A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TÉCNICAS DE RECREAÇÃO CONCEITUAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE RECREAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TÉCNICAS DE RECREAÇÃO CONCEITUAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE RECREAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 TÉCNICAS DE RECREAÇÃO CONCEITUAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

2 O que é recreação? Quando surgiu a recreação? Para que ela serve? Sua função foi sempre a mesma? REFLEXÃO INICIAL

3 De acordo com BRAMANTE, recreação pode ser considerada como o produto, isto é, atividade/experiência, que ocorre dentro do lazer. A recreação, portanto, faz parte do lazer. Para outro grupo de estudiosos, tais como PINTO, a recreação e/ou lazer representam espaços privilegiados para a vivência do lúdico. DEFINIÇÃO DE RECREAÇÃO

4 Já para CAMARGO, os conceitos de lazer e recreação em nada se diferenciam do ponto de vista da dinâmica sociocultural que produziu o divertir-se moderno. Outro fator que aproximaria sua raiz conceitual, é um problema lingüístico. Nem todos os idiomas possuem termos que diferenciam as palavras Recreação e Lazer. Ex: Espanhol, Italiano, Alemão. DEFINIÇÃO DE RECREAÇÃO

5 Essas posições diferenciadas acabaram gerando algumas dúvidas. Desta forma, nota-se que na primeira metade do século XX, o foco das discussões e das práticas no Brasil recaíam sobre a Recreação. Mas, nos dias atuais, presenciamos uma valorização maior do Lazer. Hoje a Recreação tem, não raro, um sentido pejorativo. DEFINIÇÃO DE RECREAÇÃO

6 Do ponto de vista etimológico, MARINHO aponta que a Recreação é proveniente do latim Recreatio, Recreationem, que representa Recreio (divertimento, entretenimento). Para outros autores, deriva do vocábulo recreare, com o sentido de reproduzir, restabelecer, recuperar. Afinal, quem trabalha precisa renovar-se, e é esse, historicamente, o objetivo maior da recreação. DEFINIÇÃO DE RECREAÇÃO

7 Nos estudos brasileiros sobre o tema, o sentido do termo recreare é geralmente relacionado a possibilidade de recriar, dar novo vigor, renovar. É uma atividade física ou mental a qual o indivíduo é naturalmente impelido a satisfazer necessidades de ordem física, psíquica e social de cuja realização lhe advém o prazer. (TIOSSI, Lígia) DEFINIÇÃO DE RECREAÇÃO

8 É uma experiência compensatória através de descargas de impulsos agressivos. Pode ser considerada como fuga de expressão social que combate a frustração, monotonia ou ansiedade". (GOUVEIA, Ruth) DEFINIÇÃO DE RECREAÇÃO

9 Integrar o indivíduo ao meio social; Estimular a participação grupal; Facilitar o agrupamento por idade ou afinidades; Ocupar o tempo ocioso (entreter, distrair); Desinibir e desbloquear; Desenvolver a comunicação verbal e não-verbal; Descobrir habilidades lúdicas; Desenvolver adaptação emocional; Dar vazão ao excesso de energia; Aumentar a capacidade mental do indivíduo; Facilitar o aprendizado; Estimular a criatividade; DIMINUIR O STRESS. OBJETIVOS DA RECREAÇÃO

10 QUEM TRABALHA COM RECREAÇÃO? QUE TIPOS DE FUNÇÕES PODEM SER DESENVOLVIDAS PELO RECREADOR? QUAIS SÃO AS DENOMINAÇÕES MAIS COMUNS PARA RECREADOR? A FUNÇÃO DO RECREADOR É APENAS O ENTRETENIMENTO? PROFISSIONAL DA RECREAÇÃO

11 A Recreação é trabalhada em vários setores de atividade, em momentos diversos. Porém, o profissional de recreação é aquele que tem como objetivo profissional desenvolver atividades de entretenimento, diversão, distração, transformando o ambiente em algo prazeiroso, agradável ao corpo, mente e/ou alma. PROFISSIONAL DE RECREAÇÃO

12 Há várias denominações para o Recreador: – Recreador ou Recreacionista (ambas estão corretas) – Monitor – Gentil Organizador (ex. Clube Med) – Professor (muitos profissionais de Educação Física são confundidos ou exercem atividades recreativas profissionais) – Porém, a definição considerada mais adequada atualmente é: ANIMADOR SOCIOCULTURAL PROFISSIONAL DA RECREAÇÃO

13 ANIMAR = Movimentar a alma. A animação profissional tem sido chamada de sociocultural pois a recreação apresenta um papel social e cultural cada vez mais importante. EXEMPLOS: A prática recreativa congrega e fortalece grupos sociais (ex. brincadeiras em uma viagem da classe) e pode transformar a cultura da pessoa (ex. aprendizado informal através de atividades lúdicas de estudo do meio) PROFISSIONAL DA RECREAÇÃO

14 Hoje, tanto a iniciativa privada como o poder público têm se preocupado em contratar profissionais de recreação, principalmente em: – Programas Educativos ou de Ocupação do Tempo Livre de Caráter Social – Programas de Motivação e Redução de Estresse nas Empresas – COMENTEM CASOS QUE CONHEÇAM DESSES TIPOS! PROFISSIONAL DE RECREAÇÃO

15 Segundo Silvestre Neto, deve possuir: -FORMAÇÃO (Humana e Técnica) -INFORMAÇÃO (Peculiaridades da Experiência – Local, Público, Objetivo, Duração, Recursos) -COMPORTAMENTO -IMAGINAÇÃO/CRIATIVIDADE -COOPERATIVISMO (ESPÍRITO DE EQUIPE) -DEDICAÇÃO -COMUNICAÇÃO -FLEXÍVEL (POLIVALENTE) PROFISSIONAL DE RECREAÇÃO

