A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministério da Defesa Escola Superior de Guerra Brasil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministério da Defesa Escola Superior de Guerra Brasil."— Transcrição da apresentação:

1 Ministério da Defesa Escola Superior de Guerra Brasil

2

3 COMPREENDER A POLÍTICA NACIONAL COMO PROCESSO GLOBAL QUE PERMITE IDENTIFICAR OS OBJETIVOS FUNDAMENTAIS E, ATRAVÉS DAS POLÍTICAS DE ESTADO E DE GOVERNO, ESTABELECER OS OBJETIVOS RESPECTIVOS.

4 INTRODUÇÃO POLÍTICA POLÍTICA X PODER POLÍTICA X ÉTICA POLÍTICA NACIONAL POLÍTICAS DE ESTADO E DE GOVERNO POLÍTICA X ESTRATÉGIA CONCLUSÃO

5 COMPREENDER A POLÍTICA NACIONAL COMO PROCESSO GLOBAL QUE PERMITE IDENTIFICAR OS OBJETIVOS FUNDAMENTAIS E, ATRAVÉS DAS POLÍTICAS DE ESTADO E DE GOVERNO, ESTABELECER OS OBJETIVOS RESPECTIVOS.

6 OBJETIVOS NACIONAIS PODER NACIONAL POLÍTICA NACIONAL ESTRATÉGIA NACIONAL

7 EXEMPLO OBJETIVO DE GOVERNO 2 – Redução do índice de analfabetismo em 5%. AÇÕES ESTRATÉGICAS OG 2 AE2.1 – Construir 01 (uma) escola para 1000 alunos. AE2.2 – Reformar 02 (duas) escolas. AE2.3 – Adquirir o mobiliário e equipamentos. AE2.4 – Investir na formação, aperfeiçoamento e gestão de recursos humanos. PODER NACIONAL - Engenheiros, técnicos em construção, pedreiros, tijolos, areia, cimento, ferragens, etc.

8

9

10 DISTRIBUIÇÃO DE TAREFAS DIVISÃO DO TRABALHO UNIDADE FUNCIONAL DESENVOLVIMENTO DA INTERDEPENDÊNCIA AUMENTO DA PRESIVISIBILIDADE DOS COMPORTAMENTOS INDIVIDUAIS TEMPO NÍVEL DE ORGANIZAÇÃO 1 2 3 4 AGREGADO...........................................................

11 DIV. TRABALHO DISTR. TAREFAS DESENV. INTERDEP. AUM. PREVIS. COMPORT. INDIV. UNIDADEFUNCIONALUNIDADEFUNCIONAL SOCIEDADESOCIEDADE DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA SOCIAL (UNIDADE PSICOLÓGICA) DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA SOCIAL (UNIDADE PSICOLÓGICA)

12 ARTE DE FIXAR OBJETIVOS E ORIENTAR O EMPREGO DOS MEIOS NECESSÁRIOS À SUA CONQUISTA.

13 FINS A ATINGIR MEIOS A EMPREGAR

14 COMO PRAXIS A ARTE DO POSSÍVEL. A ARTE DE TORNAR POSSÍVEL O QUE É NECESSÁRIO. A ARTE DE PERSUADIR. A ARTE DE ASCENDER AO PODER. A ARTE DO POSSÍVEL. A ARTE DE TORNAR POSSÍVEL O QUE É NECESSÁRIO. A ARTE DE PERSUADIR. A ARTE DE ASCENDER AO PODER.

15 POLÍTICA Significado clássico - De pólis, cidade, cidadão, público, sociável e social. - Durante séculos: coisas do Estado. Significado moderno - Como forma de atividade ou práxis humana ligado à noção de poder; - Como adjetivo: funciona para qualificar um conteúdo (poder político, instituições políticas).

16 Políticos são: processos, atos/instituições e concepções que definem polemicamente uma ordem vinculadora da convivência que realize o bem comum (público). O que caracteriza a política/político não é um desses elementos mais o equilíbrio de todos eles: - bem comum, - caráter polêmico ou conflituoso dos atos que visam a sua realização, - intervenção das agências de poder (estado).

17 Uma questão se torna política à medida que adquire um caráter polêmico e cuja satisfação é tida como bem comum (público), que deve ser visado ou respaldado por uma agência de poder. - Atividade livre não sujeita a normas jurídicas. Ela é criadora, fonte de mudanças, inovações e imprevistos. Exemplos; - cidadão que vota; - a imprensa que comenta ou omite; - os grupos que pressionam; e - o governante que propõe uma lei. Todos realizam atividades políticas (na ação e na omissão).

