A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Karina Nascimento Costa

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Karina Nascimento Costa"— Transcrição da apresentação:

1 Karina Nascimento Costa

2 AsfixiaHipóxia / Hipercarbia IsquemiaFluxo Inadequado para o miocárdio Choque Hipovolemia Sepse Disfunção Miocárdica Arritmia Taquicardia ventricular Fibrilação Ventricular Berg et al Curr Opin Crit Care 2008,14;254:260 Causas da PCR

3 Fibrilação Ventricular 7,6% - 1 a 7 anos 27% - 8 a 18 anos Fucchs S Pediatr Emerg Care 2008;24:561:568 Pediatric Basic and Advanced Life Support Circulation ;73:90 Pós Asfixia = Pior Prognóstico 2 J / kg 4 J/ Kg Amiodarona = choque refratário ou FV/TV recorrente RCP !

4 Push hard ½ a 1/3 da profundidade do tórax Minimizar interrupções Descompressão completa do tórax Não hiperventilar Push fast 1 reanimador – 30/2 2 reanimadores – 15/2 Cças > 8 anos = 30/2 F: 100 comp/min ÊNFASE NA QUALIDADE ! Pediatric Basic and Advanced Life Support Circulation ;73:90 COT ? 100 comp/min Não interromper Vent: 8-10/min

5 DC = VS X FC Força da compressão torácica Número de compressões torácicas Fucchs S Pediatr Emerg Care 2008;24:561:568 PPC = Pressão em Aorta – Pressão em AD Fluxo para miocárdio

6 Dorph E et al Resuscitation 2002 ;54:259:264

7 97 PC 813 minutos de CT Push Fast Abella et al Circulation 2005;111:428:434

8 Yu et al Circulation 2002;106:368:372 4 grupos de porcos Fibrilação Ventricular Desfibrilação – 3 choques Interrupções nas comp. torácicas: 3,10, 15 e 20 segundos Minimizar Interrupções

9 3 grupos de porcos Induzida PC RCP com FVent: 12, 30(O 2 100%) e 30 (O 2 95% e CO 2 5%) PIT Pré Carga DC PPC Não Hiperventilar Aufderheide TP et al Circulation :1960:1965

10 493 pacientes : 138 intra-hospitalar 353 extra-hospitalar Intra-hospitalar Etiologia : Cardíaca Menor duração Melhor evolução neurológica Causa morte: Cardiovascular Extra-hospitalar Etiologia : Respiratória pH : Menor Mais convulsões Causa morte: Lesão neurológica Menor sobrevida Moler FW et al Crit Care Med 2009;37:2259:2267

11 A RCP pediátrica intra hospitalar é bem realizada? - Qualidade da RCP foi avaliada em pacientes 8 anos - UCIP ou PS - 20 eventos em 18 pacientes = compressões torácicas. Sutton et al. Pediatrics 2009;124:

12 Ênfase para a via endovenosa ou intra-óssea Via Intra-Traqueal L idocaína E pinefrina A tropina N aloxone Pediatric Basic and Advanced Life Support Circulation ;73:90

13 N Engl J Med 2004;350: Uso rotineiro de alta dose de epinefrina não é mais recomendado EXCETO = Intoxicação por β bloqueador

14 COT com e sem cuff são aceitas para lactentes e crianças Quando CUFF ? Baixa complacência pulmonar Aumento resistência vias aéreas Grande escape por COT sem cuff COT com cuff : ID anos + 3 ______ 4 COT sem cuff: 16 + ID anos ou ID anos + 4 _________ ______ 4 4 Pressão < 20 mmHg Fucchs S Pediatr Emerg Care 2008;24:561:568 Pediatric Basic and Advanced Life Support Circulation ;73:90

15 Revisados 1477 PC 659 (45%) – Ca ++ Ca ++ citoplasmático – ativa sistemas enzimáticos intracelulares Srinivasan V et al Pediatrics 2008;121:e-144-e1555

16 Considerar hipotermia induzida para pacientes que permaneçam comatosos após reanimação cardiopulmonar. 32ºC a 34ºC por 12 a 24 horas Retrospectivo – 5 UTIP 79 pacientes 29 (36,7%) – Hipotermia pós PCR 50 (63,3%) - Normotermia Após ajuste das variáveis não houve diferença entre os dois grupos na mortalidade e nos efeitos adversos Doherty DR et al Circulation 2009;119:

17 Vasopressina Vasoconstrição mm liso vascular Vasodilatação pulmonar Osmoregulação Recomenda uso de vasopressina – IV ou IO para Substituir a 1º ou 2º dose de epinefrina na PCR em adultos Choong K et al Pediatr Crit Care Med 2008;9:372:379 Mas... Não existem recomendações quanto ao uso de vasopressina na RCP em crianças

18 1293 pacientes tiveram PC Vasopressina foi utilizada em 64 pacientes = 5% Utilizada como terapia de resgate Duncan JM et al Pediatr Crit Care Med 2009;10:

19 Estudo restrospectivo – 1997 – crianças – 6 episódios de PC Terapia de resgate – Falha RCP e epinefrina Dose : 0,4 UN/kg/dose 3 crianças apresentaram retorno da circulação espontânea 2 crianças sobreviveram por mais de 24 hs 1 criança recebeu alta hospitalar Mann K et al Resuscitation 2002;52:149:156

20 Terlipressina é um análogo sintético da VP com uma maior ½ vida Foi utilizada quando a epinefrina ( ao menos 2 doses) falhou na RCP Dose : µg/kg EV 141 crianças – PC 7 crianças receberam terlipressina 8 episódios de PC Retorno a circulação espontânea em 6 dos 8 episódios de PC 4 sobreviveram à alta sem sequela neurológica Matok I et al Crit Care Med ;1161:1164

21 Considerar suspensão dos esforços após min de RCP Levar em conta: -Causa da PC - Condições pré-existentes -Duração da PC não tratada ( no-flow) -Efetividade da RCP (low-flow) Pediatric Basic and Advanced Life Support Circulation ;73:90

22 Obrigada


Carregar ppt "Karina Nascimento Costa"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google