A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ângela Maria de Oliveira Barbosa Nunes. Contextualização e Interdisciplinaridade. Experimentação como momento de construção e reconstrução do conhecimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ângela Maria de Oliveira Barbosa Nunes. Contextualização e Interdisciplinaridade. Experimentação como momento de construção e reconstrução do conhecimento."— Transcrição da apresentação:

1 Ângela Maria de Oliveira Barbosa Nunes

2 Contextualização e Interdisciplinaridade. Experimentação como momento de construção e reconstrução do conhecimento. Organização dos conteúdos específicos em espiral, respeitando o desenvolvimento cognitivo. Considerar os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais.

3 ARTICULAÇÃO +

4 1º : Fazer uma avaliação diagnóstica. 2º :Analisar a situação de aprendizagem. 3º :Se após a análise da SA, você professor sentir a necessidade de adequá-la, você tem total autonomia para isso, mas não pode esquecer do comprometimento com o eixo central da área.

5

6 Ao longo das séries, as habilidades relativas ao mesmo tema se tornam mais complexas A necessária articulação entre: Conteúdos Habilidades Estratégias Metodológicas Avaliação

7 Clareza dos objetivos; Clareza dos conteúdos que serão abordados para se atingir o objetivo proposto e sua natureza; Levantamento dos conhecimentos prévios (conteúdos estruturantes); Proposição de uma situação problematizadora e contextualização da atividade ou tema proposto; Explicitação para os aprendizes sobre o objetivo da sequencia didática, projeto ou da atividade proposta; Planejamento das intervenções que serão realizadas durante a realização das atividades; Organização do contexto de aprendizagem (duplas, grupos, individual); Planejamento das formas de registro das aprendizagens realizadas; Avaliação

8 1ª série – Transformações Químicas 2ª série – Materiais e Suas Propriedades 3ª série – Atmosfera, hidrosfera e biosfera como fontes de materiais para uso humano

9 Quando propomos a experimentação, não pretendemos apenas que os alunos utilizem materiais do laboratório, tampouco redescubram os conceitos criados pelos cientistas. O que prioriza é que o aluno entre em contato com fenômenos químicos e que tenha possibilidade de criar modelos explicativos para eles, através de suas observações, de seu sistema lógico, de sua linguagem.

10

11 Experimentos ( materiais alternativos) Questionamentos que ajudam os alunos a desenvolver as competências e habilidades requeridas. Pesquisas na Internet Entrevistas na Comunidade Sistematização do conhecimento através de produções textuais

12 Leiam os cadernos dos professores - todas as situações de aprendizagem, para perceber o clima do caderno, o que o caderno pretende dos alunos. Observem que todos os conteúdos que estávamos acostumados a trabalhar estão todos contemplados no caderno, mas as vezes num outro momento.

13 Questões para análise: 1- Que habilidades estão sendo desenvolvidas nessa atividade? 2- Quais conteúdos / conceitos estão sendo trabalhados? 3- Trata-se de uma atividade fácil ou difícil? 4- Há necessidade de usar materiais de apoio para desenvolver os conteúdos ou construir os conceitos? Qual (is)? 5- Em sala de aula, seria de execução rápida ou lenta ?


Carregar ppt "Ângela Maria de Oliveira Barbosa Nunes. Contextualização e Interdisciplinaridade. Experimentação como momento de construção e reconstrução do conhecimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google