A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GESTÃO SOCIAL Unidade I GESTÃO SOCIAL : Desafios e Especificidades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GESTÃO SOCIAL Unidade I GESTÃO SOCIAL : Desafios e Especificidades."— Transcrição da apresentação:

1 GESTÃO SOCIAL Unidade I GESTÃO SOCIAL : Desafios e Especificidades

2 GESTÃO SOCIAL Nos anos 90 se constata de forma definitiva, que o desenvolvimento econômico não traz necessariamente avanços sociais e que as ações assistenciais não conseguem transformar a sociedade. O paradigma do Desenvolvimento Sustentável vai definir a qualidade de vida como objetivo e como finalidade mais ampla da sociedade. Nele, o social deixa de ser apenas um setor de atividades, para se tornar uma dimensão de todos os setores. É neste cenário que as bases para o estabelecimento de novos paradigmas de atuação na área social se expressam com vigor, impondo a necessidade de romper com ações assistencialistas, paternalistas e paliativas

3 GESTÃO SOCIAL É urgente incorporar novas formas de atuação na área social, capazes de promover novas relações entre Estado, Mercado e Sociedade, tendo por base os eixos da competência, sustentabilidade, consciência e ética. A assimilação de novas tecnologias e formas de GESTÃO SOCIAL possibilita repensar as formas de organização social e a redefinir a relação entre o político, o econômico e o social, assim como a escutar de forma sistemática os atores estatais, empresariais e comunitários, apontando para a construção de uma sociedade mais horizontalizada, mais participativa, mais organizada em rede, inclusiva e cidadã.

4 GESTÃO SOCIAL CONCEPÇÃO Gestão das ações sociais, das demandas e necessidades dos cidadãos,que foram reconhecidas como legítimas e constituídas como direitos. Estas demandas tornam-se prioridades quando ingressam na agenda estatal e se transformam em políticas públicas que asseguram a consolidação da cidadania.

5 GESTÃO SOCIAL Alterar as diferenças e processos de desigualdade e exclusão social através de uma GESTÃO ESTRATÉGICA, PLANEJADA E INOVADORA, que articule a dimensão técnica com a dimensão ética e política comprometida com o DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E HUMANO. COMPROMISSO

6 GESTÃO SOCIAL Estado Sociedade Civil Mercado Parceria Políticas Sociais Participação Ativa Descentralização Política e Administrativa Responsabilidade Social Controle Social Rede

7 GESTÃO SOCIAL QUESTÕES-CHAVES • Necessidade de revisão das Competências e Responsabilidades do Estado; • Importância da Participação Ativa da Sociedade civil – Controle Social ; • Processo de Formação de Redes; • Compreensão das Parcerias ( público – privada) como forma de enfrentamento da exclusão social e como referência para a elaboração de Políticas Sociais.

8 GESTÃO SOCIAL NO WELFARE STATE  Gestão centralizada no Estado - Nação ( pacto inter classes conciliando capitalismo e democracia, assegurando pleno emprego e políticas sociais universalistas ) ;  Políticas sociais universalistas, processadoras de serviços padronizados, inspirados nos ideais igualitaristas de atenção ao cidadão;  Gestão hierarquizada e setorialização da política social;  Consolidação da sociedade salarial, com a generalização e mundalização da figura do trabalhador assalariado;  Primazia do Estado regulador.

9 Estado Mínimo e primazia do mercado ( enfatiza o mercado livre e sem controle como solução para as crises) ;  Desconcentração, Descentralização das ações governamentais e e Privatização das atividades econômicas e sociais, mesmo as exercidas pelo Estado;  Substituição do Welfare State por um Welfare dualizado ( um sistema de bem-estar social no qual o mercado cuida daqueles com poder de compra e os grupos mais vulneráveis ficam sob a responsabilidade da solidariedade privada). GESTÃO SOCIAL NA ONDA NEOLIBERAL

10 Descrédito na onda neoliberal;  Pressão de novos atores sociais pela garantia de direitos;  Fragilização do conhecido modelo de Estado-Nação;  Novo pacto de governabilidade (descentralização, flexibilização e fortalecimento da sociedade civil);  Expansão das organizações da sociedade civil e de fundações empresariais sem fins lucrativos - Terceiro Setor (nem Estado nem Mercado). GESTÃO SOCIAL EMERGENTE

11 DUAS ORDENS DE TENSÃO NA GESTÃO DA POLÍTICA SOCIAL CONTEMPORÂNEA A TENSÃO ENTRE EFICIÊNCIA E EQUIDADE GESTÃO SOCIAL Privatização das atividades do Estado conferem maior eficiência no gasto público, porém não asseguram maior equidade.

12 A TENSÃO ENTRE A LÓGICA DA TUTELA OU COMPAIXÃO E A LÓGICA DOS DIREITOS Baseia-se na parceria entre Sociedade Civil / Iniciativa Privada/ Estado pelo valor da solidariedade. Corre o risco de desconsiderar o direito como fundamento da Política Social, através de sua refilantropização. GESTÃO SOCIAL

13 UMA GESTÃO COMPARTILHADA OU UM NOVO WALFARE MIX Novas tendências na Gestão da Política Social Controle Flexibilização Gestão em Rede Articulação entre as esferas de Governo:União, Estados e Municípios Intersetorialidade e convergência das Políticas e Programas Negociação Decisão Ação Local

14 GESTÃO SOCIAL PRINCÍPIOS ÉTICA SUBSIDIARIDADE COMPLEMENTARIEDADE TRANSPARÊNCIASUSTENTABILIDADEIGUALDADEFLEXIBILIDADE

15 GESTÃO SOCIAL DESAFIO Interpretar a Missão da Organização e traduzir os objetivos propostos em ações eficientes, eficazes e efetivas, através das Funções de PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, DIREÇÃO, CONTROLE.


Carregar ppt "GESTÃO SOCIAL Unidade I GESTÃO SOCIAL : Desafios e Especificidades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google