A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cenário para 2006/2007 Aliança José Márcio Camargo Novembro 2006.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cenário para 2006/2007 Aliança José Márcio Camargo Novembro 2006."— Transcrição da apresentação:

1 Cenário para 2006/2007 Aliança José Márcio Camargo Novembro 2006

2 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Cenário 2006/2007  Principais hipóteses: –Condições de crescimento mundial continuam favoráveis; –Condições positivas de solvência da dívida pública; –Risco político: não há incentivos para mudança de política econômica e ambiente favorece reformas;  Principais resultados: –Estabilidade no prêmio de risco; –Estabilidade e previsibilidade cambial; –Baixo risco inflacionário; –Espaço para redução dos juros reais; –Expansão do crédito e da renda.

3 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos  Condições teóricas para avanço de reformas: –Popularidade do presidente; –Participação no gabinete ministerial; –Controle da agenda legislativa; –Coesão da base aliada; –Coesão ideológica da base de apoio.  Sinal de paralisia é pouco provável: – Capital político renovado com eleições; – PMDB deve compor o gabinete ministerial; – PT será menor e com perfil menos radical; – Cláusula de barreira limita o número de partidos; – Disputa de 2010 se desloca para dentro do PSDB. O PT ficou órfão; – Incentivos para que PSDB apóie a governabilidade e as reformas. Congresso: sem paralisia

4 Economia Mundial

5 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Economia internacional  Perspectiva de crescimento mundial ainda elevado para 2007  Participação crescente de países fora do G-7 nos impulsos ao crescimento global  Economia norte-americana: cenário de soft landing  Liquidez para emergentes ainda deve ser significativa

6 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Crescimento mundial

7 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Liquidez se mantém (High Yields)

8 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Risco mudou de padrão (Embi)

9 Cenário fiscal

10 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Cenário Básico – Superávit Primário e Dívida Pública (% PIB)  O cenário básico da Tendências contempla um ambiente ainda favorável para geração do superávit primário do setor público no longo prazo.  Ou seja, um resultado compatível com a redução do endividamento público como porcentagem do PIB até 2015 – data limite da análise em questão.

11 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Superávit Primário – Governo Central  Com base nessas hipóteses, é possível traçar o comportamento futuro das despesas (excluindo os gastos previdenciários e com pessoal e encargos sociais) de tal forma que o primário seja cumprido.  Embora o cenário exija maior controle de gastos, o risco é baixo de esbarrarmos na linha crítica, ou seja, o piso fixado pelas vinculações de receita.

12 Crescimento do PIB 2006/2007

13 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos PIB – 2006 e 2007  Mesmo com resultados de investimentos abaixo do esperado no segundo trimestre, o cenário segue favorável  Prêmio de risco está em patamares baixos  Há espaço para queda de juros reais  Com impulsos monetários e fiscais, demanda interna de consumo segue aquecida  Impacto positivo do crescimento da massa salarial e da expansão do crédito sobre consumo  Crescimento da demanda compatível com condições de oferta (hiato pouco pressionado)

14 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos PIB – 2006 e 2007  Projeções

15 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos PIB (crescimento acumulado em quatro trimestres)

16 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos PIB  PIB: crescimento realizado, projetado e “potencial”

17 Inflação, câmbio e curva de juros

18 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Bases para as Projeções de Inflação  Projeção para o IPCA em 2006 é de 3,2% e para 2007 de 4,1% –Inflação corrente continua abaixo das expectativas –Câmbio continua bem comportado –Atividade continua crescendo em rítmo moderado –Inércia menor para os meses seguintes (serviços) –Projeção dos preços administrados continua bastante favorável

19 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Cenário de câmbio  Cenário é favorável para fluxo cambial, propiciando acúmulo de reservas e apreciação cambial

20 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Fluxo e taxa de câmbio

21 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Inflação 2007  Nossa previsão para a taxa de câmbio no final de 2007 é R$ 2,13/US$  Crescimento mais fraco em 2006 gera pressão de baixa na inflação em 2007  Inflação mais baixa em 2006 gera menos inércia para 2007  Projeção dos preços administrados aberta por item é de 4,1%, abaixo da hipótese de 6% do BC –IGP-M em 12 meses roda entre 3% e 4% ao longo de 2007  Não considera alta em alimentação (choque agrícola)

22 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Projeções de inflação

23 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Trajetória da SELIC  Ainda há espaço para queda dos juros reais

24 Macroeconomia, Política, Setorial e Projetos Rua Estados Unidos, 498, , São Paulo, SP Fone: Fax:


Carregar ppt "Cenário para 2006/2007 Aliança José Márcio Camargo Novembro 2006."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google