfafa proporciona um chá medicinal rico em potássio, magnésio, cálcio e fósforo, compensando as necessidades vitamínicas, minerais e proteicas de quem sofre de fadiga crónica. Indicado para artrite, reumatismo, fadiga, falta de apetite, cistites, afecções nervosas e má digestão. ANTIOXIDANTE ANTIOXIDANTE - As propriedades antioxidantes do chá inibem as lesões provocadas pelas radiações ultravioletas B, podendo retardar o envelhecimento da pele. BACTÉRIAS BACTÉRIAS - As catequinas do chá verde e as teoflavinas do chá preto inibem o crescimento de bactérias como o Staphylococus aureus, Streptococcus mutans, Vibrio fluvialis, Clostridium perfringens e C. botulinum. Característica importante na prevenção e tratamento das intoxicações alimentares.

7 "Would you like a cup of tea?" sair CAFEÍNA CAFEÍNA - Uma chávena de chá tem cerca de 30 a 60 mg de cafeína. Aumenta o poder de concentração e a velocidade de execução de cálculos, ao mesmo tempo que reduz a sensação de fadiga. CAMOMILA CAMOMILA - Delicado e de aroma suave, é um dos chás mais consumidos por quem quer dormir uma noite tranquila. É também anti-inflamatório e previne dores de estômago. Deve ser tomado após as refeições. Indicado para espasmos, cólicas menstruais, diarreia, febre, insónia, dor de barriga e náuseas. CÁRIES CÁRIES - O chá é uma fonte de flúor, que contribui para o endurecimento do esmalte dentário. CEBOLA CEBOLA - Se a cebola crua é conhecida pelas suas propriedades anti-inflamatórias e por reduzir o colesterol, a casca não lhe fica atrás em vantagens. Uma infusão de casca de cebola castanha é um dos melhores remédios para quem está rouco ou afónico. LIMÃO LIMÃO - Com metade de um limão em sumo misturado com água fria, outra metade fervida na água e uma pitada de noz-moscada, prepara-se um saboroso chá que, tomado bem quente, combate qualquer constipação. Indicado para resfriados, gripes e tosse alérgica. MALVA MALVA - Utilizada desde a época medieval pelos suas propriedades terapêuticas, a malva permite fazer um chá morno muito agradável com as suas folhas e flores. É especialmente indicada para fumadores, tosse e doenças da laringe. REFRESCOS REFRESCOS - Umas folhas de menta ou uma rodela de laranja deitadas numa chávena de chá bem quente resulta em bebidas surpreendentemente refrescantes. Igualmente refrescante é juntar uns pedaços de kiwi ou sumo de limão com açúcar ou mel, misturados num chá frio. VERDE VERDE - O chá verde contribui, a diversos níveis, para a manutenção de uma boa saúde. Melhora o sistema imunitário, baixa o nível de açúcar no sangue, ajuda a prevenir cáries e queda de dentes, reduz o processo de envelhecimento, ajuda a reduzir o risco de cancro e o colesterol, ajuda a queimar calorias e a perder peso, reduz a pressão alta, previne artrites, reduz o risco de doenças coronárias e reduz o risco de coágulos do sangue.

8 "Would you like a cup of tea?" sair VARIEDADES DE CHÁ Tradicionalmente, o chá está dividido em três categorias principais: PRETO, VERDE e OOLONG, conforme o processamento das folhas. Esta classificação diz respeito ao chá preparado com folhas da Camelia sinensis, a verdadeira planta do chá. Dentro de cada uma das categorias há diversas misturas mais ou menos conhecidas, como o Pekoe, Darjeeling ou Ceilão. No entanto, existem inúmeras outras plantas que se prestam à preparação do "chá" ou, mais precisamente, infusões ou tisanas. Também elas são muito agradáveis ao palato e podem ter propriedades medicinais. A mais recente novidade no mercado português dos chás é o chá branco. Feito, igualmente, a partir da Camelia Sinensis mas cujas folhas são tratadas de forma diferente dos chás tradicionais. As principais diferenças entre estas variedades de chá resulta dos métodos de tratamento a que as folhas são submetidas. Os chás pretos são sujeitos a várias horas de oxidação, o oolong é semi-oxidado e o verde e o branco não são oxidados de todo.

