A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula 04. TÉCNICAS DE ANÁLISE Análise Através de índices; Análise Vertical (AV)e Horizontal (AH);

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula 04. TÉCNICAS DE ANÁLISE Análise Através de índices; Análise Vertical (AV)e Horizontal (AH);"— Transcrição da apresentação:

1 Aula 04

2 TÉCNICAS DE ANÁLISE

3 Análise Através de índices; Análise Vertical (AV)e Horizontal (AH);

4 Análise através de Índices Onde são obtidos números resultantes da relação entre os montantes de grupos/subgrupos do BP ou da DRE de uma mesma empresa. Exemplo : AC/PC = 1,48 É fundamental que os índices obtidos sejam comparados com os índices-padrão, obtidos de empresas do mesmo ramo de atividade.

5 Relação percentual entre uma conta e o total onde ela está inserida. Será elaborada para mais de um período. Permite inferir e verificar itens fora das proporções normais. Relevância dos recursos investidos no Imobilizado (60%), aumento das contas Clientes e Estoques do ano 1 para o ano 2 e redução do ano 2 para o ano 3 Análise Vertical (AV)

6 Onde utiliza-se um grupo de contas do BP ou da DRE para servir como base de comparação percentual para as demais contas, num mesmo exercício. Exemplo : XPTO – BP do ano 2003 : Estoques / Ativos = 0,14 ou 14%.

7 Compara uma mesma conta em períodos distintos demonstrando o crescimento ou decréscimo de um período para outro. Clientes e Estoques: crescimento do ano 1 para o ano 2. Investimentos: aumentam para 133% no ano 2 e 144% no ano 3. Análise Horizontal (AH)

8 Utiliza-se uma conta, grupo ou subgrupo de contas do BP ou da DRE para servir como base de comparação percentual para essa mesma conta, grupo ou subgrupo, em relação a um exercício financeiro anterior. Exemplo : XPTO – BP dos anos 2003 e 2004 : Estoques em 31/12/2003 = R$ ,00 Estoques em 31/12/2004 = R$ ,00. A variação percentual pela AH é de 50%.

9 listadas/BuscaEmpresaListada.aspx?Idioma=pt-br Trabalho BP e DRE - INVEPAR

10 Trabalho BP - INVEPAR

11 Trabalho DRE - INVEPAR

12 Trabalho BP e DRE - INVEPAR Item 1: Preparar Análise Horizontal e Vertical Item 2: Elaborar os Índices de Liquidez e Rentabilidade Item 3: Elaborar um relatório gerencial com o resultado da AH/AV e dos índices do item 2. Verificar as Notas Explicativas da empresa.

13 Técnicas de Análise Para avaliação de empresas, iremos utilizar as técnicas de análise sempre em conjunto (Análise através de Índices, AV e AH).

14 “ A quantidade de índices que deve ser utilizada na análise depende exclusivamente da profundidade que se deseja da análise” (Dante Carmine Matarazzo) ÍNDICES E SUAS LIMITAÇÕES

15 Índices: apresenta a relação entre contas ou grupo de contas das “DC”. Objetivo: resumem os dados contidos nas “DC” de forma conveniente, fácil entendimento, fácil interpretação e fácil comparação. ÍNDICES E SUAS LIMITAÇÕES

16 Devem ser associados entre si, nunca considerados isoladamente pois fornecem poucas informações; A análise deve ser feita em uma série de períodos, (pelo menos três períodos); Devem ser comparados com índices-padrão de empresas do mesmo ramo de atividade, no mesmo período de análise; Ter atenção as possíveis mudanças no modelo de gestão da empresa. (Ex.: política de estocagem, depreciação, vendas); Sempre utilizar “DC” auditadas. ÍNDICES E SUAS LIMITAÇÕES

17 Análise por Índices A interpretação através de índices é a forma mais adequada de se chegar a ter dados concretos da real situação de uma e presa em um momento determinado; Principais análises: 1) Análise financeira – é o estudo da liquidez que expressa a capacidade de pagamento que há na empresa, ou seja, suas condições financeiras de cumprir no vencimento todas obrigações assumidas. Vê-se, ainda, o equilíbrio financeiro, sua necessidade de investimento em capital de giro e estrutura de capital; 2) Análise da estrutura de capital – trata da obtenção e aplicação de recursos e também como se encontra o nível de endividamento;

