A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Workshop ABECE 2011 / Concrete Show: Estruturas de Concreto: do projeto a aceitação Verdades e lendas Módulo: Concreteira Holcim Brasil S.A. Luiz Otávio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Workshop ABECE 2011 / Concrete Show: Estruturas de Concreto: do projeto a aceitação Verdades e lendas Módulo: Concreteira Holcim Brasil S.A. Luiz Otávio."— Transcrição da apresentação:

1 Workshop ABECE 2011 / Concrete Show: Estruturas de Concreto: do projeto a aceitação Verdades e lendas Módulo: Concreteira Holcim Brasil S.A. Luiz Otávio Maia Cruz Data: 31/08/2011

2 2 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Agenda 1 Ambiente de Mercado 2 Visão sistêmica da cadeia produtiva do concreto 3 Modelo de gestão em uma Concreteira 4 Problemas ou oportunidades

3 3 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Consumo de cimento no Brasil Em 2010, atingimos o recorde de 311 kg/hab

4 4 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Perfil da distribuição cimento para Concreto Ano 2010 = 18,5 mio t de cimento que equivale a 53,0 mio m³ concreto Fonte: SNIC - Relatório anual 2010

5 5 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Alguns pontos importantes para reflexão do momento atual da Construção Civil no Brasil  Forte demanda por processos Industrializados  Aumento da oferta de Crédito é o fator que impulsiona o crescimento no segmento imobiliário  Concreto já representa 31% do Consumo total de cimento no Brasil  Planejamento não acompanha o ritmo da demanda das obras de infraestrutura  Capacitação da mão de obra tem elevado custos diretos e indiretos  Forte pressão nos escritórios de Projetos: Quantidade X Planejamento X Tempo X Adequações  Processos de gestão necessitam de estabilidade básica de operação (sistema Toyota de produção) MERCADO CADEIA PRODUTIVA

6 6 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Agenda 1 Ambiente de Mercado 2 Visão sistêmica da cadeia produtiva do concreto 3 Modelo de gestão em uma Concreteira 4 Problemas ou oportunidades

7 7 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 A complexidade dos problemas atuais exigem soluções sistêmicas  Um objetivo pessoal:  “..... A partir da próxima semana vou iniciar uma dieta,.... Preciso perder peso...” ?  Em uma empresa:  “Estamos atrasados em nosso orçamento, precisamos do esforço de cada um, para trabalhar mais 15 h/mês para conseguirmos aumentar nossa produtividade” ?  Uma decisão do poder público:  “ Kassab sanciona lei que proíbe o uso de celulares em banco” ?  Em uma cadeia produtiva:  “... Nosso cronograma está atrasado, mudaremos a especificação do projeto para conseguir atender os prazos....” ?

8 8 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Demanda Requisitos Visão Sistêmica da cadeia de decisão do concreto Avaliação dos pontos de defasagem (causas raiz) Escopo, Tempo, Valor, Responsabilidades Comunicação, Atendimento, Tipo de produto R$, Tempo, Segurança R$, m³, Mpa, mm Moldagem Aplicação Gestão da Produção Escopo do contrato não cobre as necessidades Modelo de gestão heterogêneio Confiabilidade Capacitação da equipe Modelo de contratação com ênfase comercial Custo viabiliza o projeto Baixa interação com a obra Pontos de defasagem Projeto Construtora ($) Concreteiras