9 "Would you like a cup of tea?" sair CHÁ PRETO É o mais comum dos chás, representando cerca de 70% do consumo mundial. É feito com folhas da Camelia sinensis, proveniente do arbusto perene com cerca de 1 metro de altura, oriundo da China e da Índia. É conseguido através da exposição das folhas ao ar. As folhas são deixadas a murchar e sujeitas a várias horas de oxidação. Durante este tempo, a água evapora e a folha absorve mais oxigénio. Como resultado, as folhas de chá preto são muito escuras, daí o seu nome. O chá preto tem o sabor muito mais pronunciado e, quando bem misturado, contém maior percentagem de cafeína (50% a 65%) que outros chás. CHÁ VERDE É o chá mais consumido no Japão. As folhas são as mesmas que as usadas no chá preto e oolong, mas são vaporizadas imediatamente depois de serem colhidas, pelo que permanecem verdes. O chá verde não é oxidado. As folhas recém colhidas são deixadas a murchar apenas ligeiramente, sendo imediatamente enroladas e torradas. Como resultado, o chá verde é de qualidade mais herbácea ou vegetativa que o preto ou o oolong. Uma chávena de chá verde é geralmente mais leve e com mais nuances que outros chás. A mistura, feita a temperaturas mais baixas e por menos tempo, resulta em chás com menos cafeína (10% a 30%). Diversas pesquisas médicas atribuem ao chá verde propriedades notáveis, sendo mesmo referido como um dos "super-alimentos" do futuro. Nas regiões da China onde é plantado o chá verde, há cidades inteiras onde as taxas de cancro e doenças são significativamente menores do que a média nacional. CHÁ OOLONG Alguns entusiastas defendem o oolong como o "champanhe" dos chás. As folhas, grandes, são parcialmente oxidadas, representando 3% do consumo mundial. Contém um teor de cafeína médio, entre o preto e o verde, apresentando um sabor nem tão forte nem tão subtil como aqueles chás. O seu aroma é, antes, comparado ao de flores ou frutas frescas. CHÁ BRANCO As folhas do chá branco são apanhadas à mão, vaporizadas e secas ao sol, sem passar pelo processo de oxidação. Além de folhas, o chá branco contém uma quantidade de botões da variedade Narcissus da mesma planta do chá, colhidos ainda muito verdes. O chá branco tem menor quantidade de cafeína e um sabor muito delicado, doce e complexo. Algumas investigações científicas apontam para as propriedades benéficas do chá branco, semelhantes às do chá verde, mas mais pronunciadas. É atribuída a este chá a capacidade de combater a formação de células cancerígenas, prevenir infecções, pneumonias e cáries dentárias. Parece ser, igualmente, bastante mais eficaz contra os radicais livres que causam a perca de firmeza da pele. Por esse motivo, a indústria de cosméticos está muito interessada no chá branco para produzir cremes de beleza.

10 "Would you like a cup of tea?" sair OUTRAS VARIEDADES Lapsang Soushong Lapsang Soushong - Um chá para os conhecedores, de folha grande, com um aroma "fumado", muito característico. Exclusivo da China. Jasmim - Servido tradicionalmente com ou após as refeições, especialmente Dim-Sum. Chá exótico, verde, perfumado com flores de jasmim. Gunpowder Gunpowder - Nome estranho que deriva da forma como as folhas são enroladas formando bolinhas (pólvora). Chá verde tradicional, pálido, contendo menos cafeína do que qualquer outro chá. É o chá verde mais forte que se usa na Europa. Keemun Keemun - Chá preto tradicional, óptimo para servir durante a refeição. Yunnan Yunnan - Chá de cor clara e brilhante. Sabor delicado. Rose Pouchong Rose Pouchong - Chá delicado, perfumado com pétalas de rosa. China Caravan China Caravan - Um lote feito de chás Keemun. O nome deriva do modo como costumava ser transportado por camelos ao longo da "Rota das Caravanas" vindas da China. Puerh Puerh - Um antigo chá chinês apreciado pelo seu rico sabor e propriedades medicinais. É talvez o mais misterioso de todos os chás, sendo o processo de fabricação um segredo bem guardado. Russian Caravan Russian Caravan - Uma excelente mistura de chás Oolong da China e Formosa. Óptimo para tomar à tarde ou à noite. Assam Assam - Chá com o seu próprio símbolo, proveniente da província indiana do mesmo nome. Chá forte, de cor viva e aroma maltado, muito apreciado. Darjeeling Darjeeling - Chá indiano, cultivado a uns 2 mil metros de altitude no sopé dos Himalaias, muito apreciado pelo seu sabor delicado, agradável a qualquer hora. Nilgiri Nilgiri - Chá indiano, com o seu próprio símbolo, tal como os anteriores. Cultivado nas montanhas azuis do Sul da Índia. Sabor forte e perfumado. Ceilão - Os chás do Ceilão, cultivados nas regiões altas do Sri Lanka, são utilizados principalmente para lotes. O melhor chama-se Dimbula. Todos são excelentes, leves e de bom sabor. Sencha Sencha - O mais popular no Japão. Gyokuro Gyokuro - O chá mais fino, colhido à mão, à sombra. Líquido verde. Rico em aminoácidos e clorofila. Bancha Bancha - Qualidade mais inferior. Hojicha Hojicha - Obtém-se torrando dois chás de qualidade inferior, o Boncha e o Sencha. Matcha Matcha - Chá preferido para a cerimónia do chá. Trata-se de Tencha, feito em pó.

