A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CAPACITAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL QUE BENEFICIAM DE SUBVENÇÕES ATRAVÉS DO INSTRUMENTO EUROPEU PARA A DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CAPACITAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL QUE BENEFICIAM DE SUBVENÇÕES ATRAVÉS DO INSTRUMENTO EUROPEU PARA A DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS."— Transcrição da apresentação:

1 CAPACITAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL QUE BENEFICIAM DE SUBVENÇÕES ATRAVÉS DO INSTRUMENTO EUROPEU PARA A DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS.

2 Agenda  Introdução  Tipos de planos  Planeamento Estratégico  Conceitos  O Ciclo de Planificação  As Fases  Estrutura do Plano Estratégico

3 Introdução  O planeamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro, estruturando o trâmite adequado e reavaliar todo o processo a que o planeamento se destina. Sendo, portanto, o lado racional da acção. Tratando-se de um processo de deliberação abstracto e explícito que escolhe e organiza acções, antecipando os resultados esperados. Esta deliberação busca alcançar, da melhor forma possível, alguns objectivos predefinidos.administrativa  Algumas de nossas acções necessitam de planeamento, mas muitas não.

4 Tipos de planos  Estratégico  Táctico  Operacional

5 Planeamento Estratégico  A planificação estratégica é descrita como: um processo estratégico porque envolve uma melhor preparação para responder as circunstâncias dinâmicas do ambiente da organização. Deste modo, ser estratégico significa ser claro em relação aos objectivos da organização, ser alerto em relação aos recursos da organização, e incorporar os dois aspectos para desenvolver de forma efectiva respostas sobre a dinâmica do ambiente.  Um processo contínuo de planificação porque envolve a definição contínua e intencional de objectivos (escolha do futuro desejado) e desenvolvimento de uma abordagem para o alcance dos objectivos.  Um processo disciplinado porque ele requer uma certa ordem e orientação para torná-lo produtivo. O processo levanta uma série de questões que ajudam os planificadores a analisar experiências, testarem pressupostos, recolher e incorporar informações a cerca do presente e prever o futuro.  Finalmente, o processo de planificação estratégica é sobre decisões e acções fundamentais, porque escolhas devem ser feitas para responder às questões a cima levantadas. De um modo geral a planificação é um conjunto de decisões a cerca do que fazer, porque fazer, como fazer e quando fazer.

6 Visão, Missão, Estratégias e Objectivos  Objectivo - é o resultado final pretendido, o propósito que a organização procura alcançar.  Estratégia – define como se quer atingir um ou vários objectivos, o caminho que se pensa percorrer.  Missão - é geralmente um conceito amplo, e inclui o propósito da organização (ela existe porque?), o que se propõe a fazer e como o pensa fazer e ainda os princípios e valores que guiam o alcance da missão.  Finalmente, a visão - é literalmente tida como a “imagem ou visualização mental” do alcance da missão e dos objectivos da organização. É o sonho da situação ideal futura.

7 Planificação Integrada  Uma das maiores limitações do modelo clássico ou tradicional de planificação de longo-prazo é que a informação sobre mudanças do ambiente externo não é geralmente tomada em conta convenientemente. A planificação é baseada apenas na informação conhecida através de experiências directas vividas no passado e presente imediato. Porém, informação sobre o ambiente externo constitui uma componente importante na planificação a longo-prazo. Porque ela pode identificar novos e potenciais eventos cruciais os quais podem ser acrescidos dos que já foram identificados e recolhidos durante a monitoria.

8 Participação e Inclusividade  O que é um processo inclusivo? Um processo inclusivo significa que as pessoas que trabalham na organização participam no processo de planificação de maneira mais apropriada. Isto significa que cada gestor, trabalhador, membro, sócio, voluntário tem a oportunidade de ouvir e ser ouvido durante a realização de qualquer acção que tem a haver com a organização.  No âmbito da participação podemos ainda pensar na inclusão ou consulta a beneficiários, empresas, sociedade civil, doadores, financiadores, instituições, etc. ou seja, em todas as pessoas e organizações que se encontram no ambiente da organização.

9 Ciclo de planificação

10

11 Estrutura do plano  Capa – 1 página  Detalhes do documento – 1 página  Versão  Introdução pelo Presidente / Director Executivo – 1 página  Sumario Executivo – 1 a 2 páginas  Agradecimentos - ½ página  Metodologia usada – 2 páginas  Perfil do Município e Historial – 1 página  Visão, Missão e Valores – 1 página  Analise FOFA e Opções Estratégicas – 2 páginas  Estratégias – 1 página  Objectivos Estratégicos – 2 a 4 páginas  Implementação – 1 página  Monitoria e Revisão – 1 página  Anexo I – Objectivos Departamentais (Objectivos das Áreas de Resultado Chave)  Anexo II – Plano de actividades de implementação do Plano Estratégico


Carregar ppt "CAPACITAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL QUE BENEFICIAM DE SUBVENÇÕES ATRAVÉS DO INSTRUMENTO EUROPEU PARA A DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google