A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Técnicas de Gestão Unidade 3. Educação a Distância – EaD Professor: Flávio Brustoloni Técnicas de Gestão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Técnicas de Gestão Unidade 3. Educação a Distância – EaD Professor: Flávio Brustoloni Técnicas de Gestão."— Transcrição da apresentação:

1 Técnicas de Gestão Unidade 3

2 Educação a Distância – EaD Professor: Flávio Brustoloni Técnicas de Gestão

3 Unidade 3 FERRAMENTAS PARA GESTÃO ESTRATÉGICA

4 Objetivos da Unidade: Entender o processo de planejamento empresarial; Realizar o processo de tomada de decisão; Utilizar a inovação como fator competitivo;

5 TUTORIAL 2/45 Tópico 1 03 Indicação do Tópico Página da apostila Numeração do slide Unid. 1

6 TÓPICO 1 1/49 Planejamento Eficiente na Gestão

7 2 Planejamento Empresarial O planejamento pode ser entendido como o principal fator de sucesso das empresas, pois é por meio de um bom planejamento que a empresa pode estar preparada para o mercado e muito bem posicionada internamente. 2/ Tópico 1 Unid. 1

8 2 Planejamento Empresarial As ações elaboradas no planejamento devem ser analisadas em cenários distintos para evitar possíveis ameaças inesperadas. Podemos dizer que o planejamento é o relatório (por escrito) que consolida o planejamento de uma empresa, unidade de negócio ou projeto. 3/ Tópico 1 Unid. 1

9 2 Planejamento Empresarial 2.1 Etapas do Planejamento Empresarial 1. A análise de oportunidade de mercado (análise ambiental): é onde a empresa deve analisar seus ambientes internos e externos. 4/ Tópico 1 Unid. 1

10 2 Planejamento Empresarial 2.1 Etapas do Planejamento Empresarial 2. Definição da missão e das políticas da empresa: é muito importante saber o motivo da empresa existir. 5/ Tópico 1 Unid. 1

11 2 Planejamento Empresarial 2.1 Etapas do Planejamento Empresarial 3. Definição dos objetivos e estratégias empresariais: é necessário que se definam os objetivos e estratégias empresariais. 6/ Tópico 1 Unid. 1

12 2 Planejamento Empresarial 2.1 Etapas do Planejamento Empresarial 4. Planos de ação por áreas: - Plano administrativo/financeiro; - Plano de produção; - Plano de marketing/comercial; - Implantação e avaliação. 7/ Tópico 1 Unid. 1

13 3 Estratégias Competitivas Estratégia é a mobilização de todos os recursos da empresa no âmbito nacional ou internacional visando atingir objetivos a longo prazo [...] seu objetivo é permitir maior flexibilidade de respostas às contingências imprevisíveis. (LODI, 1969, p.6). 8/ Tópico 1 Unid. 1

14 3 Estratégias Competitivas Uma estratégia organizacional pode ser definida como uma forma de maximizar seus ganhos de maneira sustentável, oferecendo aos clientes um valor maior do que o proposto pelos concorrentes. (OHMAE, 1998, p.22). 9/ Tópico 1 Unid. 1

15 3 Estratégias Competitivas 3.1 Tipos de Estratégias DEFENSIVA: que tem como principais características o domínio estreito de produto/mercado possuindo um segmento de mercado bem definido e tem como atuantes administradores especializados que procuram criar um conjunto estável de produtos-serviço. 10/ Tópico 1 Unid. 1

16 3 Estratégias Competitivas 3.1 Tipos de Estratégias PROSPECTORA: que é caracterizada pelos seguintes fatores: criadas de incertezas ambientais buscam oportunidade de mercado buscando continuamente o desenvolvimento com amplo domínio na área sendo geradora de mudanças. 11/ Tópico 1 Unid. 1

