A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO ECOLÓGICOS. Organismos individuais são a menor escala de estudo considerada dentro da ecologia. Pressupostos da teoria de evolução.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO ECOLÓGICOS. Organismos individuais são a menor escala de estudo considerada dentro da ecologia. Pressupostos da teoria de evolução."— Transcrição da apresentação:

1 NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO ECOLÓGICOS

2 Organismos individuais são a menor escala de estudo considerada dentro da ecologia. Pressupostos da teoria de evolução podem ser adotados em ecologia para explicar a distribuição dos organismos. INDIVÍDUO

3 Os indivíduos de uma mesma espécie não são idênticos. Alguma parte dessa variação é herdável. Diferentes ancestrais deixam um número diferente de descendentes – inclui a chance de sobrevivência até a idade adulta, a taxa de reprodução e a chance de sobrevivência dos novos descendentes... Interação entre características individuais herdadas e o ambiente. INDIVÍDUO

4 Indivíduos com maior aptidão são aqueles que deixam um maior número de descendentes em determinado ambiente. A aptidão é um conceito relativo aplicado a um tipo de indivíduo e depende do ambiente. INDIVÍDUO

5 Variação geográfica entre a mesma espécie São chamados ecótipos diferenças entre indivíduos que vivem em ambientes diferentes (são localmente adaptados). Ex: Sotalia fluviatilis(boto cinza) há indivíduos que vivem no mar e indivíduos que vivem nos rios amazônicos. ESPÉCIES

6 Polimorfismo genético É a variação fenotípica em classes distintas da mesma espécie em condições que não são influenciadas por forças seletivas. Ex: Os grupos sanguíneos de sistema ABO. Ecótipo Polimorfismo ESPÉCIES

7 O que é considerado uma espécie? ESPÉCIES

8 Conceito de bioespécies Organismos que são potencialmente intercruzantes e que podem gerar uma prole fértil pertencem a mesma espécie. ESPÉCIES

9 Problemas com o conceito de bioespécies Alguns organismos não tem sexo e não acasalam. Muito difícil, custoso e leva bastante tempo para se verificar. Para cada caso analisado pode-se adotar um padrão (genético, morfológico, bioespécie). ESPÉCIES

10 Especiação Alopátrica ESPÉCIES

11 Especiação Simpátrica O polimorfismo genético pode isolar reproduti- vamente os indivíduos. ESPÉCIES

12 Fatores que podem causar especiações Movimentos da crosta terrestre. ESPÉCIES

13 Fatores que podem causar especiações Movimentos da crosta terrestre. ESPÉCIES

14 Fatores que podem causar especiações Mudanças climáticas. ESPÉCIES

15 Fatores que podem causar especiações Mudanças climáticas. ESPÉCIES

16 Organismos unitários e modulares Unitários: possuem a forma altamente determinada (os gatos tem 4 patas) e os juvenis serão semelhantes aos adultos. Modulares: Nem a forma e nem o tempo de crescimento são determinados. Forma-se um módulo germinativo e o organismo se desenvolve a partir deste módulo. Ex; corais e esponjas. ESPÉCIES

17 Ciclos de vida Envolve as fases da vida desde o nascimento. A maioria dos organismos segue: Nascimento período pré-reprodutivo reprodução senescência morte ESPÉCIES

18 Semelparidade: Há um único ciclo reprodutivo e o organismo morre em seguida. Não há superposição de gerações. Ex: Alguns peixes que vivem em poças, salmões e alguns tipos de insetos (Ephemeroptera). Iteroparidade: As gerações se superpõem com os parentais convivendo com os descendentes. Ex: Homem ESPÉCIES

19 Diferentes ciclos de vida entre espécies semelpareas e iteropareas.

20 Ciclos reprodutivos – Haplobiontes haplontes ESPÉCIES Ex: Fungos

21 Ciclos reprodutivos – Haplobiontes diplontes ESPÉCIES Ex: Mamíferos

22 Ciclos reprodutivos – Diplobionte ESPÉCIES Ex: Pteridófitas

23 Estratégia r : se refere a taxa de crescimento da população. As espécies r-estrategistas investem em crescimento rápido e prole abundante, porém de tamanho limitado e tempo de vida curto. Ex: Peixes salmonídeos, bactérias, protistas. Estratégia K : Se refere a capacidade de suporte do meio. As espécies K-estrategistas investem em crescimento corporal e cuidado parental com prole de poucos indivíduos e com um grande tempo de vida. Ex: Humanos ESPÉCIES

24 Indivíduo Espécie População Comunidades Ecossistemas Biosfera NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO EM ECOLOGIA


Carregar ppt "NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO ECOLÓGICOS. Organismos individuais são a menor escala de estudo considerada dentro da ecologia. Pressupostos da teoria de evolução."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google