11 "Would you like a cup of tea?" sair CHÁ: BRANCO, VERDE OU PRETO? À parte a questão de não ter calorias e de ser um óptimo meio de hidratação, o chá tem imensos benefícios para a saúde. São vários os estudos que garantem as propriedades terapêuticas desta bebida, independentemente de ser preto, verde ou branco. Contudo, existem diferenças entre cada um deles. POR QUE DEVE BEBER CHÁ VERDE POR QUE DEVE BEBER CHÁ VERDE POR QUE DEVE BEBER CHÁ VERDE POR QUE DEVE BEBER CHÁ VERDE POR QUE DEVE BEBER CHÁ BRANCO POR QUE DEVE BEBER CHÁ BRANCO POR QUE DEVE BEBER CHÁ BRANCO POR QUE DEVE BEBER CHÁ BRANCO POR QUE DEVE BEBER CHÁ PRETO POR QUE DEVE BEBER CHÁ PRETO POR QUE DEVE BEBER CHÁ PRETO POR QUE DEVE BEBER CHÁ PRETO

12 "Would you like a cup of tea?" sair Numa investigação de 12 semanas com 240 homens e mulheres, os pesquisadores da Vanderbilt University apuraram que beber o equivalente a sete chávenas de chá verde por dia pode ajudar a baixar o LDL (colesterol mau) em cerca de 16%. Por sua vez, investigadores da University of Rochester determinaram que o extracto de chá verde pode ajudar a prevenir o crescimento das células cancerígenas, enquanto os pesquisadores do Medical College of Ohio revelaram que um componente chamado EGCG, também do chá verde, pode ajudar a retardar ou até mesmo a travar a progressão do cancro da bexiga. Mas os benefícios não se ficam por aqui. Uma equipa japonesa liderada pelo médico Ichiro Toklmitsu realizou um estudo onde salienta que quem bebe chá com altos níveis de catequinas, flavonóides com forte propriedade antioxidante encontrados em vários níveis no chá verde, consegue perder mais de 2kg, comparando com homens que bebem apenas chá de marcas vulgares que não registam perdas. O responsável pelo estudo sugere que as catequinas presentes no chá ajudam a afastar as moléculas gordas da corrente sanguínea antes de serem depositadas. Beba três chávenas por dia para começar a perder peso. POR QUE DEVE BEBER CHÁ VERDE Entre muitos outros benefícios, três estudos recentes confirmam que beber chá verde pode ajudar a baixar o nível de colesterol e a reduzir o risco de cancro.

