A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica CGEB Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica CGEB Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 1."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica CGEB Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 1

2 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica GESTÃO CURRÍCULO RECURSOS E MATERIAIS DIDÁTICOS FORMAÇÃO ACOMPANHAMENTO AVALIAÇÃO, RECUPERAÇÃO E REFORÇO ACESSO E PERMANÊNCIA ENGAJAMENTO DA COMUNIDADE REGULAÇÃO DO SISTEMA 2

3 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS PLANO DE AÇÃO CGEB

4 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Slide 4 QUADRO GERAL - ESCOLAS PRIORITÁRIAS 5º ano 4ª Série9º ano 8ª SérieEnsino Médio Língua Portuguesa Matemática Língua Portuguesa Matemática Língua Portuguesa Matemática % de Alunos Abaixo do Básico >= 40%> =50%> =37%> =46%> =54%> =74% Critérios para seleção de Escolas Prioritárias

5 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS V. Elevar significativamente a qualidade do ensino nas Escolas Prioritárias Remanescentes* *escolas que eram prioritárias no ano anterior e permanecem na lista, com desempenho abaixo do básico. Novas* *diminuíram o desempenho, para o nível abaixo do básico, e passaram a constar na lista. TOTAL Emergentes* *aumentaram seu desempenho no SARESP e deixaram de constar na lista.

6 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS V. Elevar significativamente a qualidade do ensino nas Escolas Prioritárias Dar suporte técnico e pedagógico às escolas e Diretorias de Ensino, por meio do acompanhamento dos Planos de Ação das DEs junto às Escolas Prioritárias. Desenvolver uma metodologia de trabalho que possibilite a identificação de entraves às práticas educativas, a proposição de ações integradas, direcionada à melhoria do ensino e da aprendizagem Consolidar ações de acompanhamento e de avaliação dos impactos das ações de apoio à aprendizagem nas escolas prioritárias. OBJETIVOS

7 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS V. Elevar significativamente a qualidade do ensino nas Escolas Prioritárias Otimizar a participação da comunidade escolar na reflexão sobre a realidade da escola, no planejamento de ações para resolução de problemas e necessidades, por meio do instrumento "PLANO DE AÇÃO PARTICIPATIVO" (PAP) Fortalecer a equipe gestora potencializando o papel do PCAGP nas Escolas Prioritárias: a função do PCAGP foi criada para atender especialmente as escolas prioritárias: acompanhar a execução do PAP e do programa residência educacional na escola. Acompanhar os mecanismos de apoio que subsidiam a atuação do professor: Professor Auxiliar, Residentes, Bolsistas PIBID, Recuperação e Reforço.

8 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS V. Elevar significativamente a qualidade do ensino nas Escolas Prioritárias Discutir e agilizar as demandas e necessidades das Escolas Prioritárias, por meio do COMITÊ DE ESCOLAS PRIORITÁRIAS, com representação de todas as coordenadorias. Fornecer informações ao Sistema de Ensino sobre as principais dificuldades enfrentadas pelos gestores escolares, contempladas ou não no Plano de Ação da Escola (PAP ou outro instrumento que a escola utilize), para articulação e consolidação de ações. Divulgar informações sobre o Programa, e compartilhar boas práticas, utilizando o PORTAL SEE; a INTRANET e a PLATAFORMA PROFESSOR 2.0

9 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Fortalecer espaços de reflexão sobre as questões pedagógicas com proposições coletivas para a elaboração /revisão da Proposta Pedagógica ; Verificar coerência entre Proposta Pedagógica, PAP e Plano de Gestão; Analisar se as ações elencadas nos documentos estão sendo desenvolvidas e se estão de acordo com as necessidades da escola ou necessitam de revisão; Assegurar o diálogo entre as disciplinas do mesmo segmento e de segmentos diferentes ( E.F. e E.M.); Trabalhar em prol de um entendimento mais amplo de currículo escolar, bem como da concepção que o embasa. PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS Atribuições do Professor Coordenador de Apoio à Gestão Pedagógica Resolução SE 03/2013 Atribuições do Professor Coordenador de Apoio à Gestão Pedagógica Resolução SE 03/2013

