A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PODER Profª Denise Ferreira1. 2 PODER Capacidade que A tem para influenciar o comportamento de B, de maneira que B aja de acordo com a vontade de A.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PODER Profª Denise Ferreira1. 2 PODER Capacidade que A tem para influenciar o comportamento de B, de maneira que B aja de acordo com a vontade de A."— Transcrição da apresentação:

1 PODER Profª Denise Ferreira1

2 2 PODER Capacidade que A tem para influenciar o comportamento de B, de maneira que B aja de acordo com a vontade de A.

3 Profª Denise Ferreira3 PODER Pode existir, mas não ser exercido. É uma capacidade ou um potencial. Uma pessoa pode ter o poder e não utilizá-lo.

4 Profª Denise Ferreira4 Poder é uma função de dependência. Quanto maior a dependência de B em relação a A, Maior o poder de A nessa relação.

5 Profª Denise Ferreira5 Uma pessoa só pode ter poder sobre você se ela controlar alguma coisa que você deseja.

6 Profª Denise Ferreira6 DEPENDÊNCIA O relacionamento entre B e A, quando A possui algo que B almeja.

7 Profª Denise Ferreira7 Comparando liderança e poder Os líderes utilizam o poder como meio de atingir os objetivos do grupo. Diferença 1: compatibilidade de objetivos (poder é só dependência) Diferença 2:liderança enfoca a influência descendente do líder sobre o liderado.

8 Profª Denise Ferreira8 BASES DO PODER De onde emana o poder? O que dá a um indivíduo ou a um grupo a influência sobre os outros?

9 Profª Denise Ferreira9 BASES DO PODER (French e Raven) Coerção Recompensa Legitimidade Talento Referência

10 Profª Denise Ferreira10 Poder coercitivo Baseado no medo. Medo das conseqüências negativas do seu comportamento. Usado para ferir o outro Mais utilizada Mais condenada Mais difícil de controlar

11 Profª Denise Ferreira11 Poder coercitivo Estado: forças militares Empresa: controle dos recursos econômicos Escolas: direito de negar educação formal Religiões: perda da graça divina.

12 Profª Denise Ferreira12 Poder coercitivo individual: Força física Facilidade verbal Capacidade de fornecer ou recusar apoio moral aos outros.

13 Profª Denise Ferreira13 Bases do poder coercitivo individual Ferir Intimidar fisicamente Humilhar Recusar amor às outras pessoas.

14 Profª Denise Ferreira14 Coerção nas organizações A poder sobre B quando pode: Demitir Suspender Rebaixar Infligir tarefas desagradáveis

15 Profª Denise Ferreira15 PODER DE RECOMPENSA Submissão obtida com base na capacidade de distribuição de recompensas vistas como valiosas pelos outros.

16 Profª Denise Ferreira16 Poder de recompensa Dinheiro Avaliações favoráveis de desempenho Promoções Atribuições de tarefas interessantes Colegas amistosos Informações

17 Profª Denise Ferreira17 Poder legítimo O poder que uma pessoa recebe como resultado de sua posição na hierarquia formal da organização. Inclui a aceitação, pelos membros da organização, da autoridade de um cargo.

18 Profª Denise Ferreira18 Poder do talento/perícia Influência baseada em habilidades específicas ou em conhecimentos. As tarefas tornaram-se mais especializadas, por isso ficamos mais dependentes dos peritos para atingirmos nossos objetivos.

19 Profª Denise Ferreira19 Poder de referência Influência baseada na posse, por uma pessoa, de traços pessoais ou recursos desejáveis. Se admiro e me identifico com alguém, essa pessoa exerce poder sobre mim, porque eu quero agradá-la.

20 Profª Denise Ferreira20 Poder de referência Emana da admiração pelo outro Desejo de se parecer com ele Desejo de modelar seus comportamentos e atitudes a partir dele Carisma

21 Profª Denise Ferreira21 Poder de referência na organização Características pessoais necessárias para induzir as pessoas a fazer o que você quiser: Articulador Dominador Imponente Carismático

22 Profª Denise Ferreira22 Poder coercitivo A pessoa pode tornar as coisas difíceis para os outros, e você não quer que ela se irrite.

23 Profª Denise Ferreira23 Poder de recompensa A pessoa pode fornecer benefícios ou recompensas especiais, e você considera vantajoso trocar favores com ela.

24 Profª Denise Ferreira24 Legitimidade de poder A pessoa tem o direito, em função do cargo que ocupa e das responsabilidades do trabalho que você realiza, de esperar que você cumpra suas obrigações legítimas.

25 Profª Denise Ferreira25 Poder do talento A pessoa tem experiência e conhecimento para conquistar seu respeito, e você considera seus julgamentos em relação a certos assuntos.

26 Profª Denise Ferreira26 Poder de referência Você gosta da pessoa e tem prazer em fazer coisas para ela.

27 Profª Denise Ferreira27 Dependência: A chave do poder Se alguma coisa for abundante, sua posse não aumentará o poder. Quanto mais você expandir suas opções, menos poder vai colocar nas mãos dos outros.

