A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula 06 Orçamento Empresarial. Condicionantes básicos para implantação O orçamento é a expressão quantitativa de um plano de ação servindo de instrumento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula 06 Orçamento Empresarial. Condicionantes básicos para implantação O orçamento é a expressão quantitativa de um plano de ação servindo de instrumento."— Transcrição da apresentação:

1 Aula 06 Orçamento Empresarial

2 Condicionantes básicos para implantação O orçamento é a expressão quantitativa de um plano de ação servindo de instrumento adequado ao controle permanente de sua execução. Para que se faça um bom orçamento é necessário se observar alguns requisitos. Existem alguns condicionantes básicos para implantação de um sistema orçamentário:

3 Condicionantes básicos para implantação Apoio efetivo da alta administração na implantação e utilização do sistema orçamentário como instrumento de gestão (instrumento de planejamento, coordenação e controle); Aceitação e colaboração de todas as áreas e escalões administrativos envolvidos na elaboração, acompanhamento e analise do orçamento; Existência de uma direção e coordenação geral para o processo orçamentário;

4 Condicionantes básicos para implantação Estrutura organizacional definida e adequada, dotada de boa infraestrutura administrativa e operacional, que ofereça reais condições a implantação e desenvolvimento do sistema orçamentário; Contabilidade aberta e informatizada; Fixação de objetivos para a empresa; e Sistema orçamentário dotado de agilidade e flexibilidade.

5 VANTAGENS E LIMITAÇÕES DE UM ORÇAMENTO Como vantagens do orçamento podemos mencionar: o orçamento obriga a empresa a análise antecipada das políticas básicas; o orçamento fortalece a administração, por meio do aperfeiçoamento de seus sistemas de registro, análise, relatório, entre outros. o orçamento é uma forma de obrigar os gestores a quantificarem e datarem as atividades pelas quais são responsáveis.

6 A utilização de um orçamento pode gerar alguns obstáculos (limitações): Os dados contidos no orçamento não passam de estimativas, estando assim sujeitos a erros maiores ou menores, segundo a sofisticação do processo de estimação e a própria incerteza inerente ao ramo de operações da empresa. O custo do sistema. É claro que esta técnica não pode ser usada com a mesma intensidade e complexidade por empresas de todos os tamanhos, ou seja, nem todas as empresas contam com os recursos necessários para contratar pessoal especializado em supervisão de orçamentos e desviar tempo do pessoal de linha para planejar e elaborar orçamentos. O uso de um sistema dessa natureza ajusta-se melhor a uma dada filosofia e a um certo estilo de administração (com participação) que talvez não sejam aceitáveis em algumas empresas. VANTAGENS E LIMITAÇÕES DE UM ORÇAMENTO

7 PRINCIPAIS ORÇAMENTOS PARA CONTROLE E GESTÃO ORÇAMENTO EMPRESARIAL: É o plano financeiro para implementar a estratégia da empresa para determinado exercício é mais que uma simples estimativa, pois deve estar baseado no compromisso dos gestores em termos de metas a serem alcançadas.

8 ORÇAMENTO EMPRESARIAL É considerado um dos pilares da gestão e uma das ferramentas fundamentais para que a prestação de contas dos gestores seja objetiva. Os gestores têm o compromisso especificado e definido no plano estratégico, que acabam sendo firmados no momento da montagem do orçamento.

9 ORÇAMENTO EMPRESARIAL O orçamento surge como sequência a montagem do plano estratégico, permitindo forçar e identificar, num horizonte menor, de um exercício fiscal as suas ações mais importantes. O orçamento existe para programar as decisões do plano estratégico.

10 ORÇAMENTO EMPRESARIAL O orçamento de uma empresa deve ser elaborado levando-se em conta a seguinte sequencia de etapas: ligação de casa preparatória para o orçamento: princípios gerais de planejamento, diretrizes dos cenários, premissas e pré-planejamento; plano de marketing; plano de suprimento, produção e estocagem (PSPE); Plano de investimento; plano de recursos humanos; e plano financeiro.

11 ORÇAMENTO EMPRESARIAL Sendo assim uma vez tendo feito um adequado trabalho na montagem do plano Estratégico, o orçamento tem muita chance de ser elaborado com coerência e consistência.

12 Tipos de orçamentos empresariais

13 É focada nos resultados de um único plano, uma única atividade. Uma vez que ele é elaborado ele não muda, fica estático, parado, permanece sem alterações desde seu princípio. Esse tipo de orçamento não se ajusta as mudanças. Aplicabilidade: Funções administrativas 1 - ORÇAMENTO ESTÁTICO

14 É o orçamento mais comum, principalmente em empresas que possuem várias unidades de negócio; Como geralmente é utilizado por grandes empresas, uma possível variação na execução do orçamento em alguma unidade de negócio terá pouco ou nenhum impacto significativo no orçamento consolidado;

15 Exemplo de Orçamento Estático (PADOVEZE, 2005): 1 - ORÇAMENTO ESTÁTICO

16 Origem: Inicialmente na década de 70, na Alemanha. Princípios básicos: controle e cálculo de custo por produto e a diversificação entre Custos Fixos e Variáveis. Serve para auxiliar a empresa a calcular sua capacidade e assim prever seus custos para vários níveis de atividades. 2 - ORÇAMENTO FLEXÍVEL

17 O orçamento flexível somente torna-se eficaz quando a empresa consegue calcular o que cada empregado produz, o que cada máquina ou computador produz e o que cada metro quadrado a fábrica produz. Assim os gestores conseguem se preparar para o inesperado. Aplicabilidade: Esse tipo de orçamento avalia e controla os custos e despesas operacionais e de fabricação. 2 - ORÇAMENTO FLEXÍVEL

