A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Metodologia Pratica de Lutas Prof. Ms. Ramon Martins de Oliveira Disciplina de Lutas 2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Metodologia Pratica de Lutas Prof. Ms. Ramon Martins de Oliveira Disciplina de Lutas 2013."— Transcrição da apresentação:

1 Metodologia Pratica de Lutas Prof. Ms. Ramon Martins de Oliveira Disciplina de Lutas 2013

2 Disciplina Prática Lutas Horários: 19:00 ás 20:50  19:00 – Repassar Conteúdo Ultima Aula (1ª Chamada 19:20)  Conteúdo Atual programado 21:05 ás 22:15  Aula Pratica - Avisado antecipadamente (2ª Chamada 22:00)

3 Disciplina Prática Lutas Aula Teórica:  Conceitos e Aplicações Teóricas (Data show, materiais impressos)

4 Disciplina Prática Lutas Aula Prática:  Sala Dança Roupas Adequadas (Evitar Jeans, Saias e calçados inadequados) Evitar Acessórios ( Relogios, Aneis com pontas, Brincos compridos e Colares) Não estando apto, relatório ao final da aula.

5 Disciplina Prática Lutas Avaliação: 1ª Avaliação : Relatório Lutas e Pcn’s ( 02 pontos) Prova Regimental ( 08 pontos) 2ª Avaliação: Plano de Aula e Aula Pratica ( 02 pontos) Festival de Lutas ( 08 pontos)

6 Pratica Lutas Prof. Ms. Ramon Martins de Oliveira Disciplina de Lutas

7 Conceito Constantemente presente na cultura de diferentes civilizações no decorrer dos séculos, a Luta pode ser reconhecida como: Ritos Religiosos Ritos Religiosos Preparação Guerra Preparação Guerra Exercícios Físicos Exercícios Físicos Jogos Competições Jogos Competições ESPARTERO, 1999

8 Conceito LUTA X ARTE MARCIAL O termo “Artes Marciais”, refere - se às artes de guerra e as luta de origem militar. Entende-se como sistema de combate o conjunto de regras, regulamentos e preceitos filosóficos. O termo “Artes Marciais”, refere - se às artes de guerra e as luta de origem militar. Entende-se como sistema de combate o conjunto de regras, regulamentos e preceitos filosóficos. O termo “Lutas”, refere – se á combate, com ou sem armas, entre pessoas ou grupos; disputa

9 Alves Junior,2001 Origem Lutas Em 3000 e 1500 a.C, SUMERIANOS, marcas cavernas guerreiros da época

10 Ferreira,2006 Primeiras Lutas Pancrácio Início com os heróis Hércules e Teseu Golpes e técnicas de lutas que incluem socos, chutes, cotoveladas, joelhadas, cabeçadas, estrangulamentos, agarramentos, quedas, imobilizações, torções, chaves e travamento das articulações Teve a sua primeira aparição nos Jogos Olímpicos (648 a.C.)

11 Ferreira,2006 Primeiras Lutas

12 Ferreira,2006 Evolução Lutas Gladiadores – Roma Golpes e técnicas de lutas com espadas, escudos, redes, tridentes, lanças. Usavam também cavalos, e bigas nas lutas. De origem escrava, eram treinados para estes combates, que serviam de entretenimento.

13 Ferreira,2006 Evolução Lutas

14 •Sasaki, 1989 Budismo = Mov. Estáticos •Respiração •Força •Capacidade Defesa •Filosofia Budismo = Mov. Estáticos •Respiração •Força •Capacidade Defesa •Filosofia Viagem A China ano 525 d.c Estilo Próprio Shao Lim Su Kempo •Orientava seus discípulos para que desenvolvessem técnicas que mais se harmonizassem com o seu interior, criando assim, estilo próprio Budismo

15 Sugai, 2004 Após Morte Fragmentação dos ensinamentos Aparição de novas técnicas e Estilos de Lutas Budismo

16 Após Sec. XIV Europeus iniciam Expansões Povos Após Sec. XIV Europeus iniciam Expansões Povos Em 1900 Ingleses e Americanos JUDO Em 1900 Ingleses e Americanos JUDO Após 1945 Americanos no Japão Disseminaram Ocidente Após 1945 Americanos no Japão Disseminaram Ocidente Reid e Croucher, 2003 A Luta e sua Regionalização

17 JAPÃO – JU-JUTSU •Japão = Chen Yung Ping (1658); •Japão = séc. XVI pelos samurais;

18 JAPÃO – JUDÔ •Judô, derivado do Ju – Jitsu, com Jigoro Kano •1882 = fundação do instituto Kodokan;

19 JAPÃO – KENDO •Kenjutsu = 789 a. C. ; •Miyamoto Musashi.

20 JAPÃO – KARATE •Matsudo Higa = Séc.XVII •Varios Estilos • Okynawa

21 JAPÃO – SUMÔ •Kojiki (crônica do passado) = 660 a. C.; •Até a era Kamakura (1185 d.C ) o Sumô era restrito ao imperador, aos shoguns e daimyôs (senhores feudais)

