A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

4ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard. História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "4ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard. História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade."— Transcrição da apresentação:

1 4ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard

2 História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade e como parar

3 Tabaco É um produto agrícola processado de folhas frescas de uma planta chamada nicotiana.

4 Origem e Procedência América Central: Maias As folhas do tabaco tinham propriedades medicinais e espirituais. Os maias chegaram ao continente norte americano e levando o tabaco.

5 O tabaco na Europa... O primeiro europeu a plantar tabaco na Europa foi Jean Nicot, embaixador francês em Portugal. Em 1570, o botânico Jean Liebault deu o nome de Herba Nicotiana ao tabaco, em homenagem a Nicot, mas continuou a ser usado o nome tabaco para a planta.

6 História do tabaco Séc. X aC Uso pelos índios Séc. XVI Entrada na Europa Séc. XVII Cachimbo Séc. XVIII Rapé e tabaco ascado Séc. XIX Charuto Séc. XX Cigarro

7 Europa 1492: Cristóvão Colombo chega à América. Contato com índios e seus rituais com o tabaco. O que aconteceu? Retorno à Europa com tabaco

8 O processo

9 Forma mais comum de uso!

10 3ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade e como parar

11 O que é o tabagismo? Saúde é definida como uma situação de bem estar físico, psíquico e social (OMS). O fumante tem a sua saúde prejudicada por diversas doenças provocadas pelo tabaco, além de desenvolver dependência física do cigarro, que por si só já é doença. O tabagismo é uma doença que precisa ser prevenida e tratada.

12 Panorama mundial O tabagismo é considerado uma pandemia, e como a principal causa evitável de doenças, invalidez e morte prematura. Organización Mundial de la Salud-OMS. La Epidemia de Tabaquismo. Ginebra, Suiza

13 Fumantes no Brasil população total entrevistada já experimentaram cigarro pelo menos uma vez na vida entrevistados com 35 anos ou mais Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas - Unifesp

14 Estudos mostram que o tabagismo é responsável por: 200 mil mortes por ano no Brasil (23 pessoas/h). 1 paciente morre a cada 2,5 minutos 25% das mortes causadas por doença coronariana - angina e infarto do miocárdio. 45% das mortes causadas por doença coronariana na faixa etária abaixo dos 60 anos. 45% das mortes por infarto agudo do miocárdio na faixa etária abaixo de 65 anos.

15 e mais: 85% das mortes causadas por bronquite e enfisema. 90% dos casos de câncer no pulmão (entre os 10% restantes, 1/3 é de fumantes passivos). 30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer (de boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rim, bexiga e colo de útero). 25% das doenças vasculares (entre elas, derrame cerebral).

16 Tabagismo mata mais pessoas a cada ano do que:

17 maços/dia Quanto custa ao bolso do fumante? Tempo/anos Considerando 1 maço = R$ 2,50 $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $

18 3ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade e como parar

19 Composição do cigarro

20 A origem da dependência

21 O cérebro: cada região cerebral possui uma função movimentos coordenados movimentos básicos tato associação visual fala audição visão comportamento e emoção

22 O cérebro é formado por milhões de neurônios

23 Nas conexões entre neurônios há receptores

24 A nicotina se liga aos receptores cerebrais e leva à liberação de substâncias na área de bem estar e prazer do cérebro

25 O coração bombeia o sangue com as substâncias do cigarro para todo o corpo, inclusive para o cérebro. A nicotina chega ao cérebro pela corrente sangüínea e se liga nos receptores cerebrais. Fumaça entra nos pulmões. Nos alvéolos, ela é absorvida para a corrente sangüínea.

26 Nucleus accumbens (nAcc) Área tegmentar ventral (VTA) Nicotina Dopamin a Ação da nicotina no cérebro Nicotina se liga nos receptores cerebrais Estímulo e liberação de substâncias (dopamina) na região de bem estar do cérebro Quando acaba o efeito da nicotina, há redução da dopamina e isto faz com que a pessoa queira fumar novamente: DEPENDÊNCIA Por estes motivos, na maioria das pessoas é necessário uso de medicação para controlar estes efeitos químicos

27 A dependência química da nicotina Quando há redução dos níveis de nicotina no cérebro, há diminuição da dopamina. A redução de dopamina gera o desejo intenso de fumar para se obter mais nicotina e levar novamente à sensação de bem estar. Isto vira um círculo vicioso! Na falta do cigarro por maior tempo, a pessoa apresenta sinais de abstinência: Tontura Dores de cabeça Dificuldade de concentração Aumento do apetite Alterações do sono (sonolência/insônia) Irritabilidade Depressão Dificulta muito parar de fumar

28 Além da dependência química... A pessoa fuma por 3 razões: Dependência química Prazer: gostar de fumar Hábito: há situações que propiciam e fazem lembrar do cigarro (cafezinho, após almoço, atender telefone...) Por estes motivos, é muito importante e necessário o tratamento com profissional da saúde para manejo destes fatores