10 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Fortalecer os momentos de reflexão coletiva sobre o currículo oficial x Proposta Pedagógica X PAP; Estimular abordagens multidisciplinares por meio de metodologia de projeto ou de temáticas transversais significativas; Proceder a análise qualitativa dos dados das avaliações internas e externas com vistas à organização de ações articuladas para a melhoria do ensino e da aprendizagem e aperfeiçoamento das práticas; Garantir espaço de estudo e elaboração da pauta formativa do ATPC; Acompanhar as ações dos Professores Coordenadores junto ao seu segmento estabelecendo um ambiente de colaboração e problematização das práticas ( reflexão, estudos em grupo), com vistas ao aperfeiçoamento pedagógico. PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS

11 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 11 Ações direcionadas para as Escolas Prioritárias, com foco: Currículo e Gestão Ações direcionadas para as Escolas Prioritárias, com foco: Currículo e Gestão PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS

12 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Mapeamento de recursos e programas disponíveis nas escolas (JAN-ABR/2014); Perfil das Escolas Prioritárias, resultante da análise dos dados mapeados (JAN- JUL/2014); Instituição de equipe, em cada Diretoria de Ensino, para elaboração e acompanhamento do Plano de Ação para as escolas prioritárias e interlocução com a equipe central (ABR/2014); PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS AÇÕES CENTRALIZADAS

13 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Reuniões de Trabalho com as DER com mais de 20 escolas prioritárias (24 DER), em 9 polos, (ABR/2014); Acompanhamento dos Planos de Ação das Diretorias de Ensino junto às escolas prioritárias ; Acompanhamento do Plano de Ação Participativo das escolas prioritárias, via sistema computacional. Suporte Técnico às Diretorias de Ensino em seu papel de acompanhar a elaboração e execução dos Planos de Ação Participativos das Escolas, em articulação com outras equipes da Secretaria. PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS

14 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Dados IMAGEM 14 Programa Escolas Prioritárias Analise dos resultados SARESP/IDESP, Avaliação da Aprendizagem em Processo (AAP). No âmbito central, os dados serão analisados periódica e sistematicamente para acompanhamento e melhoramento dos processos. Analise dos resultados SARESP/IDESP, Avaliação da Aprendizagem em Processo (AAP). No âmbito central, os dados serão analisados periódica e sistematicamente para acompanhamento e melhoramento dos processos.

15 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Parcerias 1 –CEFAF 2- CEFAI 3- CEPQM 4- CPRESP 5 – CAESP 6- ASTEP 7- FDE 8- CRE 9- EFAP 10- SAREG 11- CIMA 12- CISE IMAGEM 15 PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS

16 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 16 Composta por 2 (dois) supervisores de ensino, 1 (um) Diretor de Núcleo Pedagógico, 2 (dois) PCNP e 1(um) Executivo Público. Objetivos: Coordenar e acompanhar a elaboração e execução das ações específicas às Escolas Prioritárias, que comporá o Plano de Ação das DER; Acompanhar, via sistema computacional, o status dos Planos de Ação Participativa (PAP) das Escolas Prioritárias; Assessorar e orientar os supervisores de ensino a respeito das intervenções necessárias, encaminhando à Equipe Central do Programa, questões que fujam à sua governabilidade; Articular-se com a Equipe Central do Programa, fornecendo informações sistemáticas sobre as principais dificuldades enfrentadas pelos gestores escolares em relação às demandas das escolas prioritárias. Coordenação Regional do Programa Escolas Prioritárias PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS

17 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Os registros dos Planos de Ação Participativos - PAP, implantados no sistema, serão analisados por todos os envolvidos: Escolas, Diretorias, Órgãos Centrais. IMAGEM 17 Avaliação PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS

18 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Slide 18 I- Acompanhamento nas Escolas: Equipe Gestora, Comunidade Escolar e Supervisor da Escola. A Equipe Gestora e a comunidade escolar executam as ações planejadas e acompanham a realização do Plano de Ação. O Supervisor de Ensino auxilia a equipe gestora da UE e a comunidade escolar a refletirem sobre as questões e ações pertinentes e apoia a execução das ações planejadas. I- Acompanhamento nas Escolas: Equipe Gestora, Comunidade Escolar e Supervisor da Escola. A Equipe Gestora e a comunidade escolar executam as ações planejadas e acompanham a realização do Plano de Ação. O Supervisor de Ensino auxilia a equipe gestora da UE e a comunidade escolar a refletirem sobre as questões e ações pertinentes e apoia a execução das ações planejadas. PROGRAMA ESCOLAS PRIORITÁRIAS ACOMPANHAMENTO DO PAP 2014: ESTRATÉGIA

