A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EDUCAÇÃO EM SAÚDE Profª. Mayara Thomaz. Conceito - Educação  Segundo o dicionário Aurélio, educação é o “processo de desenvolvimento da capacidade física,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EDUCAÇÃO EM SAÚDE Profª. Mayara Thomaz. Conceito - Educação  Segundo o dicionário Aurélio, educação é o “processo de desenvolvimento da capacidade física,"— Transcrição da apresentação:

1 EDUCAÇÃO EM SAÚDE Profª. Mayara Thomaz

2 Conceito - Educação  Segundo o dicionário Aurélio, educação é o “processo de desenvolvimento da capacidade física, intelectual e moral da criança e do ser humano em geral, visando à sua melhor integração individual e social”.  É um processo de atuação de uma comunidade sobre o desenvolvimento do indivíduo a fim de que ele possa atuar em uma sociedade pronta para a busca da aceitação dos objetivos coletivos.

3 Conceito - Saúde  Segundo a Organização Mundial da Saúde: “saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças”.  Segundo o dicionário Aurélio, saúde é: Estado do indivíduo cujas funções orgânicas, físicas e mentais se acham em situação normal; estado do que é sadio ou são.

4 Objetivos  Desenvolver nas pessoas o senso de responsabilidade pela sua própria saúde e pela saúde da comunidade a qual pertençam e a capacidade de participar da vida comunitária de uma maneira construtiva.

5 Objetivos  Foco da educação em saúde esta voltado para a população e para a ação.  Encorajar as pessoas a adotar e manter padrões de vida sadios;

6 Objetivos  Fazer com que as pessoas usem de forma judiciosa e cuidadosa os serviços de saúde colocados à sua disposição;  Tomar sua próprias decisões, tanto individual como coletivamente, visando melhorar suas condições de saúde e as condições do meio ambiente.

7 Conceitos  Educação em Saúde é um dos mais importantes elos de ligação entre os desejos e expectativas da população por uma vida melhor e as projeções e estimativas dos governantes ao oferecer programas de saúde mais eficientes.

8 Conceitos  Trabalho será dirigido para atuar sobre o conhecimento das pessoas, para que elas desenvolvam capacidade de intervenção sobre suas vidas e sobre o ambiente com o qual interagem e, assim, criarem condições para se apropriarem de sua própria existência.

9 Tipos de educação - Heteroeducação: é quando as influências incidem sobre o indivíduo independentemente de sua vontade. É aquele em que não há a participação deliberada e intencional do próprio sujeito da educação, embora ele seja levado inconscientemente a participar do processo

10 Tipos de educação  Auto-educação: existe a participação intencional do educando em procurar influências capazes de lhe modificar o comportamento e submeter-se a elas.

11 Ações de educação em saúde  Estimulativa: busca atrair o indivíduo para participar do processo educativo;  Exercitativa: condição para aquisição e formação de hábitos, assim como para a assimilação, construção e reconstrução de experiências;

12 Ações de educação em saúde  Orientadora: que enfoca os aspectos de liberdade, autoridade, autonomia e independência;  Didática: que se responsabiliza pela transmissão e veiculação dos conhecimentos;

13 Ações de educação em saúde  Terapêutica: que permite retificar os eventuais descaminhos do processo educativo.

14 Educação continuada - conceitos  É o aprendizado das competências importantes para o trabalho do indivíduo.  É definida como algo que englobaria as atividades de ensino com finalidades mais restritas de atualização, aquisição de novas informações, com atividades de duração definida e através de metodologias tradicionais.

15 Educação continuada - conceitos  Definida pela Organização Pan-americana de Saúde como um processo permanente de educação, complementando a formação básica, objetivando atualização e melhor capacitação de pessoas e grupos, frente as mudanças técnico científicas.

16 Educação continuada - conceitos  Pode ser definida como um processo de ensino e aprendizagem dinâmico e contínuo, tendo como finalidade a análise e aprimoramento da capacitação de pessoas e grupos, para enfrentarem a evolução tecnológica, as necessidades sociais e atenderem aos objetivos e metas da instituição a que pertencem.

