A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que ensinar? Conteúdos de aprendizagem conceituais (saber) procedimentais (fazer) atitudinais (ser)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que ensinar? Conteúdos de aprendizagem conceituais (saber) procedimentais (fazer) atitudinais (ser)"— Transcrição da apresentação:

1 O que ensinar? Conteúdos de aprendizagem conceituais (saber) procedimentais (fazer) atitudinais (ser)

2 Conceituais conceituais fatos (dados) sistemas conceituais ou princípios Procedimentais motores (perfurar, recortar, abotoar) cognitivo (...,ler, traduzir, observar, classificar, estratégias de aprendizagem) Atitudinais valores normas atitudes

3 Conteúdos procedimentais - conjunto de habilidades, estratégias, regras, destrezas para atingir um objetivo. Aprendizagem realizando ações exercitando-se reflexão sobre a a própria atividade aplicação em contextos diferenciados

4 Ensino de conteúdos procedimentais / a partir de situações significativas e funcionais; / progresso e ordem; / apresentação de modelos em que se possa ver todo o processo; / prática orientada e ajudas diferenciadas a partir da observação; / trabalho independente em que possam mostrar o domínio do conteúdo; / avaliação do próprio trabalho.

5 Para que os dados e os fatos adquiram significado, é preciso dispor de conceitos que permitam interpretá-los

6 Princípios - conceitos mais gerais, de maior nível de abstração Consiste em É alcançado por É adquirido É esquecido Aprendizagem de fatos Aprendizagem de conceitos relação com conhecimentos anteriores compreensão gradativamente mais lenta e gradativa reprodução repetição de uma só vez rapidamente sem revisão

7 CONDIÇÕES DE APRENDIZAGEM MEMORÍSTICA RELATIVAS AO MATERIAL RELATIVAS AO ALUNO organização interna quantidade de informações predisposiçãoidade INFLUÊNCIA CAPACIDADE DE MEMÓRIA USO DA MEMÓRIA

8 CONHECIMENTOS PRÉVIOS l coerentes como ponto de vista próprio l construções pessoais l auxiliam na busca da utilidade l compartilhados l caráter implícito l teorias emação l estáveis e resistentes à mudança

9 Condições para aprendizagem de construção relativas ao material estrutura conceitual terminologia adequada ao aluno relativo ao aluno conhecimentos prévios predisposição para a compreensão critérios significação práxis historicidade contextualização especial ruptura/continuidade problematização relação todo/partes criticidade criatividade Reflexão sobre o caminho percorrido

10 Tipo de aprendizagem Estratégia de aprendizagem Finalidade ou objetivo Técnica ou habilidade Por associação Revisão Revisão Simples Apoio a revisão (selecionar) Sublinhar Destacar Copiar Etc. Repetir

11 Tipo de aprendizagem Estratégia de aprendizagem Finalidade ou objetivo Técnica ou habilidade Palavras-chave Imagem Rimas e abreviaturas Códigos Analogias Leitura de textos Categorizar Formar redes de conceitos Identificar estruturas Elaborar mapas conceituais Simples (significado externo) Complexa (significado interno) Classificar Hierarquizar Elaboração Organização Por reestruturação

12 Habilidades na busca de informação ­Como encontrara informação; ­Como fazer perguntas; ­Como usar biblioteca; ­Como usar material de referência. Habilidades de assimilação de retenção da informação ­Como escutar para a compreensão; ­Como estudar para a compreensão; ­Como relembrar, como codificar e formar representações; ­Como ler com compreensão; ­Como registrar a compreensão.

13 Habilidades organizativas ­Como estabelecer prioridades; ­Como programar o tempo; ­Como distribuir os recursos; ­Como conseguir que as coisas mais importantes sejam feitas. Habilidades inventivas e criativas ­Como desenvolver uma atitude inquisitiva; ­Como raciocinar indutivamente; ­Como gerar idéias, hipóteses, previsões; ­Como organizar novas perspectivas; ­Como usar analogias; ­Como evitar formas de rigidez; ­Como aproveitar acontecimentos interessantes e desviantes

14 Habilidades analíticas ­Como desenvolver uma atitude crítica; ­Como raciocinar dedutivamente; ­Como avaliar idéias e hipóteses. Habilidades na tomada de decisões ­Como identificar alternativas; ­Como fazer escolhas racionais.

15 Habilidades sociais ­Como evitar conflitos interpessoais; ­Como cooperar e obter cooperação; ­Como competir com lealdade; ­Como motivar os outros Habilidades de comunicação ­Como expressar idéias oralmente e por escrito.

16 Habilidades metacognitivas ­Como avaliar a execução cognitiva própria; ­Como selecionar uma estratégia adequada para um problema; ­Como focalizar a atenção em um problema; ­Como decidir quando deter a atividade num problema difícil; ­Como determinar se compreende ou não o que está lendo ou escutando; ­Como transpor os princípios ou estratégias de uma situação a outra; ­Como determinar se as metas são consistentes com as capacidades; ­Conhecer as demandas da tarefa; ­Conhecer os meios para atingir as metas; ­Conhecer as capacidades próprias e como compensar as deficiências.