29 O cigarro possui mais de substâncias Porém, somente uma vicia: NICOTINA

30 3ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade e como parar

31 Conseqüências do tabagismo

32 Repercussões pulmonares Acelera a queda da capacidade respiratória com a idade Aumenta o risco de: Tosse Chiado Falta de ar DPOC (bronquite crônica e enfisema) Crises de asma (bronquite) Infecções respiratórias

33 Conseqüências do tabagismo Repercussões cardiovasculares Angina Infarto Má circulação periférica Trombose venosa profunda (TVP) Impotência sexual Acidente vascular cerebral (derrame) Tromboangeíte obliterante(amputação de extremidades)

34 Conseqüências do tabagismo Fumo e câncer Mais de 60 substâncias cancerígenas Aumenta risco de câncer em: Boca, língua, gengiva, garganta e traquéia Pulmões Esôfago e estômago Rins e bexiga Colo do útero Outros Aloyzio Achutti. Guia Nacional de Prevenção e Tratamento do Tabagismo. 2001

35 Conseqüências do tabagismo Repercussões na pele Rugas prematuras Envelhecimento precoce Celulite Dificuldade de cicatrização Fumo e gravidez Infertilidade Descolamento prematuro de placenta Prematuridade Baixo peso ao nascer Amamentação insuficiente Infecções

36 Outras conseqüências Fumar também causa: Redução do fluxo de sangue para os tecidos Lesão progressiva dos vasos sangüíneos Aumento da pressão arterial Aumento da freqüência cardíaca Redução do colesterol bom Redução da liberação do oxigênio para os tecidos

37 Tabagismo passivo Fumantes passivos em ambientes fechados inalam mais de 400 substâncias. Maior risco de câncer de pulmão e IAM. Crianças têm maior risco de otites, amidalites, bronquiolites, infecções respiratórias de repetição e crises de asma.

38

39 3ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade e como parar

40 Benefícios ao parar de fumar Pressão arterial e batimentos cardíacos retornam ao normal. Níveis de monóxido de carbono retornam ao normal Redução do risco de ataque cardíaco Sérgio Ricardo Santos. Apague o cigarro de sua vida. Editora Alasaúde. 2006

41 1 a 9 meses: redução de tosse, infecções e melhora da capacidade respiratória Benefícios ao parar de fumar 3 dias: Relaxamento dos brônquios e aumento da capacidade respiratória 2 a 12 semanas: Melhora da circulação Sérgio Ricardo Santos. Apague o cigarro de sua vida. Editora Alasaúde. 2006

42 15 a 20 anos: o risco de câncer se aproxima ao de quem nunca fumou. Benefícios ao parar de fumar 1 ano: redução do risco de doença coronariana em 50% 10 a 15 anos: o risco de doença coronariana se iguala ao de quem nunca fumou Sérgio Ricardo Santos. Apague o cigarro de sua vida. Editora Alasaúde. 2006

43 3ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade e como parar

44 Como parar de fumar Procure um profissional de saúde experiente. Esteja motivado a parar de fumar. Marque um dia para parar de fumar. Conte aos mais próximos para obter apoio. Descubra os fatores que desencadeiam a vontade de fumar. Faça exercícios físicos regularmente. Beba bastante água.

45 Médicos e fumantes pensam que parar de fumar depende principalmente da força de vontade do indivíduo “A cessação do tabagismo depende principalmente da força de vontade do indivíduo” Parar de fumar com força de vontade individual

46 Dificuldade de parar de fumar Muitos fumantes que estão tentando parar de fumar atualmente dizem que essa é a coisa mais difícil que eles já tentaram fazer “Parar de fumar é a coisa mais difícil que eu já tentei fazer”

47 “Eu raramente digo às pessoas que estou tentando parar” O diálogo sobre parar de fumar A maioria dos fumantes não falou com seu médico sobre parar de fumar e muitos não contam para ninguém ao tentar parar de fumar Falou com um médico sobre parar de fumar

48 O que é oferecer tratamento para parar de fumar? Vencer sintomas de abstinência. Vencer recaídas. Possibilitar que o ex-fumante se sinta feliz e recompensado por ter parado de fumar.

49 Medicamentos para cessação do tabagismo Terapia de reposição de nicotina Ação longa - Adesivo Ação curta - Goma de mascar Bupropiona Nortriptilina Vareniclina

50 Uso de medicamentos Auxilia no controle dos sintomas de abstinência e do desejo compulsivo de fumar. Maior eficácia.

51 Tratamento não comprovado Métodos sem eficácia comprovada Acupuntura (agulha, laser) Hipnose Aromaterapia Outros: lobélia, piteiras


Carregar ppt "4ª Campanha Anti Tabagismo CentroCard. História doTabaco Tabagismo Vício e Dependência Consequência do tabagismo Benefícios (parar de fumar) Dificuldade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google