13 "Would you like a cup of tea?" sair Quando investigadores da Oregon State University's Linus Pauling Institute testaram as capacidades dos dois tipos de chá em travar o desenvolvimento dos pólipos do cólon, o chá branco revelou-se 10% mais eficaz. Este tipo de chá era considerado em tempos como um elixir da imortalidade reservado apenas aos imperadores. Uma crença que não é de todo disparatada, já que contém uma maior quantidade de antioxidantes que qualquer outro chá, prevenindo várias doenças. "Quem bebe regularmente chá tem maior protecção contra certas patologias, como cancro ou doenças cardiovasculares, uma vez que estas reacções são neutralizadas pelos antioxidantes presentes no chá branco", refere a Dra. Helena Cid, nutricionista e membro da Associação Portuguesa dos Nutricionistas. Aliás, as propriedades terapêuticas do chá branco têm sido objecto de estudo pela comunidade científica, que as considera superiores às do chá verde. Embora o teor de antioxidantes encontrado em ambos os tipos seja semelhante, o menor processamento do chá branco dá-lhe mais vantagens. "Beber chá é uma forma simples de capitalizar em saúde e de reforçar as defesas naturais do corpo aos raios UV, à poluição e a muitas outras agressões exteriores", conforme o Centro de Informação Lipton Chá & Saúde. Mas, para beneficiar dessas virtudes, não lhe basta ingerir chá uma vez por mês: tem de beber pelo menos duas a três chávenas por dia. POR QUE DEVE BEBER CHÁ BRANCO Mas não é só o chá verde que pode afastá-lo das consultas médicas. O chá branco contém propriedades que ultrapassam o chá verde na prevenção do cancro do cólon.

14 "Would you like a cup of tea?" sair "Os flavonóides conferem aos chás poder antioxidante superior ao das vitaminas E, C e A (betacarotenos). A capacidade antioxidante protege o organismo contra as alterações celulares causadas por radicais livres, inibindo processos iniciais de cancro ou reduzindo o tamanho de tumores já formados", explica a Dra. Isabela Cardoso Pimentel, nutricionista clínica e pós-graduada em Distúrbios Metabólicos e Risco Cardiovascular. "No tratamento e prevenção de doenças cardiovasculares, os chás ricos em flavonóides mostraram reduzir significativamente o risco de morte por enfarte e derrame cerebral. Há evidências de que o chá reduza o colesterol LDL e também reduza a sua oxidação que é um processo que acelera a formação da placa gordurosa responsável pela obstrução dos vasos sanguíneos", conclui. Um estudo efectuado na Arábia Saudita a 3430 homens e mulheres e publicado na Preventive Medicine apurou que beber grandes quantidades de chá preto pode diminuir significativamente o risco de doenças coronárias, sendo que os indivíduos que bebem mais de seis chávenas de chá por dia vêem o seu risco diminuir para metade, comparando com os não bebedores. A mesma conclusão foi apurada num estudo elaborado em Roterdão e publicado no American Journal of Clinical Nutrition que sugere que a alta ingestão dos flavonóides do chá pode proteger dos ataques cardíacos. Esta análise teve por base uma amostra de 4807 homens e mulheres com 55 anos ou mais e sem historial de ataques cardíacos no início do estudo em Até 1997 apurou-se que beber chá preto reduzia em 70% o risco de ataques cardíacos fatais. Mas o chá preto também protege a saúde oral. Bebê-lo regularmente pode ajudar a reduzir a sensibilidade dos dentes às temperaturas de frio e quente. Esta capacidade vem do ácido tânico, um componente do chá preto que obstrui buracos microscópicos nos dentes. Ao preencher, impede o frio e o quente de irritarem as raízes dos dentes. Quem tem dentes sensíveis deve beber duas chávenas de chá por dia. O chá preto é ainda eficaz no combate ao mau hálito. POR QUE DEVE BEBER CHÁ PRETO Por ser fermentado, o chá preto adquire uma tonalidade mais escura que os restantes e um sabor específico. Embora não seja tão rico como o chá verde, contém igualmente flavonóides que fazem desta bebida uma excelente opção ao longo do dia.

15 "Would you like a cup of tea?" sair BAIXE A CAFEÍNA O chá contém cafeína, é sabido. Ainda assim está longe de ser como o café e pode ser um bom substituto deste para beber após as refeições. Segundo a Dra. Helena Cid, "enquanto o café provoca um pico rápido da subida de cafeína, o chá é absorvido lentamente e permanece mais tempo no organismo. Oito horas depois de ser ingerido, ainda há antioxidantes em acção no corpo. Além disso, uma bica tem 110/ 120 mg de cafeína, ao passo que uma chávena de chá tem só 60/70 mg de cafeína".

