A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FATORES ANTE MORTEM E POST MORTEM QUE INFLUENCIAM NA QUALIDADE DA CARNE BOVINA Autor: Pedro Eduardo de Felício Produção de Novilhos de corte 1 ed. Piracicaba:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FATORES ANTE MORTEM E POST MORTEM QUE INFLUENCIAM NA QUALIDADE DA CARNE BOVINA Autor: Pedro Eduardo de Felício Produção de Novilhos de corte 1 ed. Piracicaba:"— Transcrição da apresentação:

1 FATORES ANTE MORTEM E POST MORTEM QUE INFLUENCIAM NA QUALIDADE DA CARNE BOVINA Autor: Pedro Eduardo de Felício Produção de Novilhos de corte 1 ed. Piracicaba: FEALQ, 1997, v. Único, p

2 Resultados e Discussões:  Tabela 01- Médias dos escores de análise sensorial e força de cisalhamento (WB) de bifes do contrafilé, por grupo de maturidade USDA,segundo Smith et al. Obs.: A e B se enquadram em Prime, Choice, Select e Standard (USDA)

3 Resultados e Discussões:  Figura 01- Textura do contrafilé de novilhos Nelore (Ne) e Pitangueiras (Pi), de 2 e 3 anos de idade.

4 Estimulação Elétrica:  É utilizada em baixa voltagem nos primeiros 10 minutos após a sangria e/ou altas vontagens na primeira hora post mortem (Harsham & Deatherage, 1951).  O objetivo é acelerar o rigor mortis, evitando o encurtamento das fibras musculares e o endurecimento da carne durante o resfriamento.  Atualmente é muito utilizado como uma ferramenta para melhorar a qualidade da carne de animais com acabamento de carcaça insuficiente.

5 MUITO OBRIGADO !!!


Carregar ppt "FATORES ANTE MORTEM E POST MORTEM QUE INFLUENCIAM NA QUALIDADE DA CARNE BOVINA Autor: Pedro Eduardo de Felício Produção de Novilhos de corte 1 ed. Piracicaba:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google