A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESTUDO DOS TRAÇOS DA PERSONALIDADE EM ATLETAS DE BASQUETEBOL JUVENIL EM SANTA CATARINA. P rofessor Orientador Ms. Gilberto Vaz Alunos: Soledá Menine Pereira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESTUDO DOS TRAÇOS DA PERSONALIDADE EM ATLETAS DE BASQUETEBOL JUVENIL EM SANTA CATARINA. P rofessor Orientador Ms. Gilberto Vaz Alunos: Soledá Menine Pereira."— Transcrição da apresentação:

1 ESTUDO DOS TRAÇOS DA PERSONALIDADE EM ATLETAS DE BASQUETEBOL JUVENIL EM SANTA CATARINA. P rofessor Orientador Ms. Gilberto Vaz Alunos: Soledá Menine Pereira. PUIC/ ED. FÍSICA E ESPORTE - UNISUL Palhoça - SC – Brasil Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL ANÁLISE DOS RESULTADOS Os meninos avaliados possuem quatro idades distintas, sendo dois deles com 11 anos, um com 12 anos, cinco com 13 anos e um com quatorze anos. Cada idade foi comparado na tabela que classificou cada atleta em muito fraco, fraco, razoável, bom ou muito bom. Dos nove meninos um (11,11%) foi classificado como muito fraco, um aluno (11,11%) foi considerado razoável, quatro (44,4%) foram classificados como bom e três (33,3%) obtiveram escores muito bom.. INTRODUÇÃO: O basquete, desde sua criação em 1891 até os dias de hoje, evoluiu no que diz respeito ao ambiente técnico, na condição física e psicológica do atleta, como também no campo das regras, da tecnologia e dos equipamentos. Essa evolução transformou o basquete num fenômeno social, econômico e cultural em todo o mundo, notadamente nos EUA, país criador do esporte, possuidor do campeonato profissional mais organizado e valorizado, a NBA (National Basketball Association), onde alcançou o maior desenvolvimento e a melhor performance técnica Entre os pesquisadores e psicólogos, observa-se que não há consenso quanto à existência, ou não, de uma personalidade pré-definida de atleta. Mas em Weinberg e Gould (2001) encontra-se a expressão personalidade do esportista, que define a personalidade ideal do atleta como aquela que possui determinadas qualidades positivas, tais como: autodisciplina, autoconfiança, inteligência de jogo, controle emocional, concentração, motivação positiva, determinação, compromisso, entre outras. Assim, este estudo aplicará o para os testes de traços de personalidade, uma adaptação reduzidado NEO-PI, o BIG FIVE TEST, pois este instrumento atende aos princípios norteadores de uma investigação voltada aos estudos de traços da personalidade. OBJETIVO: O objetivo deste estudo é identificar os traços da personalidade dos atletas de basquetebol juvenil, com idade entre 16 e 18 anos, que disputam competições de alto nível no Estado de Santa Catarina MATERIAIS E MÉTODOS: Para o teste de traços de personalidade, foi utilizado uma adaptação reduzida do NEO-PI, o BIG FIVE TEST. AMOSTRA: Jogadores de Basquetebol, de ambos os sexos, que disputam competições oficiais patrocinadas pela Federação Catarinense de Basketball, ou seja, o Campeonato Estadual Juvenil de Basquete; Fundação Catarinense de Desportos (FESPORTE), Olimpíada Estudantil de Santa Catarina (OLESC) e Joguinhos Abertos de Santa Catarina. A amostra de 157 jogadores pesquisados de basquete no Estado de Santa Catarina com idades entre 16 a 18 anos. ANÁLISE DOS RESULTADOS: A partir desses dados, é possível afirmar que existem traços de personalidade distintos entre os indivíduos pesquisados por sexo Segundo Lundin (1974), as respostas aos inventários de personalidade funcionam como indicações de traços. Essas respostas podem ser quantificadas e somadas, para formarem uma avaliação do grau de um traço particular que uma pessoa ou grupo de pessoas possuem, da forma como é indicado pelas suas respostas. CONCLUSÃO: Com relação aos traços de personalidade, observa-se que há distinções entre os grupos pesquisados, estendendo essas diferenças de fatores e níveis entre o grupo masculino e feminino. Portanto, é possível afirmar que existem traços de personalidade distintos entre os indivíduos pesquisados por sexo. Com relação às qualidades positivas, os atletas apresentam traços de autoconfiança, criatividade, liderança e motivação. No entanto destacam-se mais traços de espírito de grupo. Os traços de personalidade autocontrole, combatividade, concentração e sociabilidade são também apresentados e que o grupo feminino apresenta mais traços de autoconfiança, criatividade, combatividade, sociabilidade, liderança e motivação. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: BARRETO, S. J. Psicomotricidade, educação e reeducação. 2.ed. Blumenau: Livraria Acadêmica, BERNARDES, J. S. História. In: JACQUES, M. G. et al.; FONSECA, T. M. G. (orgs). Psicologia social contemporânea: livro-texto. Petrópolis: Vozes, BRANDÃO, M. R. F. Equipe nacional de voleibol masculino: um perfil sócio-psicológico à luz da ecologia do desenvolvimento humano. 1996, 152 p. Dissertação (Mestrado em Ciências do Movimento Humano). Universidade de Santa Maria, DE POSADA, J. Big Five Locator Personality Test: Test results. Disponível em. Acesso em 28 jun


Carregar ppt "ESTUDO DOS TRAÇOS DA PERSONALIDADE EM ATLETAS DE BASQUETEBOL JUVENIL EM SANTA CATARINA. P rofessor Orientador Ms. Gilberto Vaz Alunos: Soledá Menine Pereira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google