16 "Would you like a cup of tea?" sair Tire proveito de toda a mestria desta cerimónia com estes passos. Use sempre água fresca, directamente da garrafa (ou torneira). Não use águas com aromas ou sabores intensos. Nunca use água fervida uma segunda vez (o chá adora oxigénio...). Aqueça previamente o bule com água fervida, deitando fora essa água antes de preparar o chá. Assim que a água ferver, desligue o lume. Tenha em conta que, quanto mais a água ferve, mais oxigénio perde o que diminuirá a qualidade do chá. Deite água fervida sobre as saquetas, já no interior do bule. Respeite o tempo de infusão certo para cada chá (de 3 a 5 minutos). Folhas mais longas precisam de mais tempo de infusão. Uma saqueta por chávena; três saquetas por bule. Se fizer o chá directamente na chávena, respeite as mesmas regras: deitar água a ferver directamente sobre as saquetas, e deixar 3 a 5 minutos para a infusão. Se pretende preparar um chá mais forte aumente a quantidade de chá e deixe repousar por menos tempo. Deve ter sempre o cuidado de não deixar o chá repousar por mais de 6 minutos pois tornará o sabor muito amargo. Sirva o chá com açúcar, limão, leite frio e natas. O leite deve ser deitado na chávena antes do chá e o açúcar; o limão depois. Em Inglaterra considera-se mesmo indelicado deitar o leite sobre o chá. Se pretender chá gelado, deve prepará-lo deitando-o a ferver num copo com uma pedra de gelo, açúcar e uma rodela de limão. CHÁ: REGRAS DE PREPARAÇÃO Para que a preparação do chá mantenha todas as riquezas e sabor da planta, existem alguns cuidados a ter em conta. No Oriente, servir um chá é sinónimo de rigor. Para os chineses trata-se de uma arte centrada no sabor, para os japoneses, um acontecimento cultural. Em Portugal, é consumido sobretudo num ambiente de convívio.

17 "Would you like a cup of tea?" sair IDEIAS PARA UM BOM CHÁ IDEIAS PARA UM BOM CHÁ Conte com uma colher de chá por cada pessoa e mais uma para o bule. Em vez de água corrente, faça o chá com uma água mineral leve. Coloque uma casca seca de laranja no bule ainda vazio. O perfume da laranja dá ao chá um aroma delicioso. Para evitar que o chá turve, junte-lhe uma pitada de bicarbonato de sódio. O chá fica com um gosto especial se os cubos de açúcar forem previamente respigados com sumo de laranja ou de limão. Ao fazer refresco de chá, reserve uma certa quantidade para congelar. Obterá, assim, cubos gelados de chá, ideais para refrescar a bebida sem lhe alterar o sabor. O calor e a luz estragam o chá. Guarde-o em latas hermeticamente fechadas, colocadas em local fresco e seco. Tenha o cuidado de o guardar bem longe de produtos com cheiros fortes. O chá não tem qualquer valor calórico, se não adicionar açúcar.

18 "Would you like a cup of tea?" sair O termo actual "chá" provém dos vocábulos chineses - tchai, cha e tay - que eram usados para designar a bebida e as folhas de chá. Hoje chamamos... THEE (HOLANDA) THÉ (FRANÇA) TEA (HUNGRIA / INGLATERRRA) HERBATA (POLÓNIA) TE (SUÉCIA) ÇAY (TURQUIA) CHA (CHINA E JAPÃO) TEE (ALEMANHA) TÈ (ITÁLIA) CHÁ (BRASIL / PORTUGAL) TÉ (ESPANHA) CHAI (RÚSSIA)

19 "Would you like a cup of tea?" sair BEBIDAS PREPARADAS COM CHÁ BEBIDA DE CHOCOLATE BRANCO BEBIDA DE CHOCOLATE BRANCO BEBIDA DE CHOCOLATE BRANCO BEBIDA DE CHOCOLATE BRANCO OUTRAS OUTRAS OUTRAS OUTRAS

