A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROVINHA BRASIL Reunião de Pais e Professoras E. M. ERWIN PRADE 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROVINHA BRASIL Reunião de Pais e Professoras E. M. ERWIN PRADE 2008."— Transcrição da apresentação:

1 PROVINHA BRASIL Reunião de Pais e Professoras E. M. ERWIN PRADE 2008

2 PRESSUPOSTO FUNDAMENTAL ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO Processos complementares e inseparáveis. LEITURA + ESCRITA + ORALIDADE

3 PARTICIPAÇÃO DOS PAIS!

4 A alfabetização é um processo de construção de hipóteses sobre o funcionamento do sistema alfabético de escrita. Para aprender a ler e escrever, o aluno precisa participar de situações que colocam a necessidade de refletir, transformando informações em conhecimento próprio e enfrentando desafios. Assim, descobrimos que ler é muito mais do que decodificar.

5

6 PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO Apropriação do sistema de escrita, que supõe a compreensão do princípio alfabético, indispensável ao domínio da leitura e da escrita.

7 LETRAMENTO Refere-se às práticas e aos usos sociais da leitura e da escrita em diferentes contextos.

8

9 NÍVEIS Para constituir os níveis, foi feita uma análise da dificuldade das habilidades medidas no teste. Em seguida, as habilidades foram distribuídas gradativamente, desde as que estão associadas a processos cognitivos e conhecimentos básicos até os mais avançados.

10 NÍVEIS: Nível 1 – até 13 acertos Nível 2 – de 14 a 17 acertos Nível 3 – de 18 a 20 acertos Nível 4 – de 21 a 22 acertos Nível 5 – de 23 a 24 acertos

11 NÍVEIS: Cada nível apresenta novas habilidades e engloba as anteriores. Por exemplo: uma criança que alcançou o nível 3 já desenvolveu as habilidades dos níveis 1 e 2.

12 NÍVEIS: Importante: Esses níveis servem para mostrar em que ponto do processo de aprendizagem as crianças se encontram no momento da aplicação da Provinha Brasil e devem ser usados como referência para o planejamento de ensino e da aprendizagem.

13 NÍVEIS: A atenção deve ser dada às crianças que estão no Nível 1 e 2, de modo que no final do ano letivo elas atinjam, pelo menos, os níveis 3 e 4 respectivamente. Já as crianças que se encontram nos Níveis 3 e 4, as ações pedagógicas devem possibilitar que elas avancem para os níveis 4 e 5 respectivamente.

14 NÍVEL 1 (até 13 acertos) Os alunos se encontram em um estágio muito inicial em relação à aprendizagem da escrita. Estão começando a se apropriar das habilidades referentes ao domínio das regras que orientam o uso do sistema alfabético para ler e escrever.

15 NÍVEL 2 (de 14 a 17 acertos) Além de já terem consolidado as habilidades do nível anterior, referentes ao conhecimento e uso do sistema de escrita, já associam adequadamente letras e sons. Embora ainda apresentem algumas dificuldades na leitura de palavras com ortografia mais complexa, são capazes de ler, por exemplo, panela, aranha, cachorro – entre outras. São capazes de ler palavras com vários tipos de estrutura silábica.

16 NÍVEL 3 (de 18 a 20 acertos) Neste nível, os alunos demonstram que consolidaram a capacidade de ler palavras de diferentes tamanhos e padrões silábicos, conseguem ler frases com sintaxe simples (sujeito + verbo + objeto) e utilizam algumas estratégias que permitem ler textos de curta extensão.

17 NÍVEL 4 (de 21 a 22 acertos) Os alunos lêem textos de aproximadamente 8 a 10 linhas, na ordem direta (início, meio, fim) e de estrutura sintática simples (sujeito + verbo + objeto) e de vocabulário explorado comumente na escola. Nesses textos, são capazes de localizar informação, realizar algumas inferências e compreender qual é o assunto.

18 NÍVEL 5 (de 23 a 24 acertos) Os alunos demonstram ter alcançado o domínio do sistema de escrita e a compreensão do princípio alfabético, apresentando um excelente desempenho, tendo em vista as habilidades que definem o aluno como alfabetizado e considerando as que são desejáveis para o fim do segundo ano de escolarização. Assim, as crianças que atingiram este nível já avançaram expressivamente no processo de alfabetização e letramento inicial.

19 INCENTIVO DOS PAIS:

20 Seus filhos têm de fazer O DEVER DE CASA E AS TAREFAS QUE OS PROFESSORES MANDAREM. MAS ATENÇÃO: OS PAIS NÃO DEVEM FAZER O DEVER PARA SEUS FILHOS. SE TIVEREM DIFICULDADE, CONVERSEM COM ELES E COM AS PROFESSORAS. É ASSIM QUE OS PAIS AJUDAM A CRIANÇA A APRENDER MAIS E MELHOR. LEIAM. PODE SER UM LIVRO, UMA REVISTA, UM JORNAL. PEÇAM QUE SEUS FILHOS LEIAM SEMPRE PARA VOCÊ. É IMPORTANTE CRIAR O HÁBITO DA LEITURA. Incentivem seus filhos a freqüentarem a biblioteca da escola ou da cidade. Seus filhos precisam saber que tem hora para BRINCAR, JOGAR, VER TV, PASSEAR. E ESTUDAR!

21 LEMBREM-SE! O SEU INTERESSE EM ACOMPANHAR OS ESTUDOS DE SEU FILHO CONTRIBUI PARA QUE ELES APRENDAM SEMPRE MAIS!


Carregar ppt "PROVINHA BRASIL Reunião de Pais e Professoras E. M. ERWIN PRADE 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google