A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ONDAS PERÍODICAS ELEMENTOS DE UMA ONDA: COMPRIMENTO DE ONDA: Distância percorrida durante 1 oscilação completa!

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ONDAS PERÍODICAS ELEMENTOS DE UMA ONDA: COMPRIMENTO DE ONDA: Distância percorrida durante 1 oscilação completa!"— Transcrição da apresentação:

1

2 ONDAS PERÍODICAS ELEMENTOS DE UMA ONDA: COMPRIMENTO DE ONDA: Distância percorrida durante 1 oscilação completa!

3 É um movimento periódico linear em torno de uma posição de equilíbrio. A 0 -A A, -A: amplitude do MHS 0 é a posição de equilíbrio. MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS)

4 ω é a velocidade angular Θ 0 é a fase inicial.

5 EQUAÇÃO HORÁRIA DA VELOCIDADE NO MHS EQUAÇÃO HORÁRIA DA ACELERAÇÃO NO MHS

6 Oscilações Mecânicas Nosso mundo está repleto de oscilações, nas quais objetos se movem repetidamente de um lado para outro. Muitas são simplesmente curiosas ou desagradáveis, mas outras podem ser economicamente importantes ou perigosas. Ex: Vento em linha de transmissão elétrica (linha galopa) podendo rompê-lo; Oscilação das asas do avião por causa da turbulência do ar; TerremotoPonte de Tacoma Ponte de Tacoma Ponte de Tacoma Ponte Rio Niterói Ponte Rio Niterói

7 Movimento Harmônico Simples (MHS) É um movimento de oscilação repetitivo, ideal, que não sofre amortecimento, ou seja, permanece com a mesma amplitude ao longo do tempo. MHS e (MCU) Movimento Circular Uniforme MHS e (MCU) Movimento Circular Uniforme

8 Movimento Harmônico Simples (MHS)

9 Cinemática do Movimento Harmônico Simples (MHS) Massa- Mola Deslocamento em função do tempo X(t) Amplitude Frequência agular Instante Fase inicial

10 Cinemática do MHS Massa- Mola Velocidade em função do tempo v(t) Amplitude Frequência agular Instante Fase inicial

11 Movimento Harmônico Simples (MHS) Massa- Mola Aceleração em função do tempo a(t) Amplitude Frequência angular Instante Fase inicial Cinemática do MHS

12 Resumo – Cinemática do MHS FrequênciaPeríodo Constante elástica da mola

13 SISTEMA MASSA MOLA

14 ONDAS PERÍODICAS PERÍODO (T): tempo de uma oscilação completa; FREQUÊNCIA (f): número de oscilações completas por segundo (Hz);

15 ESTUDO MATEMÁTICO DAS ONDAS VELOCIDADE DE PROPAGAÇÃO DE UMA ONDA PERIÓDICA Depende das condições do meio onda a Onda se propaga! V = λ.f

16 COMPRIMENTO DE ONDA

17 Período (T) O período de uma onda é o tempo que se demora para que uma onda seja criada, ou seja, para que um comprimento de onda, ou um, seja criado. O período é representado pela letra T. Freqüência (f) A freqüência representa quantas oscilações completas* uma onda dá a cada segundo. * Uma oscilação completa representa a passagem de um comprimento de onda -.

18 Física

19 Um pêndulo simples é um sistema ideal que consiste de uma partícula suspensa por um fio inextensível e leve. Quando afastado de sua posição de equilíbrio e solto, o pêndulo oscilará em um plano vertical sob à ação da gravidade. O movimento é periódico e chama-se período de oscilação (T) ao tempo gasto para uma oscilação completa (ida e volta).

20 fio inextensível e sem massa massa pendular

21 m L Elementos do pêndulo simples: amplitude L comprimento m massa pendular

22 m L Período de oscilação para pequenas amplitudes : 10° T = 2.. L g

23 Leis do pêndulo simples 1 O período de oscilação não depende da amplitude (para pequenas amplitudes) 10° T = 2.. L g Período de oscilação para pequenas amplitudes : Note que não aparece na equação !

24 T = 2.. L g Leis do pêndulo simples 2 O período de oscilação não depende da massa pendular. Note que m não aparece na equação ! Período de oscilação para pequenas amplitudes :

25 10° T = 2.. L g Leis do pêndulo simples 3 O período de oscilação é diretamente proporcional à raiz quadrada do comprimento. Período de oscilação para pequenas amplitudes :

26 10° T = 2.. L g Leis do pêndulo simples 4 O período de oscilação é inversamente proporcional à raiz quadrada aceleração da gravidade. Período de oscilação para pequenas amplitudes :

27 10° T = 2.. L g Leis do pêndulo simples 5 O plano de oscilação de um pêndulo simples permanece constante. Período de oscilação para pequenas amplitudes :

28 Leis do pêndulo simples 5 O plano de oscilação de um pêndulo simples permanece constante. O plano de oscilação do pêndulo abaixo permanece constante, mesmo que o suporte sofra rotação.

29 Principais aplicações do pêndulo simples : Comprovação do movimento de rotação da Terra Determinação da aceleração da gravidade

30 Comprovação do movimento de rotação da Terra Em 1600, Giordano Bruno foi condenado à fogueira pela Inquisição porque acreditava que a Terra se movia em torno do seu eixo e em torno do Sol. Trinta e três anos depois, Galileu Galilei só não teve o mesmo destino porque renunciou à sua convicção científica. A dificuldade em confirmar a rotação da Terra reside no fato de que se trata de uma rotação muito lenta (0,0007 rotações por minuto).

31 Em 1851, o astrônomo francês Foucault realizou uma bela e simples experiência capaz de demonstrar a rotação da Terra. Com uma corda de 67 metros, fixa no teto do Panteon de Paris, ele suspendeu uma esfera de ferro de 28 kg e imprimiu-lhe um movimento pendular. Comprovação do movimento de rotação da Terra

32 Na seqüência, o plano do pêndulo passou a apresentar uma lenta rotação no sentido horário. Este movimento foi facilmente explicado a partir da suposição de que a Terra gira em torno de seu eixo. Comprovação do movimento de rotação da Terra

33 No Equador não se percebe movimento de rotação No Pólo Norte o pêndulo dá uma volta completa a cada 24 horas Em Paris o pêndulo completa uma volta a cada 31 horas e 47 min Comportamento do pêndulo de Foucault Comprovação do movimento de rotação da Terra

34 Jean Bernard Leon Foucault Jean Bernard Leon Foucault ( ) Em 1851, eu demonstrei o movimento de rotação da Terra.

35 Determinação da aceleração da gravidade Para se determinar a aceleração da gravidade em um ponto qualquer da Terra basta dispor de um pêndulo simples, um cronômetro e uma régua (ou trena).

36 Determinação da aceleração da gravidade Com a régua (ou trena) mede-se o comprimento do pêndulo L Com o cronômetro mede-se o período de oscilação do pêndulo T T = 2.. L g g = 4. 2 L T2T2 isolando g

37 Determinação da aceleração da gravidade Exemplo Determinaremos a aceleração da gravidade onde um pêndulo de 1 metro oscila com um período de 2 segundos. 2 = g T = 2.. L g g = 2 g = 3,14 2 g = 9,86 m/s 2

38


Carregar ppt "ONDAS PERÍODICAS ELEMENTOS DE UMA ONDA: COMPRIMENTO DE ONDA: Distância percorrida durante 1 oscilação completa!"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google