18 Fornece estimativas sobre qual deve ser o custo sobre qualquer nível de atividade e permitem uma análise mais completa das variações; Para a elaboração do orçamento flexível torna- se fundamental a análise dos custos nas categorias variável e fixo, para que se possa prever os gastos em diversos níveis de atividades; 2 - ORÇAMENTO FLEXÍVEL

19 Exemplo: Demonstração do Resultado (PADOVEZE, 2005) 2 - ORÇAMENTO FLEXÍVEL Orçamento por unidade Dados Unitários Níveis de Atividade - Em Unidades Vendas$ 31, Materiais e Componentes$ 21, Outros Custos e Despesas Variáveis$ 0, Soma - Custos e despesas Variáveis$ 21, Margem de Contribuição$ 9, Orçamento - Gastos Mensais Custos Fixos Despesas Comerciais e Administrativas Total - Custos e Despesas Fixas RESULTADO OPERACIONAL (5.600)

20 Objetivo: Analisar naquele período que foi elaborado o orçamento, o que deu certo e o que deu errado e assim projetar um novo orçamento a fim de diferenciar o que deu errado. Analisa, detalhadamente, as receitas e as despesas para ter base para a elaboração do período futuro. O orçamento contínuo cobre em torno de 12 meses, sendo que se pode revisá-lo mensalmente, trimestralmente e semestralmente, resultando em um orçamento mais claro e detalhado. 3 - ORÇAMENTO CONTÍNUO

21 Aplicabilidade: Empresas que trabalham com produtos com ciclo de vida reduzido e processos que necessitam de rapidez nas mudanças. O objetivo central do orçamento contínuo é atualizar o orçamento periodicamente; Esta projeção contínua também é chamada de Forecasting; A ideia é acrescentar no fim de cada ciclo um novo período, que pode ser um mês, um bimestre, um semestre, etc..

22 3 - ORÇAMENTO CONTÍNUO Exemplo de Orçamento Contínuo com ciclo de 12 meses acrescentando sempre um mês: Janeiro/06 Dezembro/06 Fevereiro/06 Janeiro/07 Novo orçamento + 1 mês Março/06 Fevereiro/07 Novo orçamento + 1 mês

23 3 - ORÇAMENTO CONTÍNUO Apresenta uma desvantagens de ordem operacional, pois fazer orçamentos mensais sempre exige o envolvimento de quase todo o processo orçamentário; Alguns autores defendem a utilização deste modelo apenas nas demonstrações financeiras projetadas da empresa ou das unidades de negócios; As demonstrações financeiras possuem apenas números sintetizados e podem ser trabalhadas em contínuo pela controladoria sem afetar os demais gestores da organização.

24 Chamado de orçamento baseado em riscos, a primeira formalização ocorreu em 1960, no Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Seu objetivo é examinar o custo-benefício ou análise de evolução de todos os processos, projetos e atividades, iniciando da estaca zero, foco nos objetivos e metas dos gestores para uma estimativa de vendas, fabricação e outras peças orçamentárias. Sendo assim, o OBZ leva mais tempo para sua elaboração e contrapartida conduz a um resultado acertado. Orçamentos base-zero são definidos a partir de uma base completamente nova. 4 - Orçamento Base Zero – OBZ

25 Temos os tipos de perguntas que ao elaborar o OBZ devemos analisar: O que gastar? Quanto gastar? Como gastar? Onde gastar? Por que gastar? Aplicabilidade: Atividades industriais, comerciais e de serviço, com ou sem fins lucrativos. Revisão crítica dos gastos tradicionais de cada área; Analisa o custo-benefício de todos dos projetos, processos e atividades, partindo de uma base zero; Criação de alternativas para facilitar a escala de prioridades a serem levadas a decisão superior.

26 Exemplo: Os valores realizados de determinada empresa no ano de 2007 foram: Despesas2007 Pessoal$ 110,00 Serviços de terceiros$ 80,00 Material de consumo$ 10,00 TOTAL$ 200, Orçamento Base Zero – OBZ

27 Uma proposta orçamentária OBZ para o exercício de 2008 faria uma revisão crítica de cada gasto. Então teríamos: Despesas2007Projeção2008 Pessoal$ 110,00Revisão$ x Serviços de terceiros$ 80,00Revisão$ x Material de consumo$ 10,00Revisão$ x TOTAL$ 200,00Revisão$ x 4 - Orçamento Base Zero – OBZ

28 Vantagens Concentra-se nas reais necessidades e não nas variações do ano anterior, fazendo os gestores avaliarem melhor a aplicação eficiente dos recursos; Fornece informações detalhadas relativas a recursos necessários para se realizarem os fins desejados; O OBZ cria a prática interrogativa em lugar de assumir práticas decorrentes do passado; Identifica perdas ou engessamento de recursos que não são prioridade. 4 - Orçamento Base Zero – OBZ

29 Desvantagens Mais demorado, mais trabalhoso e mais caro; O mapeamento e justificativas de gastos de cada unidade produzem montanhas de papel. 4 - Orçamento Base Zero – OBZ

30 Seu objetivo é a organização obter uma saída, uma alternativa conforme o planejamento da quantidade da fabricação e vendas ou de outras variáveis. O orçamento fica modificado a partir do orçamento inicial. 5 - Orçamento Ajustado


Carregar ppt "Aula 06 Orçamento Empresarial. Condicionantes básicos para implantação O orçamento é a expressão quantitativa de um plano de ação servindo de instrumento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google