A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

T RABALHO EM G RUPO Profª. Ana Paula e Prof. Robson Professores Coordenadores de Matemática do Núcleo Pedagógico de Itu.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "T RABALHO EM G RUPO Profª. Ana Paula e Prof. Robson Professores Coordenadores de Matemática do Núcleo Pedagógico de Itu."— Transcrição da apresentação:

1 T RABALHO EM G RUPO Profª. Ana Paula e Prof. Robson Professores Coordenadores de Matemática do Núcleo Pedagógico de Itu

2 DEFINIÇÃO ATIVIDADES DE NATUREZA DIVERSA (ESCRITA, ORAL, GRÁFICA, CORPORAL ETC.) REALIZADAS COLETIVAMENTE.

3 OBJETIVOS DO TRABALHO EM GRUPO Em termos didáticos, os principais objetivos do trabalho em grupo são: facilitar a construção do conhecimento; permitir a troca de ideias e opiniões; possibilitar a prática da cooperação para conseguir um fim comum.

4 AO PARTICIPAR DESSA TROCA DE EXPERIÊNCIAS POSSIBILITADA PELO TRABALHO EM EQUIPE, O INDIVÍDUO PRECISA ORGANIZAR SEU PENSAMENTO A FIM DE EXPRIMIR SUAS IDEIAS DE FORMA A SEREM COMPREENDIDAS POR TODOS. NA DINÂMICA DO TRABALHO EM GRUPO, O ALUNO FALA, OUVE OS COMPANHEIROS, ANALISA, SINTETIZA E EXPÕE IDEIAS E OPINIÕES, QUESTIONA, ARGUMENTA, JUSTIFICA, AVALIA.

5 Portanto, o trabalho de grupo, contribui para o desenvolvimento das estruturas mentais do indivíduo, mobilizando seus esquemas operatórios de pensamento. Além de contribuir para o desenvolvimento dos esquemas cognitivos, o trabalho em equipe também favorece a formação de certos hábitos e atitudes de convívio social como: cooperar e unir esforços para que o objetivo comum seja atingido; planejar, em conjunto, as etapas de um trabalho; dividir tarefas e atribuições, tendo em vista a participação de todos; expor ideias e opiniões sucinta e objetivamente, de forma a serem compreendidas; aceitar e fazer crítica construtiva; respeitar a opinião alheia; acatar a decisão quando for resolvido que prevalecerá a opinião da maioria.

6 Ao utilizar o trabalho em grupo na sala de aula, o professor precisa se conscientizar que não está apenas aplicando mais um recurso didático para a construção do conhecimento, mas está lançando mão de um poderoso instrumento de avaliação.

7 PARA ISSO TEMOS ALGUMAS QUESTÕES NORTEADORAS DESSE PROCESSO:

8 1. O QUE FAZER PARA FORMAR GRUPOS PRODUTIVOS ? Analisar o conteúdo a ser trabalhado; Objetivo específico da atividade; Levar em consideração os diferentes níveis de aprendizagem. 2. Devo deixar as crianças se agruparem de acordo com a afinidade entre elas? A decisão depende de sua intencionalidade. O ideal é que elas tenham liberdade de escolher com quem vão trabalhar se a atividade não tiver como objetivo ensinar um conteúdo.

9 3. A GRUPAR OS MAIS AGITADOS COM OUTROS MAIS CALMOS E OS MAIS TÍMIDOS COM OS EXTROVERTIDOS É UM BOM CRITÉRIO ? Nem sempre. Ao definir as equipes, é importante garantir a máxima circulação de conhecimentos e informações. Não usar características pessoais. 4. Como não errar na formação de duplas, trios, quartetos, quintetos ou grupões? Fazer um diagnóstico detalhado; Levar em consideração os objetivos da atividade; Não dividir a turma para realizar um trabalho individual.