19 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Slide 19 Plano de Ação – Programa - Escolas Prioritárias II – Acompanhamento na DER: Coordenação Regional e Supervisor da UE O Supervisor de Ensino da UE valida o PAP elaborado, registra comentários quando achar necessário, acompanha a realização das ações planejadas e compartilha experiências com os colegas na DER.( Sugestão Roteiro de Acompanhamento do PAP). A Coordenação Regional fará a ponte entre a DE e a SEE : Faz análise semestral por DE dos problemas recorrentes e ações propostas no PAP com apoio dos demais Supervisores das Escolas Prioritárias. Articula e orienta os supervisores responsáveis pelas UEs quanto a utilização do PAP numa reflexão conjunta e trabalho coletivo. II – Acompanhamento na DER: Coordenação Regional e Supervisor da UE O Supervisor de Ensino da UE valida o PAP elaborado, registra comentários quando achar necessário, acompanha a realização das ações planejadas e compartilha experiências com os colegas na DER.( Sugestão Roteiro de Acompanhamento do PAP). A Coordenação Regional fará a ponte entre a DE e a SEE : Faz análise semestral por DE dos problemas recorrentes e ações propostas no PAP com apoio dos demais Supervisores das Escolas Prioritárias. Articula e orienta os supervisores responsáveis pelas UEs quanto a utilização do PAP numa reflexão conjunta e trabalho coletivo.

20 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Slide 20 Plano de Ação – Programa - Escolas Prioritárias III- Acompanhamento Equipe Central: Equipe responsável pelo Programa Escolas Prioritárias Acompanha o sistema computacional do PAP, com base em amostragem por DER ( melhoria e aperfeiçoamento da Plataforma). Consolida relatórios das análises semestrais elaboradas pela Coordenação Regional. Comunica as diretrizes gerais, disponibilizar materiais de apoio, responder dúvidas, identificar entraves e encaminhar as proposições. III- Acompanhamento Equipe Central: Equipe responsável pelo Programa Escolas Prioritárias Acompanha o sistema computacional do PAP, com base em amostragem por DER ( melhoria e aperfeiçoamento da Plataforma). Consolida relatórios das análises semestrais elaboradas pela Coordenação Regional. Comunica as diretrizes gerais, disponibilizar materiais de apoio, responder dúvidas, identificar entraves e encaminhar as proposições.

21 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Slide 21 Instrumentos indicados pela EFAP para a realização de Autoavaliação Institucional Participativa. Introdução ao PAP – 2012 : Este documento enfatiza os objetivos do planejamento dentro do processo de aperfeiçoamento da cultura institucional de autoavaliação, o planejamento e o acompanhamento, com vistas à tomada de decisões em benefício da escola e de todos os envolvidos.. Guia de Elaboração: Trata-se de um instrumento de gestão escolar cujo objetivo inicial era o de auxiliar as escolas prioritárias da rede pública estadual de ensino a diagnosticar problemas críticos dentro da governabilidade da própria escola e, a partir daí, construir um plano de ação para superar ou mitigar cada um desses problemas.. OT PAP Fundamentação Teórica: A leitura deste texto possibilitará a compreensão sobre como organizar e utilizar os instrumentos de forma coerente, fortalecendo a gestão participativa das escolas. PAP – Roteiro de Acompanhamento:Este documento traz orientações e sugestões destinadas aos supervisores de ensino, cuja ação deve contribuir para que a escola assegure um planejamento coerente, com viabilidade das ações planejadas. Material disponível para a Autoavaliação Institucional Participativa

22 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Slide 22 PAP Volume 2: Este volume oportuniza a reflexão coletiva em cada uma das dimensões da gestão. São apresentadas fichas cuja função é auxiliar a escola na reflexão sobre sua própria realidade. O PAP – Plano de Ação Participativo deve ser preenchido e construído da forma mais colaborativa possível (respeitando o contexto de cada escola), preferencialmente envolvendo a comunidade escolar A autoavaliação institucional como estratégia de gestão da escola de Educação Básica: Texto da mestranda Márcia Andréia Grochoska (PUCPR) traz uma reflexão sobre as contribuições que a autoavaliação institucional pode oferecer para a melhoria da gestão básica. PGE Manual Conselho de Grêmio Estudantil Vídeos O papel das lideranças na Autoavaliação Institucional Participativa. A importância da Autoavaliação Institucional Participativa. Material disponível para a Autoavaliação Institucional Participativa

23 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Equipe Escolas Prioritárias: Obrigado! 23 Equipe Escolas Prioritárias:


Carregar ppt "SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Coordenadoria de Gestão da Educação Básica CGEB Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google