A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

JARDIM DE INFÂNCIA DE PRELADA - LEMENHE ORGANIZAÇÃO DO ANO LETIVO 2011 / 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "JARDIM DE INFÂNCIA DE PRELADA - LEMENHE ORGANIZAÇÃO DO ANO LETIVO 2011 / 2012."— Transcrição da apresentação:

1 JARDIM DE INFÂNCIA DE PRELADA - LEMENHE ORGANIZAÇÃO DO ANO LETIVO 2011 / 2012

2 Promover o desenvolvimento pessoal e social da criança com base em experiências de vida democrática numa perspetiva de educação para a cidadania; Fomentar a inserção da criança em grupos sociais diversos, no respeito pela pluralidade das culturas, favorecendo uma progressiva consciência como membro da sociedade; Contribuir para a igualdade de oportunidades no acesso à escola e para o sucesso da aprendizagem; Estimular o desenvolvimento global da criança no respeito pelas suas características individuais, incutindo comportamentos que favoreçam aprendizagens significativas e diferenciadas; Desenvolver a expressão e a comunicação através de linguagens múltiplas como meios de relação, de informação, de sensibilização estética e de compreensão do mundo; Despertar a curiosidade e o pensamento crítico; Proporcionar à criança ocasiões de bem-estar e segurança, nomeadamente no âmbito da saúde individual e coletiva; Proceder à despistagem de inadaptações, deficiências e promover a melhor orientação e encaminhamento da criança; Incentivar a participação das famílias no processo educativo e estabelecer relações de efetiva colaboração com a comunidade educativa. OBJECTIVOS PEDAGÓGICOS DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

3 1ª INTERRUPÇÃODias 23, 27, 28, 29 e 30 de dezembro 2ª INTERRUPÇÃODias 20,21 e 22 de fevereiro 3ª INTERRUPÇÃODias 2,3,4,5 e 9 de abril I NÍCIO – 12 de setembro T ERMO – 6 de julho I NTERRUPÇÕES DE A CTIVIDADE L ECTIVA P ERÍODOS DE A VALIAÇÃO 1º MOMENTODias 20, 21 e 22 de dezembro 2º MOMENTODias 26,27 e 28 de março 3º MOMENTODias 9,10 e 11 de julho CALENDÁRIO ESCOLAR

4 COMPONENTE LETIVA A educação pré-escolar, é o primeiro degrau de um longo caminho educativo com um peso decisivo no sucesso escolar e social dos jovens, e o jardim de infância configura-se como um espaço de tempo privilegiado para aprendizagens estruturantes e decisivas no desenvolvimento da criança. Inês Sim-Sim E NTRADA S AÍDA M ANHÃ 9 h12 h T ARDE 13 h e 30 m15 h e 30 m

5 COMPONENTE LETIVA Uma escola à medida É a escola que sabe ser elástica: Grande quando é preciso receber, Pequena quando é preciso aconchegar, Alta quando nos faz crescer e acreditar nos sonhos, Baixa para nos dizer Conta comigo! É a escola sempre aberta Que em cada dia nos acena e diz: Até amanhã! Vou ficar à tua espera! Uma escola mesmo mesmo à medida É a escola que queremos ser. Vera Sebastião

6 COMPONENTE LETIVA Na Educação Pré-Escolar há uma intencionalidade educativa, que é canalizada no sentido de proporcionar às crianças um conjunto de actividades e experiências que lhes servirão para despertar motivações e desenvolver competências, que lhes serão úteis não só na escolaridade obrigatória como na vida. Educar hoje as crianças para o amanhã é uma tarefa inadiável. Uma tarefa inadiável para pais, professores e comunidade em geral. Inadiável não apenas porque o mundo de amanhã será diferente do de hoje, mas também porque o mundo de amanhã terá de ser melhor do que o atual.

7 COMPONENTE LETIVA «O jardim-de-infância é o espaço de todas as possibilidades, de todas as descobertas, de todas as aprendizagens. As crianças encontram-se disponíveis e abertas, elas anseiam por descobrir o mundo e entender a vida. Não nascem literadas, mas nascem curiosas e é este o melhor mármore para ser moldado pelo escultor ingenioso que é educador. »

8 COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA As atividades de apoio à família integram todos os períodos que estejam para além das 25 horas letivas e que, de acordo com a lei, sejam definidas com os pais no início do ano letivo, tendo em consideração as necessidades dos pais, os seus horários e locais de trabalho, bem como os recursos humanos e materiais. O tempo de animação sócio-educativa, será um processo educativo informal, por se tratar de um tempo em que a criança tem inteira liberdade de escolher o que deseja fazer, permitindo às crianças envolverem-se em actividades diferentes que lhes dêem satisfação.

