A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Danilo B. Pompermayer. Id: Mulher, 48 anos QP: Há cerca de 7 dias com quadro de tosse com expectoração amarelada HMA: Quadro de cerca de 4 meses de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Danilo B. Pompermayer. Id: Mulher, 48 anos QP: Há cerca de 7 dias com quadro de tosse com expectoração amarelada HMA: Quadro de cerca de 4 meses de."— Transcrição da apresentação:

1 Danilo B. Pompermayer

2

3 Id: Mulher, 48 anos QP: Há cerca de 7 dias com quadro de tosse com expectoração amarelada HMA: Quadro de cerca de 4 meses de duração de anedonia, tristeza, aumento do sono e ganho de peso. Teve febre de 38,5°C há 2 dias atrás; há 1 dia evoluindo com quadro de piora importante da sonolência, astenia e confusão mental.

4 HMP: Antecedente de artrite reumatoide, fazia uso de prednisona até 8 meses atrás, não usa nenhuma outra medicação HMF: Sem particularidades CHV: Sem particularidades

5

6 REG: descorada +/4+, hidratada, pele discretamente amarelada, acianótica Aparelho respiratório: MV + com estertores crepitantes em campo médio à direita Aparelho cardiovascular: bulhas rítmicas hipofonéticas, sem sopros. Trato gastrintestinal: globoso, flácido, RHA+, sem visceromegalias e massas palpáveis.

7 Membros inferiores: pulsos positivos, edema 3+/4+ principalmente em região pré-tibial. SaO 2 : 92%. Frequência respiratória: 12 irm Temperatura: 34,9°C Pressão arterial: 110 x 88 mmHg Frequência cardíaca: 58 bpm Glasgow 10 (AO: 2 RM: 4 RV: 4)

8

9 Hb: 10,8. Ht: 32,3%. VCM: 100 u/L leucócitos com 7% de bastonetes e 72% de segmentados plaquetas Glicemia: 72 mg/dL Bilirrubina: 1,5 (bilirrubina direta 0,8 mg/dL) TGO: 42 mg/dL TGP: 43 mg/dL CPK: 2100 u/L Na: 129 mEq/L K: 4,2 mEq/L ECG: complexos QRS de baixa voltagem

10

11 T4 livre 0,2 mcg/dL.TSH: 65 mcg/dL Hb: 10,8. Ht: 32,3%. VCM: 100 u/L leucócitos com 7% de bastonetes e 72% de segmentados plaquetas Glicemia: 72 mg/dL Bilirrubina: 1,5 (bilirrubina direta 0,8 mg/dL) TGO: 42 mg/dL TGP: 43 mg/dL CPK: 2100 u/L Na: 129 mEq/L K: 4,2 mEq/L

12

13 Forma grave e potencialmente fatal do hipotireoidismo; geralmente de longa duração, não tratado; em que os mecanismos adaptativos para manter a homeostase são rompidos

14 Fator precipitante + exposição ao frio = ruptura do metabolismo Hipotireoidismo compensado: Vasocontrição periférica Hipertensão diastólica Redução do volume sanguíneo Redução da FC e DC

15 Hipoventilação alveolar Diminuição da resposta respiratória á hipoxemia e hipercapnia Obesidade Fraqueza da musculatura respiratória PNM Macroglossia Hiponatremia Redução filtração glomerular Redução excreção de água livre Redução da reabsorção de Na SIADH

16 Infecção/sepse (PNM) Exposição ao frio AVC Insuficiência cardíaca Sangramento gastrintestinal Cirurgia Queimaduras Trauma Não aderência ao tratamento

17 Hipotermia Alteração do nível de consciência Bradicardia Hipoventilação Fraqueza muscular Diminuição motilidade gastrointestinal Edema em membros Pele seca, fria

18 Radiografia de tórax ECG Hemograma Eletrólitos CPK TSH; T4 Livre Glicemia

19 Levotiroxina (T4) Liotironina (T3)Associados Ataque EV mcg10-20 mcgT4: mcg T3: 10mcg Ataque VO500mcg-- Manutenção EV mcg/dia10mcg de 4/4 horas; em seguida, 10mcg 6/6 ou 8/8 horas T4: mcg/dia T3: 10mcg 8/8 ou 12/12 horas Manutenção VO mcg/dia -T4: mcg/dia

20 Hidrocortisona 100mg EV 6/6 – 8/8 horas Evitar insuficiência adrenal transitória Cobertores Ventilação mecânica Hiponatremia Se < 120 mEq/L – solução hipertônica Hipoglicemia Tratamento do evento precipitante

21 MARTINS, H S et al. Emergências Clínicas: abordagem prática 4ed. Barueri, SP: Manole, 2009


Carregar ppt "Danilo B. Pompermayer. Id: Mulher, 48 anos QP: Há cerca de 7 dias com quadro de tosse com expectoração amarelada HMA: Quadro de cerca de 4 meses de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google