18 Análise por Índices Principais análises: 3) Análise econômica – é uma avaliação da rentabilidade e lucratividade do desempenho da empresa, observando o retorno sobre os investimentos realizados e a lucratividade apresentada pelas vendas; 4) Análise administrativa – é feita através do cálculo dos índices de rotação ou prazo médios (recebimento, pagamento e estocagem), tendo como intuito avaliar a capacidade da administração do capital de giro pela empresa.

19 Análise por Índices

20

21 Índices de Liquidez Os índices de liquidez avaliam a capacidade de pagamento da empresa frente a suas obrigações. As informações para o cálculo destes índices são retiradas unicamente do Balanço patrimonial, demonstração contábil que evidência a posição financeira e patrimonial da entidade, devendo ser atualizadas constantemente para uma correta análise. Atualmente estuda-se 4 índices de liquidez: Liquidez Corrente; Liquidez Seca; Liquidez Geral; Liquidez Imediata.

22 Liquidez Corrente Calculada a partir da Razão entre os direitos a curto prazo da empresa (Caixas, bancos, estoques, clientes) e a as dívidas a curto prazo (Empréstimos, financiamentos, impostos, fornecedores); No Balanço estas informações são evidenciadas respectivamente como Ativo Circulante e Passivo Circulante; Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante Fórmula: AC/ PC

23 Resultado da Liquidez Corrente: Maior que 1: Resultado que demonstra folga no disponível para uma possível liquidação das obrigações; Se igual a 1: Os valores dos direitos e obrigações a curto prazo são equivalentes; Se menor que 1: Não haveria disponibilidade suficientes para quitar as obrigações a curto prazo, caso fosse preciso. Liquidez Corrente

24 Liquidez Seca Similar a liquidez corrente, a liquidez Seca exclui do cálculo acima os estoques, por não apresentarem liquidez compatível com o grupo patrimonial onde estão inseridos. O resultado deste índice será invariavelmente menor ao de liquidez corrente, sendo cauteloso com relação ao estoque para a liquidação de obrigações. Fórmula: (Ativo Circulante - Estoques) / Passivo Circulante Também chamado de Teste ácido.

25 Liquidez Imediata Índice conservador, considera apenas caixa, saldos bancários e aplicações financeiras de liquidez imediata para quitar as obrigações. Excluindo-se além dos estoques as contas e valores a receber. Um índice de grande importância para análise da situação a curto-prazo da empresa; Fórmula: Disponibilidades / Passivo Circulante

26 Liquidez Geral Este índice leva em consideração a situação a longo prazo da empresa, incluindo no cálculo os direitos e obrigações a longo prazo, valores obtidos no balanço patrimonial; Fórmula: (Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo) / (Passivo Circulante + Passivo Não Circulante) * em função da nova estrutura dos balanços patrimoniais promovida pela MP 449/2008MP 449/2008

27 Análise dos índices Para uma ampla e correta análise de liquidez da empresa é aconselhável o estudo dos 4 índices de forma simultânea e comparativa, sempre observando: quais são as necessidades da empresa; qual o ramo do mercado em que ela está inserida; quais as respostas que os gestores procuram ao calcular estes índices. Um balanço patrimonial bem estruturado com a correta classificação das contas pela contabilidade irá gerar índices de qualidade para uma melhor tomada de decisão dos gestores.

28 Análise por Índices ÍNDICES DE Liquidez Liquidez Corrente (LC) Ativo Circulante Passivo Circulante Liquidez Seca (LS) Ativo Circulante - Estoques Passivo Circulante Liquidez Imediata (LI) Disponibilidades Passivo Circulante Liquidez Geral (LG) Ativo Circulante + Real. Longo Prazo Passivo Circulante + Passivo Não Circulante


Carregar ppt "Aula 04. TÉCNICAS DE ANÁLISE Análise Através de índices; Análise Vertical (AV)e Horizontal (AH);"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google