28 Profª Denise Ferreira28 O que cria a dependência? A dependência aumenta quando o recurso é: Controlado Importante Escasso Não substituível

29 Profª Denise Ferreira29 Quanto menos substitutos viáveis tiver um recurso, maior o poder que seu controle proporcionará.

30 Profª Denise Ferreira30 Na organização onde está o poder? Capacidade de interceder favoravelmente por alguém Conseguir aprovação para despesas não previstas no orçamento Ter itens incluídos na agenda de reuniões importantes Ter acesso rápido aos tomadores de decisões

31 Profª Denise Ferreira31 TÁTICAS DO PODER Forma como as pessoas traduzem suas bases de poder em ações específicas.

32 Profª Denise Ferreira32 Táticas do poder Razão Amabilidade Coalizão Barganha Afirmação Autoridades superiores Sanções

33 Profª Denise Ferreira33 RAZÃO Utilização de fatos e dados para elaborar uma apresentação lógica ou racional das idéias.

34 Profª Denise Ferreira34 AMABILIDADE Utilização de elogios Criação de um clima de boa vontade Postura humilde Amigável antes do pedido

35 Profª Denise Ferreira35 COALIZÃO Obtenção de apoio, para a idéia, de outras pessoas na organização.

36 Profª Denise Ferreira36 BARGANHA Uso de negociação através de troca de benefícios ou favores.

37 Profª Denise Ferreira37 AFIRMAÇÃO Utilização de uma abordagem direta e vigorosa, como o pedido de aceitação sumária da requisição Repetidos lembretes Ordens para o cumprimento do pedido Citação das regras que exigem obediência.

38 Profª Denise Ferreira38 Autoridades superiores Obtenção de apoio, para a idéia, dos níveis mais altos da organização.

39 Profª Denise Ferreira39 SANÇÕES Utilização de recompensas e punições Promessas ou ameaças em relação ao salário Avaliação de desempenho, promoções

40 Profª Denise Ferreira40 Poder em grupo: as coalizões Um agrupamento informal gerado pela busca de um único objetivo. A lógica: a força dos números

41 Profª Denise Ferreira41 ASSÉDIO SEXUAL: Desigualdade de poder em ambiente de trabalho.

42 Profª Denise Ferreira42 ASSÉDIO SEXUAL Aproximações indesejadas, pedidos de favores sexuais e outras condutas físicas ou verbais de natureza sexual.

43 Profª Denise Ferreira43 ASSÉDIO SEXUAL Toques físicos indesejáveis Convites para encontros Ameaças coercitivas de perda de emprego Olhares ou comentários indesejados Piadas de baixo calão Objetos de cunho sexual(calendários...)

44 Profª Denise Ferreira44 Como os colegas exercem o poder? Oferecendo ou negando informações, cooperação, apoio.

45 Profª Denise Ferreira45 ASSÉDIO SEXUAL É uma questão de poder. Tem a ver com um indivíduo controlando ou ameaçando um outro.

46 Profª Denise Ferreira46 Política: o poder em ação Quando os empregados nas organizações traduzem seu poder em ações, estão fazendo política.

47 Profª Denise Ferreira47 Comportamento político: Atividades que não são requeridas como parte do papel formal na organização, mas que influenciam, ou tentam influenciar, a distribuição de vantagens e desvantagens dentro dela.

48 Profª Denise Ferreira48 Comportamentos políticos: Retenção de informações-chave para tomada de decisões. Denúncia de colegas. Divulgação de boatos. Vazamento de informações confidenciais Troca de favores para benefício mútuo. Lobby.

49 Profª Denise Ferreira49 Comportamento político legítimo A política normal do dia-a-dia.

50 Profª Denise Ferreira50 Comportamento político ilegítimo Comportamento político extremado que viola as regras do jogo estabelecidas.

51 Profª Denise Ferreira51 Fatores individuais que influenciam o comportamento político: Elevada capacidade de automonitoramento Centro interno de controle Alta conformidade Alternativas percebidas de trabalho Expectativa de sucesso.

52 Profª Denise Ferreira52 Fatores organizacionais que influenciam o comportamento político Realocação de recursos Oportunidade de promoção Baixo nível de confiança Ambigüidade dos papéis Sistema de avaliação de desempenho pouco claro Pressões par alto desempenho

53 Profª Denise Ferreira53 Ética no comportamento político A ação política respeita os direitos das pessoas envolvidas. A atividade política é justa e eqüitativa.

54 Profª Denise Ferreira54 Você precisa ter poder para: Conseguir que as coisas sejam executadas em um grupo ou organização.

55 Profª Denise Ferreira55 Administrador Maximiza seu poder se aumentar a dependência que os outros têm em relação a ele. Maximiza a dependência dos outros em relação a ele e minimiza a sua dependência em relação a eles.


Carregar ppt "PODER Profª Denise Ferreira1. 2 PODER Capacidade que A tem para influenciar o comportamento de B, de maneira que B aja de acordo com a vontade de A."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google