17 Multimensionalidade procedimental Execução experiente e contextualizada Concepção, elaboração do como da ação para resolver tarefas Criação de estratégias Observação e avaliação Transposição do procedimento

18 Não devemos confundir um procedimento com uma determinada metodologia. O procedimento é a clareza que queremos ajudar o aluno a construir. É, portanto, um conteúdo escolar, objeto do planejamento e da intervenção educativa, e a aprendizagem desse procedimento pode ser trabalhada por meio de diferentes métodos.

19 Assim, são verbos conceituais, que abrem a redação da fórmula na qual se expressam os objetivos educativos referentes à aprendizagem de fatos, conceitos e princípios, os seguintes: descrever, conhecer, explicar, relacionar, lembrar, analisar, inferir, interpretar, tirar conclusões, enumerar, resumir, etc. São verbos procedimentais, que dão início às redações referentes à aprendizagem de procedimentos, os seguintes: manejar, usar, construir, aplicar, coletar, observar, experimentar, elaborar, simular, demonstrar, planejar, compor, avaliar, representar, etc.

20 Avaliação de procedimentos escolha pertinente conhecimento sobre o procedimento criatividade transposição de procedimentos para outros contextos crítica sobre o percurso qualidade

21 Atitudecomponentes Afetivo (sentimento e preferência) Cognitivo (conhecimentos e crenças) Avaliativo (valores e critérios) Conduta (ações manifestas e declarações) Tendências ou disposições adquiridas, utilizadas na avaliação de objetivos, pessoas, acontecimentos, situações, ações.

22 do temperamento (é mais estável que as atitudes) do estado de ânimo ou humor (é menos duradouro que as atitudes) dos valores (são mais estáveis e centrais - incluem as crenças - que as atitudes) das opiniões e crenças (as atitudes incluem afetos ) dos hábitos (estes são automáticos e se expressam na prática cotidiana) das habilidades ou inteligência (estas incluem necessariamente estratégias) A atitudes diferenciam-se

23 1. A atitude está fortemente enraizada no indivíduo e aparece expressa de um modo claro. 2. A atitude é considerada relevante para o comportamento que a situação exige. 3. A atitude possui fortes vínculos com o componente afetivo e cognitivo. 4. A atitude é importante para o indivíduo. A consistência das atitudes se amplia quando...

24 A discrepância entre... Atitude e informações novas A atitude do sujeito e as atividades das pessoas que consideram importantes A atitude a as próprias ações é percebida. Fatores a mudança de atitudes

25 Atitudes favorecedoras da aprendizagem curiosidade interesse atençãobusca de conhecimento mobilização relação com a realidade Inserção no projeto de vida co-responsabilidade no ato de reaprender a aprender

26 MUDANÇA DE ATITUDES dramatização ou representação mental de diferentes papéis adoção do papel de outra pessoa com a qual tem dificuldade de relacionamento defesa pública de suas atitudes e ações diálogo e discussão elaboração de argumentos próprios e valorativo sobre o problema a ser solucionado Representação do próprio papel Reflexão e reelaboração pessoal

27 MUDANÇA DE ATITUDES exposição em público elaboração pessoal tomada de decisão criação de alternativas noção de risco e oportunidade desenvolvimento colaboração solidária responsabilidade partilhada

28 ATITUDES REFLETIDAS QUE DEVEM SER OBJETIVO DE ENSINO/APRENDIZAGEM ATITUDES GLOBAIS / Diante dos conteúdos da matéria. / De interesse relacionadas à saúde e à qualidade de vida. / Diante da utilização (pacífica e bélica) dos avanços científicos e tecnológicos. / Diante das diferenças individuais (tolerância). / Diante dos princípios básicos de funcionamento democrático em sala de aula. / Diante de preconceitos e discriminação. / Diante da história / Diante do próprio corpo e do corpo dos outros.

29 ATITUDES GLOBAIS 2 Diante do cuidado e utilização dos materiais de trabalho e observação, o mobiliário. 2 Diante das desigualdades sociais associadas à idade, ao sexo, às condições sociais e econômicas. 2 Diante do próprio trabalho e do alheio; organização na apresentação e na correlação de estilo. 2 Diante da influência do desenvolvimento tecnológico nas condições de vida e no trabalho. 2 De solidariedade e compreensão. 2 Diante da influência dos meios de comunicação na formação de opiniões, com especial atenção à publicidade e ao consumo. 2 Diante das atividades em grupo: respeito às normas de funcionamento, às idéias dos demais, à colaboração e à iniciativa própria e alheia.


Carregar ppt "O que ensinar? Conteúdos de aprendizagem conceituais (saber) procedimentais (fazer) atitudinais (ser)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google