A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

"Santo Agostinho, nasceu em Tagaste de Numídia, província romana ao norte da África em 13 de novembro de 354. Foi o primogênito do pagão Patrício e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: ""Santo Agostinho, nasceu em Tagaste de Numídia, província romana ao norte da África em 13 de novembro de 354. Foi o primogênito do pagão Patrício e."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 "Santo Agostinho, nasceu em Tagaste de Numídia, província romana ao norte da África em 13 de novembro de 354. Foi o primogênito do pagão Patrício e da fervorosa cristã Mônica. Criança alegre, buliçosa, entusiasta do jogo, travessa e amante da amizade, não gostava muito de estudar porque os mestres usavam métodos agressivos e não eram sinceros. Agostinho é homem comum cheio de vicissitudes que passou, ainda na juventude, a viver com uma mulher a quem foi fiel, tendo se tornado pai em 373, com apenas 19 anos. Seu filho, de nome Adeodato, morreria aos 17 anos. Ante os adultos se revela como um menino de grandes esperanças, com inteligência clara e coração inquieto.

4 Depois da morte do pai foi para Cartago e se meteu num grupo de jovens baderneiros e, desorientado, ingressou na seita dos maniqueus, da qual participou por nove anos, sem ali conseguir a descoberta de uma verdade que lhe aquietasse a alma. Viveu assim longos anos com ânimo disperso. Os amigos o convencem a viajar para Roma e de lá seguiu para Milão onde conheceu o bispo Ambrósio e aos poucos sua vida foi tomando novo rumo. Chegou a ser brilhante professor de retórica em Cartago, Roma e Milão. Deixando a docência, retira-se para Cassicíaco, recinto de paz e silêncio e põe em prática o Evangelho em profunda amizade compartilhada: vida de quietude, animada somente pela paixão à verdade.

5 Agostinho renuncia inteiramente ao mundo, à carreira, ao matrimônio; retira-se, durante alguns meses, para a solidão e o recolhimento, onde escreveu seus diálogos filosóficos e, na Páscoa do ano 387, juntamente com o filho Adeodato e o amigo Alípio, recebeu o batismo das mãos de Santo Ambrósio. Sua vida daquele momento em diante seria meditar, escrever livros, discursar. Em 391, é chamado a Hipona, um grande centro comercial de cerca de habitantes. Cinco anos depois foi nomeado bispo auxiliar de Hipona. Consagrado mais tarde bispo de Hipona, converteu sua residência em casa de oração e tribunal de causas.

6 Inspirador da vida religiosa, pastor de almas, administrador de justiça, defensor da fé e da verdade, prega e escreve de forma infatigável e condensa o pensamento do seu tempo. Grande era a luta, à época, contra as chamadas heresias. As palavras que mais aparecem em seus escritos são amor e caridade. Por vezes, desenvolvendo uma idéia, interrompe seu raciocínio para deixar escapar gritos de amor a Deus: Ó Senhor, amo-Te. Tu estremeceste meu coração com a palavra e fizeste nascer o amor por Ti. Tarde Te amei, ó Beleza tão amiga e tão nova, tarde Te amei... Tocaste- me, e ardo de desejo de alcançar a Tua paz.

7 Ó eterna verdade e verdadeira caridade e cara eternidade! Tu és o meu Deus, por ti suspiro dia e noite. Desde que te conheci, tu me elevaste para ver que quem eu via, era, e eu, que via, ainda não era. E refletistes sobre a mesquinhez de minha pessoa, irradiando sobre mim com toda a força. E eu tremia de amor e de horror. Vi-me longe de ti, no país da dessemelhança, como que ouvindo tua voz lá do alto: Eu sou o alimento dos grandes. Cresce e comerás. Não me mudarás em ti como o alimento de teu corpo, mas tu te mudarás em mim.

8 E eu procurava o meio de obter forças, para tornar- me idôneo a te degustar e não o encontrava até que abracei o mediador entre Deus e os homens, o homem Cristo Jesus (1Tm 2,5), que é Deus acima de tudo, bendito pelos séculos (Rm 9,5). Ele me chamava e dizia: Eu sou o caminho, a verdade e a vida (Jo 14,6). E o alimento que eu não era capaz de tomar se uniu à minha carne, pois o Verbo se fez carne (Jo 1,14), para dar à nossa infância o leite de tua sabedoria, pela qual tudo criaste.

9 Nossa Senhora, Mãe de Deus, Rainha dos Pecadores, intercedei por nós junto a Jesus, a fim de que possamos, apesar de ser tarde, amar esse Amor que desceu até nós para nos resgatar, salvar. Maria, leva-nos até Jesus, a Senhora que é o ponto de enlace do céu com a terra. Amém Com Santo Agostinho queremos lhe dizer ó Mãe, plena fide: Tu és a cheia de fé. Foi mediante a fé que tu te entregastes a Deus, sem reservas e se consagrou totalmente, como escrava do Senhor à pessoa e à obra de seu Filho.

10 Em 429 os vândalos, guiados por Genserico atravessaram o Estreito de Gibraltar e atacaram o norte africano. Agostinho, cercado com seu povo, sente amargura e luto, mas alenta o ânimo de seus fiéis e os convida à defesa. No terceiro mês do assédio, aos 76 anos de vida, em 28 de agosto de 430, morreu como um autêntico cristão, alegrando desse modo o coração da mãe que tanto rezou pela conversão do filho."

11 Bem aventurado Santo Agostinho, lembrai-vos, na vossa glória, dos pobres pecadores. Como Vós outrora, eles hoje trilham os caminhos do mal, arrastados pela ignorância ou pelas paixões. Compadecei-vos deles e fazei que, nas suas mentes e nos seus corações, irradie a luz da verdade e triunfe a força da graça a fim de que, à vossa imitação, quebrem os grilhões do pecado que os escraviza, espantem as trevas do erro que os sufoca e, vencidos pela ternura das consolações divinas, a Deus se convertam e vivam como filhos obedientes e soldados destemidos da Igreja. Assim seja. Amém!

12 Texto – Liturgia das Horas; A Virgem Maria – Santo Agostinho e um texto de Marinei Ferreira Rezende. Imagens – Google Música – Lindo Céu - Adriana Formatação - Graziela Visite um site 100% católico em: condido.com Para receber novos PPS, envie para: gmail.com


Carregar ppt ""Santo Agostinho, nasceu em Tagaste de Numídia, província romana ao norte da África em 13 de novembro de 354. Foi o primogênito do pagão Patrício e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google