9 9 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Problemas complexos: “As Causas e efeitos não estão próximos no tempo” Peter Senge Defasagem CausasEfeitos Custo viabiliza o projetoAumentar a rentabilidadeQualidade, Retrabalho, + manutenção, + reuniões Modelo de contratação com ênfase comercial Integração de departamentos, simplificação de processos Qualidade, aditivos de contratos, especificação não atendida, + stress para equipe de produção, - produtividade Baixa Interação com a obraFazer + projetos, custos altos, falta capacitação Erros de execução, Retrabalho, não atende especificação, afeta segurança ConfiabilidadeProblemas passados, conseguir vantagem comercial, tratamento de commodities Programação X Cancelamentos, Moldagem define futuro, Comunicação de baixa eficiência Modelo de gestão heterogêneo Nível de terceirização, Capacitação, número de eng. por obras, modelo de estagiários, Erros de programação, atrasos de concretagem, qualidade de aplicação, qualidade de aceitação do concreto Escopo do contrato não atende as necessidades Tratamento de commodities, não vê valor do serviço, baixa capacitação, atender órgão financeiro, controlar a concreteira Alta quantidade de conflitos, informações desencontradas, condições de trabalho ineficientes, por vezes a amostra não representa o concreto aplicado Capacitação da equipeEmpresas terceirizadas sem requisitos, alto turnover, experiência duvidosa Alto índice de desperdícios, aumenta custo final, contra a segurança, durabilidade e imagem em cheque

10 10 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Agenda 1 Ambiente de Mercado 2 Visão sistêmica da cadeia produtiva do concreto 3 Modelo de gestão em uma Concreteira 4 Problemas ou oportunidades

11 11 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Indicadores importantes de uma Concreteira  Rentabilidade  Produtividade equipamentos  Serviços de concretagem e tecnologia de concreto  Eliminação de desvios que geram retrabalhos  Clientes  Qualidade e consistência  Nível de atendimento  Sustentabilidade  Licenciamento ambiental  Gestão de água, resíduos, pó e barulho  Relacionamento com sociedade  Pessoas  Programa de capacitação continuada  Programa de Saúde, Segurança no Trabalho  Desenvolvimento pessoal

12 12 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Um exemplo do processo de gestão diária de uma concreteira: 5 blocos de gestão com 25 atividades Gestão de Materiais Carregamento / Mistura Transporte Recebimento Programação Seleção fornecedores Recebimento Materiais Controle qualidade Otimização aditivos Otimização Mesclas Seleção fornecedores Recebimento Materiais Controle qualidade Otimização aditivos Otimização Mesclas Programação cliente Plano de concretagem Distribuição Frotas Análise de produtividade Gestão dos despachos Programação cliente Plano de concretagem Distribuição Frotas Análise de produtividade Gestão dos despachos Aferição equipamentos Execução programação Controles de pesagem Análise dos ciclos Liberação CBs Aferição equipamentos Execução programação Controles de pesagem Análise dos ciclos Liberação CBs Ajuste e lacração das cargas Rotograma Avaliação acessos Comunicação instantânea Relatório de Vistoria diária do eqto Ajuste e lacração das cargas Rotograma Avaliação acessos Comunicação instantânea Relatório de Vistoria diária do eqto Posicionamento CB Descarga Amostragem Lavagem CB De acordo na NF Posicionamento CB Descarga Amostragem Lavagem CB De acordo na NF

13 13 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Gerenciamento automatizado para despacho, logística e produtividade Sistema automatizado de melhorias do Sd Exemplos: Sistemas para controle, homogeneidade, nível de atendimento e maximizar produtividades equipamentos

14 14 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Agenda 1 Ambiente de Mercado 2 Visão sistêmica da cadeia produtiva do concreto 3 Modelo de gestão em uma Concreteira 4 Problemas ou oportunidades

15 15 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Problemas ou Oportunidades  Devemos satisfação aos nossos clientes  Vivemos em uma época única de integração da cadeia produtiva  Nosso produto final é e sempre será a obra de concreto de máxima qualidade e sustentável  Temos que trabalhar com responsabilidade e em equipe  Devemos a cada dia pensar (juntos), como aumentar a produtividade dos nossos sistemas construtivos  Devemos valorizar cada vez mais, cada etapa do processo integrado

16 16 Holcim Brasil.ppt © Holcim Brasil 2010 Obrigado!


Carregar ppt "Workshop ABECE 2011 / Concrete Show: Estruturas de Concreto: do projeto a aceitação Verdades e lendas Módulo: Concreteira Holcim Brasil S.A. Luiz Otávio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google