17 3 Estratégias Competitivas 3.1 Tipos de Estratégias ANALISTA: é o tipo de estratégia que opera em um determinado segmento, tendo dois tipos de produtos/serviços sendo um totalmente estável e o outro em constante mudança. 12/ Tópico 1 Unid. 1

18 3 Estratégias Competitivas 3.1 Tipos de Estratégias REATIVA: onde os executivos percebem as constantes mudanças, mas não estão aptos a agirem de forma rápida e eficiente contra o mercado instável e competidores altamente mutáveis. 13/ Tópico 1 Unid. 1

19 4 Modelos de Gestão Estratégica Nadler (1983) propõe um modelo básico de estratégia (Fig. 32) cuja ideia é mostrar o que vem a ser a formulação de uma estratégia, onde é feita uma avaliação e análise do ambiente em que a organização está inserida e ainda uma avaliação e análise dos recursos (financeiros, tecnologia, produção, etc). 14/ Tópico 1 Unid. 1

20 4 Modelos de Gestão Estratégica Recursos estes que a empresa tem disponível para a formulação de estratégias que fazem com que a organização se ajuste ao ambiente e sejam viáveis, com foco nos objetivos, metas e planos estipulados pela organização e com a ação dos indivíduos, do grupo e da organização num todo onde devem executar as tarefas para o alcance do resultado final. 15/ Tópico 1 Unid. 1

21 4 Modelos de Gestão Estratégica Ler o estudo de caso da página 154 e responder as perguntas na página 156 em sala. 16/ Tópico 1 Unid. 1

22 TÓPICO 2 17/49 O Processo de Tomada de Decisão

23 1 Introdução Ao fazer uso da intuição gerencial é possível diagnosticar, dentro do processo, um conjunto de técnicas qualitativas e quantitativas, que possam apoiar a tomada de decisão em situações em que existe a incerteza. 18/ Tópico 2 Unid. 1

24 2 O Processo Decisório A necessidade de tomada de decisão surge quando se tem um problema. Sabe- se que problema é considerado quando a situação atual é diferente da desejada. Nas empresas considera-se problema: vendas mais baixas em relação ao ponto de equilíbrio; lucros menores que o estimado; orçamentos extrapolados, clientes insatisfeitos; concorrentes superando no desempenho. 19/ Tópico 2 Unid. 1

25 2 O Processo Decisório A tomada de decisão é um processo de escolha de uma solução entre as alternativas disponíveis, onde o gestor deve fazer a melhor escolha levando em consideração os objetivos propostos pela organização. 20/ Tópico 2 Unid. 1

26 2 O Processo Decisório 2.1 Etapas do Processo Decisório 1.Definir o problema; 2.Identificar os critérios de decisão; 3.Ponderar os critérios; 4.Gerar linhas de ação alternativas; 5.Avaliar cada alternativa; 6.Quantificar a decisão ótima. 21/ Tópico 2 Unid. 1

27 2 O Processo Decisório 2.1 Etapas do Processo Decisório Identifique e defina as melhores estratégias para competir; Implante mudanças necessárias; Desenvolva competências necessárias; Melhore o desempenho dos processos; Mantenha sempre seus funcionários e clientes satisfeitos. 22/ Tópico 2 Unid. 1

28 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão A proatividade é um pré-requisito para o gestor da atualidade que preza pelo bom desempenho da organização. 23/ Tópico 2 Unid. 1

29 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão O gestor atual deve ser visionário, ou seja, enxergar onde os outros não enxergam momentaneamente, pois a partir do momento em que você lança algo no mercado, já está factível a outras pessoas o copiarem. 24/ Tópico 2 Unid. 1

30 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão Considerado como o recurso mais valioso e não renovável, o tempo cada vez mais escasso em função das muitas atividades que estão sendo incluídas no mesmo período de os objetivos no tempo mais curto possível. 25/ Tópico 2 Unid. 1

