A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gustavo Lopes Calil Yuri Sampaio Maluf Lucas Vitor Milhomem Alves Eduardo da Cunha.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gustavo Lopes Calil Yuri Sampaio Maluf Lucas Vitor Milhomem Alves Eduardo da Cunha."— Transcrição da apresentação:

1 Gustavo Lopes Calil Yuri Sampaio Maluf Lucas Vitor Milhomem Alves Eduardo da Cunha

2 Subestimando por algumas empresas, a logística de suprimentos tem grande impacto no custo total da empresa. Redução de estoques, melhoria de qualidade, disponibilidade de produtos, melhor planejamento de produção

3 Aumento da influência externa na estrutura empresarial: Baixo nível de agregação de valor dentro da empresa em relação a materiais e serviços adquiridos externamente Uma diminuição de custos em relação aos fornecedores resulta em mudança significativa no resultado final

4 1. Área de sistemas e 2. Área organizacional processos 3. Área de recursos humanos

5 Adotar a mesma solução para todos os fornecedores sem distingui-los por suas singularidades Diminuir o número de fornecedores como meta e não como meio, podendo ocasionar em relações desnecessárias de monopólio. Desconsiderar o custo ocasionado na cadeia logística referente ao fornecedor escolhido Ficar em uma relação de ganha- perde com o fornecedor, ao invés de juntos chegarem a uma solução onde os dois ganham Criar estratégias de suprimento sem o envolvimento e comprometimento dos fornecedores.

6 Vital na logística integrada. Confiança mútua entre empresa – fornecedor Riscos e recompensas compartilhados Vantagem competitiva estratégica Resultado melhor do que seria obtido individualmente

7 Usado como forma de integração, serve como reconhecimento para os melhores fornecedores, através de inúmeros critérios para a entrega de um diploma ou certificado

8 Quais benefícios são gerados a partir da integração com os fornecedores? R. Com a integração, é possível ter parceiros mais fortes, melhoria na qualidade e velocidade de entrega dos produtos,mútua diminuição de estoques, custos na cadeia logística diminuídos entre outros. As certificações dos fornecedores são sempre positivas em uma logística de suprimentos? R. Quando usada como um fim e não como um meio de atingir metas, esse método e bastante criticado. Algumas empresas adotam essa prática para transferir parte de seus problemas para seus fornecedores, aqueles que não atenderem seus critérios são cortados. A certificação deve ser usada para criar uma competição saudável e reconhecer os melhores parceiros.

9 Qual a diferença entre um colaborador e um parceiro nos negócios? R. A diferença se dá pelo nível do relacionamento comercial, para ser um parceiro e preciso ter confiança total, o fornecimento é como uma extensão da fábrica, para que isso aconteça o fornecedor e a empresa precisam estar preparados para assumir compromissos a longo prazo, o fornecedor precisa estar tecnicamente qualificado para o sistema de puxar, ou em determinados casos um colaborador já e suficiente para que a relação tenha sucesso. O que seria o sistema de puxar, e qual a diferença com o sistema de produção em um nível colaborativo? R. O sistema de puxar e direcionado pela demanda do cliente, ou seja, o fornecedor deve adequar sua produção em relação a demanda do seu cliente, em nível colaborativo e usado um misto de demanda e previsão de vendas para a produção.


Carregar ppt "Gustavo Lopes Calil Yuri Sampaio Maluf Lucas Vitor Milhomem Alves Eduardo da Cunha."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google