10 5. D EVO DAR AUTONOMIA À CLASSE OU INTERVIR SEMPRE DE MODO A MEDIAR O TRABALHO ? Dar autonomia não significa deixar de intervir. Na atividade em grupo, tem lugar uma troca horizontal (aluno com aluno) e não vertical (professor com aluno). Por isso, tirar uma dúvida do grupo não significa responder às perguntas, mas levar os integrantes a relacionar conhecimentos e informações que levem à resposta. Exemplo: Atividade Atividade

11 7. Posso dar tarefas diferentes para cada agrupamento? Sim, desde que haja um objetivo geral e comum a todos os grupos. Também é essencial prever as necessidades de cada grupo no desenvolvimento das tarefas e pensar nas intervenções a fazer. Ajudando um a compartilhar com o outro seu modo de pensar sobre determinada situação- problema. As atividades devem estar de acordo com os níveis de aprendizagem: nem muito fáceis nem muito complicadas. 6. Como aproveitar a heterogeneidade e despertar o interesse e a participação de todos?

12 8. C OMO EVITAR QUE ALGUNS ALUNOS FIQUEM OCIOSOS, ESPERANDO OS COLEGAS TERMINAREM ? Fazendo um planejamento minucioso. Essa preparação inclui estruturar a atividade e coordená-la para que os estudantes não atribuam a responsabilidade de realizá-la apenas a um ou dividam as tarefas - o que impede que interajam. Outra ajuda é definir a atuação de cada um.

13 9. O S ALUNOS DEVEM SEMPRE TER UM PAPEL DEFINIDO DENTRO DO GRUPO ? Vale esclarecer que ter um papel não significa ter uma tarefa e dar conta dela sozinho. A criança pode ter uma função - definida de acordo com o que precisa aprender ou ensinar -, desde que a desempenhe com a ajuda dos demais. 10. Que tipo de atividade em grupo ganha mais significado para os estudantes? Aquelas que eles dão conta de realizar por meio da troca de saberes com os colegas, com pouca interferência do professor.

14 VANTAGEM DO TRABALHO EM GRUPO A INTERAÇÃO É UM IMPORTANTE FACILITADOR DA APRENDIZAGEM E A HETEROGENEIDADE DA CLASSE PODE SER USADA COMO UM ELEMENTO A FAVOR DO ENSINO

15 E XEMPLOS DE T RABALHO EM G RUPO

16 Fonte:http://revistaescola.abril.com.br/planejament o-e-avaliacao/interacoes/como-agrupo-meus- alunos shtml?page=8

17 E XEMPLO DE T RABALHO EM G RUPO I NADEQUADO

18 Trabalho em Grupo (9º Ano – EF) Nome dos Participantes 1-_________________ 2-_________________ 3-_________________ Cada grupo irá construir gráficos das funções a, b e c no mesmo plano cartesiano abaixo e responder as perguntas: 1) Essa função é? 2) Essas funções são crescentes ou decrescentes? Funções: a) f(x)=x²; b) f(x)=x²+2; c) f(x)=x²-2

19 10 RAZÕES PARA APOSTAR EM TRABALHO EM GRUPO 1. Reunir pessoas diferentes; 2. Dividir e planejar tarefas; 3. Aprender a argumentar; 4. Ouvir a opinião dos outros; 5. Respeitar e ser tolerante; 6. Dar espaço para todos. 7. Refletir; 8. Lidar com os problemas; (e resolvê-los) 9. Treinar para a vida adulta e em sociedade; 10. Aumentar a autocrítica.

20 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 10 razões para apostar em trabalhos em grupo em: apostar-trabalho-grupo shtml apostar-trabalho-grupo shtml O aprendizado do trabalho em grupo em: avaliacao/interacoes/aprendizado-trabalho-grupo shtml avaliacao/interacoes/aprendizado-trabalho-grupo shtml Nova Escola – Avaliação Nota 10 - e m: avaliacao/avaliacao/avaliacao-nota shtml avaliacao/avaliacao/avaliacao-nota shtml


Carregar ppt "T RABALHO EM G RUPO Profª. Ana Paula e Prof. Robson Professores Coordenadores de Matemática do Núcleo Pedagógico de Itu."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google