20 "Would you like a cup of tea?" sair 0,5 l de água 1 saqueta de chá preto 0,5 l de leite 1 vagem de baunilha 150 g de chocolate branco 250 g de açúcar 8 gemas 2 dl de licor de whisky 1.Ferva a água, junte-lhe a saqueta de chá e deixe em infusão. Ferva o leite com a vagem de baunilha, retire do lume e incorpore o chocolate. 2.Retire a vagem de baunilha, tape e reserve. Bata o açúcar com as gemas até obter um creme branco. Junte-lhe a mistura de leite em fio sem parar de mexer. 3.De seguida, adicione o chá e o licor e sirva. BEBIDA DE CHOCOLATE BRANCO

21 "Would you like a cup of tea?" sair 1 L de chá preto Cascas de um limão 1 cálice de conhaque 1 Açúcar Depois de preparar o chá preto, junte as cascas de limão e deixe repousar durante 15 minutos. Após esse tempo, retire as saquetas de chá preto e adicione o conhaque. Por fim, adoce a gosto e sirva bem quente. ½ cálice de aguardente velha 1 colher e meia (de chá ) com açúcar 1 pedacinho de pau de canela 1 rodela de laranja 2 cravinhos 0,5 l de chá preto 1.Junte numa taça a aguardente com o açúcar e o pau de canela. 2.Espete os cravinhos na rodela de laranja e junte à mistura. 3.Deixe repousar durante alguns momentos e retire o pau de canela e a laranja. 4.Acrescente o chá preto bem quente e sirva em taças. ½ cálice de blue curaçau 1 colher de chá de rum 1 colher de chá de açúcar ½ colher de chá de sumo de limão 1 rodela de laranja 1 chávena de chá de laranjeira 1.Encha um copo com água fervente e reserve. 2.Num copo misturador, junte o curaçau, o rum, o sumo de limão, o açúcar e mexa bem 3.Despeje a água do copo, que deverá ficar aquecido, e verta nele a mistura 4.Junte a rodela de laranja descascada e acrescente o chá de laranjeira bem quente. CHÁ COM LIMÃO ORANGE PUNCH SKI BALL

22 "Would you like a cup of tea?" sair ELIXIR DA SAÚDE? De acordo com várias investigações, o chá ao ser inserido numa dieta saudável pode diminuir o risco de se desenvolverem doenças como o cancro ou doenças cardiovasculares. Porém é importante referir que não existem provas científicas necessárias a comprovar que exista uma relação entre o consumo de chá e a diminuição de risco de contrair determinada doença.

23 "Would you like a cup of tea?" sair CASA CHÁ DE OITAVOS Olhando para o Atlântico através do restaurante Casa de Chá de Oitavos pode-se observar o Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa, onde a terra acaba e o mar começa. É um espaço encantador, onde o nosso olhar se perde no esplendoroso mar que nos rodeia e no sussurrar do ar da serra de Sintra que são um calmante para um fim de tarde, onde poderá disfrutar da companhia dos deliciosos scones, chá Inglês, torradas no forno e pastelaria diversa. E para terminar a sua noite em beleza, confie na sugestão do chefe e delicie-se com a famosa Açorda de Marisco, a suculenta Cataplana de Bacalhau com Amêijoas, Bife na Pedra e Fondue Bourguignonne.

24 "Would you like a cup of tea?" sair RECEITA DE SCONES O "scone" é companheiro fidedigno do nosso cházinho! Aqui está a receita para que os possa confeccionar em sua casa e degustar o seu etéreo sabor! Para cerca de 12 scones Ligue o forno a 200 ºC Misture a farinha, o bicarbonato de sódio, o fermento e a manteiga. Envolva devidamente estes ingredientes. Adicione o açúcar e envolva-o. Acrescente gradualmente o leite e continue a trabalhar a massa. Forme uma bola de massa e deixe-a repousar durante 20 minutos. Retire pequenos pedaços de massa e molde os scones. Coloque-os num tabuleiro previamente untado com manteiga. Pincele-os com leite. Leve-os ao forno e deixe-os cozer aproximadamente 10 minutos. Normalmente serve-se o scone aberto ao meio para barrar com manteiga ou compota 225g de farinha ½ colher de chá de bicarbonato de sódio 2 colheres de chá de fermento ½ colher de chá de sal 50g de manteiga 25g de açúcar 150 ml de leite


Carregar ppt ""Would you like a cup of tea?" sair HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ HISTÓRIA CHÁ O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE O CHÁ E A SAÚDE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google