A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RELIGÃO, RITUAL E CULTURA. Miriam Cristina M. Rabelo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RELIGÃO, RITUAL E CULTURA. Miriam Cristina M. Rabelo."— Transcrição da apresentação:

1 RELIGÃO, RITUAL E CULTURA. Miriam Cristina M. Rabelo

2 Livro -> Saúde e Doença: um olhar antropológico Livro -> Saúde e Doença: um olhar antropológico Conjunto de artigos, frutos de investigação de antropólogos, voltados para a área da saúde. Conjunto de artigos, frutos de investigação de antropólogos, voltados para a área da saúde. profunda questões de saúde mental, visão cosmológica de grupos específicos, relações entre o corpo, a mente e a cultura e as questões de cura vistas sob o prisma de várias religiões populares. profunda questões de saúde mental, visão cosmológica de grupos específicos, relações entre o corpo, a mente e a cultura e as questões de cura vistas sob o prisma de várias religiões populares. Entendimento do fenômeno saúde/doença e seus complexos processos de articulação. Entendimento do fenômeno saúde/doença e seus complexos processos de articulação.

3 Miriam Cristina Rabelo Miriam Cristina Rabelo Professora Doutora do Departamento de Sociologia, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Ciências Sociais e Saúde (ECSAS) da Universidade Federal da Bahia. Professora Doutora do Departamento de Sociologia, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Ciências Sociais e Saúde (ECSAS) da Universidade Federal da Bahia. Tem se dedicado ao estudo de questões sócio- culturais relativas à religião e à saúde, desenvolvendo pesquisas sobre as relações entre religião, práticas corporais e modos de tratamento no contexto do candomblé, espiritismo e pentecostalismo. Tem interesse especial no desenvolvimento de abordagens fenomenológico- hermenêuticas no campo das ciências sociais, particulamente nas discussões contemporâneas sobre corporeidade, experiência e vida cotidiana. Tem se dedicado ao estudo de questões sócio- culturais relativas à religião e à saúde, desenvolvendo pesquisas sobre as relações entre religião, práticas corporais e modos de tratamento no contexto do candomblé, espiritismo e pentecostalismo. Tem interesse especial no desenvolvimento de abordagens fenomenológico- hermenêuticas no campo das ciências sociais, particulamente nas discussões contemporâneas sobre corporeidade, experiência e vida cotidiana.

4 O texto é divido em uma pequena introdução, o ritual e cultura en quanto prática transformativa e ritual e cura no contexto brasileira terminando com as considerações finais. O texto é divido em uma pequena introdução, o ritual e cultura en quanto prática transformativa e ritual e cura no contexto brasileira terminando com as considerações finais. A importância dos cultos religiosos na interpretação e tratamento doenças vem ganhando reconhecimento pela literatura antropológica. A importância dos cultos religiosos na interpretação e tratamento doenças vem ganhando reconhecimento pela literatura antropológica. São apontados seus aspectos positivos quando comparado aos serviços pela medicina oficial. São apontados seus aspectos positivos quando comparado aos serviços pela medicina oficial. Explicação à doença a inserindo no contexto social mais amplo do sofredor. Explicação à doença a inserindo no contexto social mais amplo do sofredor. Visa a agir sobre o indivíduo como um todo. Visa a agir sobre o indivíduo como um todo. Reorientação mais completa do doente -> Reorganização da sua experiência de mundo e relações sociais. Reorientação mais completa do doente -> Reorganização da sua experiência de mundo e relações sociais.

5 Ritual -> papel transformativo -> contexto extracotidiano. Ritual -> papel transformativo -> contexto extracotidiano. Focalização -> unidades simbólicas -> estímulos sensoriais e intelectuais. Focalização -> unidades simbólicas -> estímulos sensoriais e intelectuais. Papel das metáforas nas culturas -> indvíduos situam-se mais favoravelmente em um contexto relacional -> conduzidos a organizar seu mundo. Papel das metáforas nas culturas -> indvíduos situam-se mais favoravelmente em um contexto relacional -> conduzidos a organizar seu mundo. Elementos chaves da perfomance -> arranjo do espaço e organização dos participantes -> uso dos meios Elementos chaves da perfomance -> arranjo do espaço e organização dos participantes -> uso dos meios Rederecionamento da sua atenção -> nova ótica Rederecionamento da sua atenção -> nova ótica