16 São definidas a partir de uma série de fatores: – Tempo – Espaço – Clima (nos dois sentidos) – Infraestrutura – Recursos Financeiros – Equipamentos – Regras para uso do espaço – Programação de atividades ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

17 Fatores que interferem (continuação): – Perfil do Público – Faixa Etária – Gênero (eventualmente) – Perfil Cultural – Situação Psicológica (Estresse, euforia, medo, entre outras) – Nível de renda – Motivação do Grupo ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

18 – Fatores que interferem: N.º de Recreadores N.º de pessoas recreadas Perfil dos Recreadores Conhecimento Técnico Conhecimento do Grupo Relação do Grupo ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

19 CLASSIFICAÇÃO: (Segundo FERREIRA) Grandes jogos - grande números de participantes. Difícil de ser conduzido. Pequenos jogos - extrai dos participantes características individuais como: velocidade, destreza, força. Revezamento ou Estafetas - constitui-se pelo revezamento dos participantes para a realização de tarefas. É uma atividade em grupo que preza pelas potencialidades individuais. Indicado para a infância. ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

20 Jogos combinados (exigem mais de uma aptidão física), correr, saltar, giros. Aquáticos - jogos realizados dentro da água, com excelente valor terapêutico por diminuir o impacto causado pelo solo. Jogos sensoriais - utilizam os sentidos (tato, visão, audição, etc). esses jogos desenvolvem o pensamento, diminui a tensão. Jogos Sociais de Mesa - jogos que são realizados na mesa, com caráter educativo, sem estimular os jogos de azar. ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

21 CLASSIFICAÇÃO: (Segundo VERÍSSIMO DE MELO) Jogos de Seleção - utilizada para a separação de equipes e/ou participantes (par ou ímpar, palitinho); Jogos Gráficos - realizado em cima de algum desenho ou traçado (amarelinha, xadrez); Jogos de Competição - disputa física entre os participantes (pegas, cabo de guerra); Jogos de Salão - motricidade fina em locais restritos e/ou fechados (baralho, quebra - cabeça); Jogos com Música - com ritmo (cantiga de roda, karaokê) ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

22 CLASSIFICAÇÃO: (Segundo MARLENE GUERRA) Forma de Participação Ativa: – Atividades Motoras - Exigência maior do físico. Ex. Jogos Infantis e Esportes em Geral; – Atividades Intelectuais - A mente é mais utilizada. Ex. Xadrez e Quebra-cabeça; – Atividades Artísticas ou Criadoras - Ex. pintura, desenho, carpintaria, escultura, teatro, música, etc. – Atividades de Risco - Ex. àquela na qual o praticante coloca à prova sua integridade. Ex. pára-quedismo, mergulho profundo, vôo livre etc. ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

23 Formas de Participação Passiva: – Atividades Sensoriais - Tem uma participação interativa com a atividade. Ex. Torcida no estádio - grita, balança os braços, salta participando emotiva e fisicamente. – Atividades Transcendentais - Confunde-se com o Ócio pela participação de espectador. Ex. Ver pinturas no museu, contemplar o pôr-do-sol, relaxamento tranqüilizante. ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

24 CLASSIFICAÇÃO QUANTO A FAIXA ETÁRIA: – Pré-Escolar: 0 a 3 anos. – Primeira Infância: 4 a 7 anos. – Segunda Infância: 8 a 12 anos. – Adolescência: 13 a 17 anos. – Jovens: 18 a 25 anos. – Adultos: 26 a 60 anos. – Terceira Idade: 61 anos ou mais. Obs. É comum a execução de atividades mistas - para várias faixas etárias - como pais e filhos juntos; ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

25 Como vimos, pode ser definido por diversos fatores. A título de ilustração apresenta-se atividades relacionadas a 02 espaços específicos: QUADRA Relacionada geralmente a parte física, porém, com elementos associativos e intelectuais. Benefícios: Saúde (Física, Mental) Companheirismo / Espírito de Equipe (Competição Saudável) Disciplina / Organização ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

26 QUADRA – NUNCA DOIS – FUT CASAL – VÔLEI CEGO – PEGA-PEGA NA LINHA – CARIMBO AMEBA – BARRA MANTEIGA – MURALHA DO GRITO ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

27 PISCINA – Pode estar relacionada a relaxamento, estímulo à circulação, coordenação motora, interação física – Atividades de elevado caráter associativo, portanto, com reconhecidas conseqüências físicas, psicológicas (individuais e sociais). Múmia Marco Pólo Hidroginástica Basquetágua Pólo Aquático Corrente Elétrica Troca-Roupa ATIVIDADES DE RECREAÇÃO

28 Vá um pouco mais longe: PENSEM ATIVIDADES RECREATIVAS NAS SEGUINTES CONDIÇÕES: – AMBIENTES ESTRANHOS (DANCETERIA, AVIÃO, CACHOEIRA, INDÚSTRIA) – PÚBLICOS ESPECÍFICOS E INCOMUNS (EX. MONGES TIBETANOS, TRAVESTIS, IDOSOS COM MAIS DE 80 ANOS) – COM R$ 1 MILHÃO DISPONÍVEL ATIVIDADES DE RECREAÇÃO


Carregar ppt "TÉCNICAS DE RECREAÇÃO CONCEITUAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE RECREAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google