A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tamanho da Rede Estadual de Ensino Médio/MG 2.139 escolas com cursos de Ensino Médio. (2011 - SIE-SEEMG) 725.633 alunos matriculados no Ensino Médio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tamanho da Rede Estadual de Ensino Médio/MG 2.139 escolas com cursos de Ensino Médio. (2011 - SIE-SEEMG) 725.633 alunos matriculados no Ensino Médio."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Tamanho da Rede Estadual de Ensino Médio/MG escolas com cursos de Ensino Médio. ( SIE-SEEMG) alunos matriculados no Ensino Médio ( SIE-SEEMG)

4 Número Absoluto de Matrículas no Ensino Médio de Minas Gerais em 2011 Estes números não incluem as matrículas no 4º ano, como também não incluem as matrículas da modalidade não seriada. Fonte: SIE-SEEMG

5 DESAFIOS Pesquisa FGV: – Falta de interesse pela escola: principal motivo que leva o estudante a evadir. 40% dos jovens de 15 a 17 anos que evadem deixam de estudar simplesmente porque imaginam que a escola não é interessante. – Necessidade de trabalho: apontada em segundo lugar por 27% dos pesquisados como motivo de evasão. – Dificuldade de acesso à escola: aparece com 10,9% na terceira colocação. Fonte: Motivos da Evasão Escolar – FGV/RJ (2008).

6  O novo papel do conhecimento nas sociedades contemporâneas;  A crescente aproximação entre o mundo do trabalho e o mundo do conhecimento;  A emergência de um novo alunado;  A escola como indutora de profissões. O CENÁRIO ATUAL

7 EM SÍNTESE  O Ensino Médio ainda não é universal;  O Ensino Médio ainda é enciclopedista;  O Ensino Médio é reprovador e excludente;  Enfim, o Ensino Médio é de baixa qualidade, pouco atraente e não oferece potencial de empregabilidade para os alunos.

8  Garantir a especificidade da formação;  Gerar competências na área da empregabilidade;  Preparar para o prosseguimento dos estudos. Um ensino médio com identidade clara: Reinventando o Ensino Médio

9  Propiciar uma inserção significativa na vida cidadã;  Estabelecer metas de competência a serem atingidas e respectivos instrumentos de aferição;  Ofertar uma diversidade de áreas de empregabilidade;  Viabilizar o acesso à diversidade das áreas de empregabilidade; OBJETIVOS GERAIS

10  Acolher a multiplicidade das vocações;  Reordenar os conteúdos curriculares;  Recorrer a metodologias tecnologicamente inovadoras;  Favorecer a formação de quadros de qualidade;  Promover interação com as instâncias profissionalizantes. OBJETIVOS GERAIS

11  Conteúdos da formação comum a qualquer percurso representados pelas bolas azuis no interior do quase círculo;  Conteúdos de orientação curricular, comuns a qualquer percurso, representados pelos losangos boninas no interior do quase círculo; PERCURSOS CURRICULARES

12  Formações específicas representadas pelas esferas exteriores de várias cores. No interior dessas esferas, as pequenas esferas, quando coloridas, representam os conteúdos obrigatórios a cada área de empregabilidade e as pequenas esferas, quando brancas, representam conteúdos de natureza variável;  As três áreas de empregabilidade – Turismo, Comunicação Aplicada e Tecnologia da Informação - foram as escolhidas pelas 11 escolas integrantes do projeto piloto; PERCURSOS CURRICULARES

13  As setas brancas, provenientes da área externa, indicam espaços de formação e sinalizam que a aquisição de créditos, tradicionalmente proveniente de disciplinas, pode originar-se, também, de atividades provenientes da comunidade, como oficinas, eventos, estágios, entre outras;  As setas pretas, provenientes da área interna, indicam espaços de formação e sinalizam a aquisição de créditos decorrentes de atividades de intervenção da escola na comunidade, como feiras de ciências, programas de sustentabilidade e de difusão cultural; Percursos Curriculares

14  À exceção dos losangos boninas, que, dada sua natureza de etapa orientadora, devem estar no primeiro semestre do primeiro ano, a distribuição temporal permanece aberta e sujeita a pré-requisitos quando for o caso.  Os alunos devem cursar, a partir do primeiro semestre do primeiro ano, simultaneamente, a formação geral e a formação específica; Percursos Curriculares