6 RITUAL E CURA NO CONTEXTO BRASILEIRO RITUAL E CURA NO CONTEXTO BRASILEIRO Jarê: Chapada diamantina -> culto de pequenos lavradores -> interpretação e tratamento da aflição -> realizada por cablocos Chapada diamantina -> culto de pequenos lavradores -> interpretação e tratamento da aflição -> realizada por cablocos Busca restauração da integridade do corpo Busca restauração da integridade do corpo Festa dos caboclos até o amanhecer Festa dos caboclos até o amanhecer Doente conduzidos à camarinha -> +/- sete dias sob cuidados -> resguardo Doente conduzidos à camarinha -> +/- sete dias sob cuidados -> resguardo Concepção de doença = Corpo aberto (vunerável) versus corpo fechado (fortalecido) Concepção de doença = Corpo aberto (vunerável) versus corpo fechado (fortalecido) Trabalho deriva força e realismo Trabalho deriva força e realismo

7 Cura -> Entrada de espíritos nos corpos dos participantes Cura -> Entrada de espíritos nos corpos dos participantes Cenário -> Plural e repleto de incertezas Cenário -> Plural e repleto de incertezas Curador -> Drena o poder ambíguo para a realização dos fins Curador -> Drena o poder ambíguo para a realização dos fins Canto e discurso -> Direção do controle da ação Canto e discurso -> Direção do controle da ação Negociação -> Oferendas -> Exu e caboclos Negociação -> Oferendas -> Exu e caboclos Alianças pessoais -> garantir posição menos vulnerável no mundo Alianças pessoais -> garantir posição menos vulnerável no mundo

8 Rito Pentecostal Praticam a cura divina Praticam a cura divina Sessão de cura = momento central Sessão de cura = momento central Pastor -> Inicia o culto e a cura divina Pastor -> Inicia o culto e a cura divina Cura -> batalha-> orações = vitória do bem sobre o mal Cura -> batalha-> orações = vitória do bem sobre o mal Expulsão de algo que comprime e pesa sobre o mesmo Expulsão de algo que comprime e pesa sobre o mesmo

9 Mudanças no comportamento do doente Mudanças no comportamento do doente Pastor = autoridade e poder -> mãos sobre o aflito Pastor = autoridade e poder -> mãos sobre o aflito Participante = guerreiros auxiliares Participante = guerreiros auxiliares Universo de caos de doença para um mundo ordenado Universo de caos de doença para um mundo ordenado Exigências morais deste novo mundo = compromisso militante Exigências morais deste novo mundo = compromisso militante

10 Ritual espírita Enfermidades = ação de espíritos obssesores Enfermidades = ação de espíritos obssesores Entidades causadoras -> tratadas com gentileza -> tarefa pedagógica Entidades causadoras -> tratadas com gentileza -> tarefa pedagógica Cura = progresso moral das entidades responsáveis pela doença Cura = progresso moral das entidades responsáveis pela doença

11 1° nível = pregações do presidente do centro -> dirigido aos doentes e familiares 1° nível = pregações do presidente do centro -> dirigido aos doentes e familiares 2° nível = encontro mais privado com medíuns do centro -> dirigido aos espíritos responsáveis 2° nível = encontro mais privado com medíuns do centro -> dirigido aos espíritos responsáveis Diálogos entre os especialistas religiosos e os espíritos Diálogos entre os especialistas religiosos e os espíritos Performance -> distancia o doente da ação -> reflexão sobre a ação Performance -> distancia o doente da ação -> reflexão sobre a ação Instrui o espírito e o doente Instrui o espírito e o doente

12 Considerações finais Compreender diferentes modelos religioso de cura possibilitam uma ressignificação da experiência do doente Duas suposições de anílise do ritual são problemáticas:  Cura = processo pelo qual o terapeuta confere a ordem à experiência caótica  Visão do ritual como campo homogênio  Interpretação do ritual como função ordenadora -> Indivíduos desprovidos de modelos para comunicar e lidar com a aflição

13 Projeto de cura depende da existência de redes de relações sociais que o sustentem enquanto discurso dotado de autoridade Projeto de cura depende da existência de redes de relações sociais que o sustentem enquanto discurso dotado de autoridade Produção de significados -> Manutenção de significados -> discursos legitimados -> interações sociais Produção de significados -> Manutenção de significados -> discursos legitimados -> interações sociais Cura como realidade frágil precisando ser continuamente confirmada no cotidiano Cura como realidade frágil precisando ser continuamente confirmada no cotidiano Se faz necessário: Se faz necessário:  Investigar as redes sociais -> determinadas interpretações  Analisar -> símbolos e práticas rituais  Doença = realidade cultural e biológica.


Carregar ppt "RELIGÃO, RITUAL E CULTURA. Miriam Cristina M. Rabelo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google