22 CHINA – KUNG FU •60 anos depois da fundação do templo Shaolin = Bodhidharma (“Damo”); •Zenbudismo. •Jeet Kune DO, Wushu e Boxe Chines

23 CORÉIA – TAEKWONDO •Com base Karate, após II Guerra; •Influencias Taekkyon, arte coreana;

24 SUL DA ÁSIA - ESCRIMA •Existem muitos sistemas de Escrima, cada um com uma história diferente, mas muitos historiadores concordam que ela deriva de uma forma de luta com bastões vinda da Malásia e Indonésia.

25 SUL DA ÁSIA – MUAY THAI •O Muay Thai, ou boxe tailandês, tem uma longa tradição na Tailândia e começou há muitos séculos. Esta forma nativa de arte marcial também é praticada nos países próximos – no Cambodja é conhecido como Pradal Serey, e como Tomoi no norte da Malásia.

26 EUROPA – PANCRÁCIO •Arte marcial da Grécia antiga e esporte gladiatório, o pancrácio era uma fusão de técnicas de luta, que incluíam a luta grega, boxe, estrangulamento, chutes, golpes e técnicas de travamento das articulações.

27 EUROPA – SAVATE •Também conhecido como boxe francês, a savate usa ambas as mãos e os pés como armas, e contém elementos do boxe clássico, assim como agarramentos e elegantes técnicas de chutes. •Originalmente, a savate era uma técnica desprezada, pois era empregada por malandros e ladrões em Paris e no norte da França, no início do século 19.

28 EUROPA - SCHWINGEN •Luta suíça com origem anterior ao século XIII, onde o objetivo é derrubar o adversário com as costas no chão.

29 BRASIL – JIU JITSU •Adaptado do Judo •Conde Koma, aluno Carlos Gracie •Helio Gracie

30 BRASIL - CAPOEIRA •Desenvolvida pelos escravos africanos por volta do século XVII, se confirmando século XIX •Salvador e Rio de Janeiro •Ócio e Malandragem •Mestre Bimba

31 ?

32 O profissional de educação física não atua sobre o corpo ou com o movimento em si, não trabalha com o esporte em si, não lida com a ginástica em si. Ele trata do ser humano nas suas manifestações culturais relacionadas ao corpo e ao movimento humano, historicamente definidas como jogo, esporte, dança, luta e ginástica (Daolio, 2004).

33 Entende-se como lutas, não somente as modalidades tidas como tradicionais (Judô, Caratê, Kung Fu), mas, também, a prática da luta informal. Da educação infantil até o ensino médio, comprova-se que as lutas fazem sucesso em todas as faixas etárias Ferreira, 2006 Lutas na Educação Fisica

34 Caracterizam-se por uma regulamentação específica a fim de punir atitudes de violência e deslealdade Brasil, 1998 Lutas na Educação Fisica Existem muitas definições sobre o que seriam as lutas, sendo a definição proposta nos PCN’s - Educação Física: As lutas são disputas em que os oponentes devem ser subjugados, com técnicas e estratégias de desequilíbrio, imobilização ou exclusão de um determinado espaço na combinação de ações de ataque e defesa

35 Educação Infantil Lutas Animais : •Luta Sapo •Luta Jacaré •Luta Saci Lutas Animais : •Luta Sapo •Luta Jacaré •Luta Saci Ferreira, 2006 Lutas na Educação Fisica

36 Ensino Fundamental Lutas Adaptadas: •Luta Empurra e Puxa •Luta Uga - Uga Lutas Adaptadas: •Luta Empurra e Puxa •Luta Uga - Uga Brasil, Lutas na Educação Fisica

37 Ensino Médio Modalidades: •Historia •Regras •Éticas e Valores Modalidades: •Historia •Regras •Éticas e Valores Brasil, Lutas na Educação Fisica

38 Pierre Parlebas (1990) Lembra que: São atividades esportivas com uma oposição presente, imediata, e que é o objeto da ação, existe uma situação de enfrentamento codificado com o corpo do oponente Desta forma, mais do que lutar contra o outro, a educação física escolar deve ensinar a lutar com o outro, estimulando os alunos a aprenderem através da problematização dos conteúdos e da própria curiosidade dos alunos.

39


Carregar ppt "Metodologia Pratica de Lutas Prof. Ms. Ramon Martins de Oliveira Disciplina de Lutas 2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google