17 Educação continuada - objetivo  Melhorar a qualidade dos serviços, visando alcançar equidade no cuidado, tornando os indivíduos mais qualificados para o atendimento das necessidades da população.

18 Educação em serviço  É uma unidade desenvolvida por meio de programas, que orienta os profissionais, de acordo com os objetivos da instituição

19 Educação em serviço  Refere-se às atividades no ambiente de trabalho desenvolvidas para que o profissional possa adquirir, manter e aumentar sua competência, visando o cumprimento de suas responsabilidades.

20 Diferença entre continuada, permanente e em serviço  Continuada: foco na atualização técnico- científica; implica em práticas necessárias para o desenvolvimento do indivíduo, tornando-o, conseqüentemente, mais qualificado para atuar na sua função e na vida institucional.  Permanente: foco na mudança institucional, centrada no processo de trabalho, na resolução de problemas, capacidade de criar um conhecimento novo.

21 Diferença entre continuada, permanente e em serviço  Serviços: foco nas orientações aos profissionais, de acordo com os objetivos da instituição.

22 Diferença entre continuada, permanente e em serviço Todas tem o mesmo propósito:  Capacitação, desenvolvimento profissional e pessoal, aprimoramento da competência (conhecimento, habilidades e atitudes) e promoção de mudanças de atitudes.

23 Educação em saúde  Educação na Saúde aonde se quer chegar? PRINCÍPIOS DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PARA O SUS: Integração Educação e Trabalho em saúde Mudança nas práticas de formação e nas práticas de saúde

24 Educação popular em saúde  É estratégia para reorientação das práticas de saúde compreendendo a produção de conhecimento compartilhado, de projetos políticos que suscitem a adesão da sociedade e de ações capazes de produzir novos sentidos nas relações entre necessidades de saúde da população e organização do cuidado da saúde.

25 Educação popular em saúde  Participação Popular - Educação Popular em Saúde.  Instrumento metodológico para reorganização do SUS.  INSTRUMENTO DE GESTÃO PARTICIPADA DE AÇÕES SOCIAIS. UMA NOVA CONSCIÊNCIA DO CONCEITO DE SAÚDE.

26 Educação popular em saúde  SAÚDE = POSSIBILIDADE DE VIDA DIGNA.  Instrumento para que as pessoas e os grupos sociais assumam um maior controle sobre sua saúde e suas vidas.  Serve para uma democratização das políticas públicas.

27 Educação popular em saúde  Há necessidade de investimentos tanto na formação profissional para a transformação cultural e política dos padrões das práticas de saúde.  A criação de uma infra-estrutura institucional que garanta condições materiais e administrativas para a realização de atividades educativas.

28 Educação popular em saúde  Práticas de saúde mais integradas à lógica de vida da população - experiências alternativas pontuais e transitórias.  É preciso encontrar os caminhos administrativos e de formação profissional que permitam sua generalização institucionalmente.

29 Educação popular em saúde  EDUCAÇÃO POPULAR - busca promover a participação dos sujeitos sociais, incentivando a reflexão, o diálogo e a expressão da afetividade, potencializando sua criatividade e sua autonomia

30 Educação popular em saúde  Volta-se para a promoção da participação social no processo de formulação e gestão da política de saúde direcionando para o cumprimento efetivo dos princípios ético-políticos do SUS: universalidade, integralidade, eqüidade e descentralização sob controle social

31  Surge em julho de 2003 na perspectiva de articular e apoiar os movimentos e práticas de educação popular e saúde com o apoio/iniciativa Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde

32  Atualmente a ANEPS está estruturada em 25 estados, envolvendo mais de 900 movimentos e práticas de educação popular e saúde no país.  Durante esse percurso, vem atuando articulando movimentos sociais populares, o movimento estudantil e de outras práticas de educação popular e saúde, estabelecendo parcerias com universidades, instituições formadoras e gestores.


Carregar ppt "EDUCAÇÃO EM SAÚDE Profª. Mayara Thomaz. Conceito - Educação  Segundo o dicionário Aurélio, educação é o “processo de desenvolvimento da capacidade física,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google