31 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão O gestor ao tomar decisões deve estar atento à satisfação dos clientes. O atendimento ao cliente pode ser tratado como diferencial competitivo de sua empresa. Como? Tendo um desempenho superior ao dos concorrentes. 26/ Tópico 2 Unid. 1

32 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão Se seu cliente é comprador assíduo, devemos considerar quais ações ou atos que devem ser praticados pela organização com objetivo de melhoria, a partir do entendimento e a maneira pela qual como habitualmente são atendidos os usuários de determinado serviço. 27/ Tópico 2 Unid. 1

33 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão E outro ponto a ser observado no perfil do gestor é a importância que ele dá ao acionista, ou seja, a pessoa que está investindo no seu negócio. Esse feeling deve ser explorado ao máximo no gestor para evitar conflitos ou situações inesperadas. 28/ Tópico 2 Unid. 1

34 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão Também a eficiência no uso dos recursos determina o desempenho eficaz do negócio, gerando a satisfação dos acionistas. 29/ Tópico 2 Unid. 1

35 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão 3.1 Razão x Emoção É necessário um equilíbrio entre os dois perfis e uma adequação para cada situação, pois como sabemos, na gestão não temos fórmula como nas ciências exatas, temos apenas técnicas que serão aplicadas por pessoas que possuem perfis diferentes, culturas e vivências distintas. 30/ Tópico 2 Unid. 1

36 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão 3.2 Habilidades Necessárias para Gestão dos Problemas Um fator importante, que se pode destacar nas habilidades para gerir problemas na organização, é a aprendizagem organizacional que é o processo pelo qual uma organização exercita a sua competência e inteligência coletiva para responder ao seu ambiente interno e externo. 31/ Tópico 2 Unid. 1

37 3 Perfil do Gestor na Tomada de Decisão 3.2 Habilidades Necessárias para Gestão dos Problemas ESTUDO DE CASO: COMANDANTE FRED Página 178 Ler e discutir as questões. 32/ Tópico 2 Unid. 1

38 TÓPICO 3 33/49 Inovação na Gestão

39 1 Introdução Muitas pessoas classificam inovação como a criação de algo novo, de um negócio ou novo produto até. Todavia, não sabem que inovação nem sempre é só criar algo novo, mas sim melhorar o que se tem como um processo produtivo, por exemplo. 34/ Tópico 3 Unid. 1

40 2 Inovação Organizacional Inovação organizacional é a implementação bem sucedida de ideias criativas nas organizações, seja nova no sentido de lançamento, ou algo que foi aprimorado. 35/ Tópico 3 Unid. 1

41 2 Inovação Organizacional Quanto mais criatividade útil se tem, mais inovação irá se gerar na organização, podendo utilizar este fator para se tornar mais competitiva no mercado em que está inserida. 36/ Tópico 3 Unid. 1

42 2 Inovação Organizacional 2.1 A Importância da Inovação Você tem noção de como a tecnologia estará sendo aplicada daqui a 20 anos nas organizações? E num simples celular? Qual a tecnologia de um computador daqui a 20 anos? 36/ Tópico 3 Unid. 1

43 Celular do Futuro

44

45

46

47

48 Computador do Futuro

49

50 Chuveiro do Futuro

51

52

53

54

55 Cama do Futuro

56

57

58 2 Inovação Organizacional 2.1 A Importância da Inovação Essas perguntas devem ser refletidas e sinceramente, não devemos ter medo das possíveis respostas, mas sim encarar essa constante atualização inovadora como algo bom, tanto para nós indivíduos como para gerir as organizações. 37/ Tópico 3 Unid. 1

59 2 Inovação Organizacional 2.1 A Importância da Inovação O ser humano naturalmente tende a resistir às mudanças e isso a psicologia pode nos explicar e comprovar, porém como somos detentores da informação, sabemos que não podemos resistir às mudanças, muito menos as inovações. 38/ Tópico 3 Unid. 1