9 Pagamento antecipado, até ao dia 5 de cada mês. Desconta: Interrupções lectivas Faltas por períodos superiores a 5 dias desde que comunicadas atempadamente e justificadas por atestado médico ou férias dos pais COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA

10 Propostas de caráter facultativo e pagas pelas famílias Piscina (Gavião ou Eugénios)

11 M ANHÃ Leite escolar Bolacha Maria T ARDE De acordo com o que cada criança come Deve incluir leite / iogurte, pão e fruta Evitar doces e guloseimas LANCHES

12 As crianças devem vir para o jardim de infância, com roupas práticas que facilitem a sua independência pessoal Devem ter sempre na mochila uma muda de roupa para usar caso seja necessário. O uso da bata estipulada é de carácter obrigatório; A bata deve ser identificada com o nome da criança VESTUÁRIO

13 ORGANIZAÇÃO DAS ACTIVIDADES P ROJETO E DUCATIVO P LANO A NUAL DE A TIVIDADES P ROJETO C URRICULAR DE T URMA " A minha Escola contra a discriminação" Ser Diferente Programa de Educação para a Saúde Plano Nacional de Leitura Projeto LITTERATUS Projeto NINO E NINA

14 PROJETOS: Programa de Educação para a Saúde Saúde Oral / Higiene corporal o Desenvolver nas crianças hábitos de higiene oral o Alertar para importância de uma alimentação correta o Compreender a necessidade de adotar comportamentos de higiene pessoal Realiza-se diariamente a escovagem no fim do almoço de acordo com a orientação do Programa de educação para a saúde. Trazer copo e escova, a pasta dos dentes é adquirida pelo Jardim de infância igual para todos Educação para os Afetos o Conhecer o seu corpo e o seu funcionamento o Observar a atividade corporal o Compreender os cuidados a ter com o seu corpo

15 PROJETOS: PLANO NACIONAL DE LEITURA Leitura no Jardim de Infância - Está na hora dos livros o Leitura pelas crianças e adultos o Leitura por convidados Leitura em casa o Leitura em vai e vem o Empréstimo de livros para ler em casa

16 PROJETOS P ROJETO L ITTERATUS Promoção da qualidade e excelência na leitura e escrita O desenvolvimento deste Projeto é uma estratégia fundamental para consciencializar as crianças dos sons das palavras e estimular a descoberta da sua correspondência com os signos. N INO E N INA – G UIA DE P RÉ -C OMPETÊNCIAS O Projeto Nino e Nina, desenvolvido ao longo do ano de modo transversal e interdisciplinar, em articulação as diferentes atividades, visa essencialmente a formação pessoal e social das crianças. Pretende- se motivar as crianças para adquirirem posturas correctas, através do autocontrolo e regulação de comportamentos e criar um ambiente seguro e agradável, facilitador da expressão de vivências, sentimentos e emoções.

17 Apenas medicamentos que impliquem um horário rígido Fotocópia da receita médica Declaração escrita dos pais com horário e quantidade a administrar As crianças doentes devem ficar em casa Actuação em caso de febre súbita Contacto telefónico com o Encarregado de Educação Antipirético em caso de febre superior a 38, sob autorização/responsabilidade do Encarregado de Educação MEDICAMENTOS

18 Os saberes e a experiência dos PAIS, associados ao amor e atenção que dedicam aos FILHOS, são os meios mais valiosos para os ajudar no seu processo de desenvolvimento. A melhor maneira de tornar as crianças boas, é torná-las felizes. Oscar Wilde

19 Material de limpeza Fotocópias (papel e tinteiros) Telefone Eleição do representante dos Pais Articulação com a autarquia


Carregar ppt "JARDIM DE INFÂNCIA DE PRELADA - LEMENHE ORGANIZAÇÃO DO ANO LETIVO 2011 / 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google