18 É uma atividade polêmica, ou decisão que concilia posições conflitantes. Isso decorre da liberdade com que decorre a atividade política. A ação política pugna por novas decisões ou as impõe. Assim, a oposição é muito importante na política.

19

20 FORÇA COERÇÃO INFLUÊNCIA AUTORIDADE LEGITIMIDADE

21

22 ARISTÓTELES – PLATÃO - Maquiavel Primeiros a fazer anotações e fazer da política uma ciência o homem é um animal político por excelência e deve encontrar na polis não só um meio de viver, mas de viver bem. Sua política é ao mesmo tempo um fundamento e um prolongamento da ética. O homem nasce com vários defeitos e não pode passar esses defeitos para o seu representante, que é o governante.

23 Política x Ética Ética é a ciência do comportamento moral dos homens em sociedade. Ética é o conjunto de normas de comportamento e formas de vida através do qual o homem tende a realizar o valor do bem. Devem coexistir a ética individual e a ética política. A 1ª é uma ética de convicções. A 2ª, uma ética de responsabilidade.

24 OBJETIVOS NACIONAIS OBJETIVOS NACIONAIS ESTADO NAÇÃO ACESSO AO PODER EMPREGO DO PODER CONSENSO FASE DA COMPETIÇÃO FINALIDADE FASE DA DESTINAÇÃO EFICIÊNCIA FASE ARQUITETÔNICA

25 É O CONJUNTO DE OBJETIVOS FUNDAMENTAIS BEM COMO A ORIENTAÇÃO PARA EMPREGO DO PODER NACIONAL, ATUANDO EM CONFORMIDADE COM A VONTADE NACIONAL. É O CONJUNTO DE OBJETIVOS FUNDAMENTAIS BEM COMO A ORIENTAÇÃO PARA EMPREGO DO PODER NACIONAL, ATUANDO EM CONFORMIDADE COM A VONTADE NACIONAL.

26 É O CONJUNTO DE OBJETIVOS DE ESTADO, BEM COMO A ORIENTAÇÃO PARA EMPREGO DO PODER ESTATAL, ATUANDO EM CONSONÂNCIA COM OS RELEVANTES INTERESSES NACIONAIS.

27 É O CONJUNTO DE OBJETIVOS DE GOVERNO, BEM COMO A ORIENTAÇÃO PARA O EMPREGO DO PODER NACIONAL ATUANDO EM CONSONÂNCIA COM A CONJUNTURA.

28 POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO CAMPO POLÍTICA DE DEFESA POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO CAMPO POLÍTICA DE DEFESA POLÍTICA INTERNA ÂMBITO POLÍTICA EXTERNA POLÍTICA INTERNA ÂMBITO POLÍTICA EXTERNA POLÍTICA DO GOVERNO A TEMPO POLÍTICA DO GOVERNO B POLÍTICA DO GOVERNO A TEMPO POLÍTICA DO GOVERNO B

29 POLÍTICAS DE ESTADO E DE GOVERNO POLÍTICA DE DEFESA POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO SETORIAIS REGIONAIS ESPECÍFICAS

30 POLÍTICA X ESTRATÉGIA

31 ARTE OU CIÊNCIA DE GOVERNAR. É A CONCEPÇÃO DE COMO GOVERNAR O ESTADO. ARTE DE EXECUTAR A POLÍTICA. COMPREENDE A AÇÃO OU AS AÇÕES NECESSÁRIAS PARA ALCANÇAR OS OBJETIVOS DA POLÍTICA. Gen MEIRA MATTOS

32 CONCLUSÃO Política Processo global Identifica OF e fixa OE/OG Polêmica – ordem vinculadora – bem comum

33 O MAIOR DESAFIO PARA AQUELES QUE NÃO SE INTERESSAM POR POLÍTICA É QUE SERÃO GOVERNADOS POR AQUELES QUE SE INTERESSAM. Arnold Toinbee

34 NENHUM VENTO NOS SERÁ FAVORÁVEL SE NÃO SOUBERMOS O PORTO DE DESTINO. Sêneca – Ano IV a.C. Sêneca – Ano IV a.C.

35 DISCUSSÃO DIRIGIDA TÓPICOS PARA DISCUSSÃO 1. Identificar Políticas Setoriais da República Democrática de Timor-Leste. 2. Qual a importância da Política?

36 DISCUSSÃO DIRIGIDA 1.Identificar Políticas Setoriais. - Ministério da Saúde - Ministério da Educação - Ministério do Economia e Desenvolvimento - Ministério da Agricultura - Ministério da Defesa e Secretaria de Estado


Carregar ppt "Ministério da Defesa Escola Superior de Guerra Brasil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google