60 2 Inovação Organizacional 2.1 A Importância da Inovação É importante salientar que não adianta a organização ou o gestor investir rios de dinheiro em inovação, se não sabem a real importância e benefício que estarão agregando à organização ou ao processo num todo. 39/ Tópico 3 Unid. 1

61 3 Gerenciamento da Inovação A organização que não consegue enxergar a inovação como fator competitivo está com sério problema. O gestor que não tem habilidades para gerenciar essa inovação, está com problema maior ainda. 40/ Tópico 3 Unid. 1

62 4 Mudança como Fator de Inovação O fato de você inovar por si só não deixa a organização com grande capacidade competitiva, devemos dar atenção ao fato da mudança propriamente dita. Essa sim pode render muitos frutos aliada ao aspecto inovação. 41/ Tópico 3 Unid. 1

63 4 Mudança como Fator de Inovação As pessoas se deixam levar pelas crendices criadas por sua própria ideologia, não querendo utilizar a mudança como algo inovador, mas nós gestores, estamos aqui para mudar esse cenário e estar cada vez mais abertos às mudanças e principalmente às inovações. 42/ Tópico 3 Unid. 1

64 4 Mudança como Fator de Inovação Segundo Kotler (2006), existem alguns erros que os gestores cometem quando lideram a mudança: 43/ Tópico 3 Unid. 1

65 4 Mudança como Fator de Inovação Convencimento: não estabelecem um sentimento de urgência para tal ação e não criam uma aliança de orientação que seja forte o suficiente; 44/ Tópico 3 Unid. 1

66 4 Mudança como Fator de Inovação Mudança: não possuem visão. Subestimam a comunicação visual. Não querem remover os obstáculos para serem visionários e não planejam sistematicamente a mudança com avanços a curto prazo, desmotivando os demais por não perceberem logo as coisas mudando; 45/ Tópico 3 Unid. 1

67 4 Mudança como Fator de Inovação Solidificação: iniciam o grito da vitória muito cedo e não lastreiam as mudanças na cultura da organização. 46/ Tópico 3 Unid. 1

68

69 4 Mudança como Fator de Inovação 4.1 Sustentabilidade como Ferramenta de Inovação Sustentabilidade é a capacidade de se autossustentar, de se automanter. Uma atividade sustentável qualquer é aquela que pode ser mantida por um longo período indeterminado de tempo, ou seja, para sempre, de forma a não se esgotar nunca, apesar dos imprevistos que podem vir a ocorrer durante este período. 47/ Tópico 3 Unid. 1

70 4 Mudança como Fator de Inovação 4.1 Sustentabilidade como Ferramenta de Inovação Para que isso seja feito de forma a agregar valor à organização, o gestor deve estar atento às mudanças de cenário que possam ocorrer durante o período de implementação das estratégias sustentáveis. 48/ Tópico 3 Unid. 1

71 4 Mudança como Fator de Inovação 4.1 Sustentabilidade como Ferramenta de Inovação Para que as organizações possam contribuir para a sustentabilidade devem modificar seus processos produtivos, quando for necessário, para se tornarem ecologicamente sustentáveis. 48/ Tópico 3 Unid. 1

72 4 Mudança como Fator de Inovação 4.1 Sustentabilidade como Ferramenta de Inovação Isto implica construir sistemas de produção que não causem impactos negativos e mesmo estejam contribuindo para a recuperação de áreas degradadas ou oferecendo produtos e serviços que contribuam para a melhoria da performance ambiental dos consumidores e clientes de uma indústria. 49/ Tópico 3 Unid. 1

73 Parabéns!!! Terminamos a Unidade.

74 PRÓXIMA AULA: Técnicas de Gestão 4º Encontro da Disciplina 3ª Avaliação da Disciplina (AVALIAÇÃO FINAL)


Carregar ppt "Técnicas de Gestão Unidade 3. Educação a Distância – EaD Professor: Flávio Brustoloni Técnicas de Gestão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google