15  A distribuição dos conteúdos da formação específica em obrigatórios e optativos garante uma possibilidade de flexibilização nas capacitações.  A transição de uma formação específica para outra estará aberta permanentemente, ressaltado que qualquer certificação nas áreas de empregabilidade exige o cumprimento de seus conteúdos obrigatórios ; Percursos Curriculares

16  Os conteúdos optativos das formações específicas podem ser cursados em outra área que não a de origem.  Os conteúdos obrigatórios de uma dada área poderão ser cursados como optativos por estudantes de outra área. Percursos Curriculares

17 A carga horária de hs será subdividida em hs (formação comum) e 500 hs (formação específica). Distribuição da carga horária

18 ÁREA 4 ÁREA n ÁREA 6 COMUNICAÇÃO APLICADA ÁREA 5 TURISMO Seminá- rio de Per- curso Cur- ricular Língua Estran- geira Educ. Física Física Quí- mica Bio- logia Geo- grafia His- tória Língua Portu- guesa Mate- mática Filo- sofia Socio- logia TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Conteú- dos da Área Arte Conteú- dos da Área Conteúdos Práticos Reordenação curricular Conteúdos Práticos Conteú- dos da Área Conteúdos Práticos

19 AÇÕES Reformulação e reconstrução da identidade do ensino médio Aluno preparado como cidadão, para continuidade dos estudos e para o mundo do trabalho 1. Reordenação curricular: criação dos conteúdos das áreas de empregabilidade e revisão dos CBCs. 2. Capacitação de professores em estratégias e tecnologias didático-pedagógicas inovadoras e nas áreas de empregabilidade 3. Implementação de tecnologias didático- pedagógicas inovadoras 4. Orientação e acompanhamento dos alunos nas áreas de empregabilidade 5. Adaptação das escolas aos requisitos necessários para a execução do projeto. 6. Monitoramento e avaliação do projeto 7. Acompanhamento pedagógico do Ensino Médio 8. Promoção e divulgação das experiências do projeto

20 Interações Formativas A interação entre a Magistra e o Reinventando o Ensino Médio correrá em dupla direção:  Identificação, por parte da Magistra, de áreas lacunares e geração de cursos;  Proposição, por parte do Ensino Médio, de conteúdos e metodologias no campo de conhecimento.

21 Interações Formativas A interação entre o Projeto Minas Presente na Escola e o Reinventando o Ensino Médio ocorrerá em dupla direção:  Oferta, por parte do Projeto Minas Presente na Escola, de programas voltados para complementação da formação discente;  Identificação, por parte do Ensino Médio, de atividades que possam ser contempladas pelos programas integrantes do Projeto Minas Presente na Escola.

22 Interações Formativas A Formação Técnica pode ser conduzida de duas maneiras:  Ensino Médio Integrado, que confere o certificado de conclusão do Ensino Médio e o diploma de Ensino Técnico;  Formação Técnica, Concomitante ou Sequencial, oferecidas fora da Rede Estadual, via Programa de Educação Profissional (PEP), que confere ao aluno um certificado. Grupo de Estudos do Ensino Médio Secretaria de Estado de Educação

23 MAGISTRA Minas Presente na Escola

24 ESCOLA TURMASALUNOS ALUNOS/ TURMA MTNTOTALMTN EE Carlos Drummond de Andrade ,15 EE Donato Werneck de Freitas ,80 EE Margarida de Mello Prado ,83 EE Maria Luiza Miranda Bastos ,13 EE Paschoal Comanducci ,93 EE Presidente Tancredo Neves ,54 EE Prof. Bolivar de Freitas ,60 EE Prof. Hílton Rocha ,30 EE Profa Francisca Malheiros ,13 EE Profa Inês Geralda de Oliveira ,64 EE Profa Maria Coutinho ,36 TOTAL MÉDIA ,52 Número de turmas e alunos das escolas do Projeto Piloto Reinventando o Ensino Médio – 2011 Fonte: SIMADE/SEEMG – NOV/2011

25

26


Carregar ppt "Tamanho da Rede Estadual de Ensino Médio/MG 2.139 escolas com cursos de Ensino Médio. (2011 - SIE-SEEMG) 725.633 alunos matriculados no Ensino Médio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google