A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Asma. Piora Progressiva: Dispnéia Tosse Sibilância Opressão no peito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Asma. Piora Progressiva: Dispnéia Tosse Sibilância Opressão no peito."— Transcrição da apresentação:

1 Asma

2 Piora Progressiva: Dispnéia Tosse Sibilância Opressão no peito

3 Frequência respiratória Pulso Nível de consciência Cianose Pulso paradoxal

4 Oxigenioterapia Broncodilatação Corticóide Sistêmico

5 Manutenção da Saturação de Oxigênio (SaO 2 ) em ≥ 92% OXIGENIOTERAPIA

6 Aumento da freqüência respiratória com baixo volume corrente Fluxos variáveis Má dispersão periférica Redução de 41% na biodisponibilidade do salbutamol BETA-AGONISTAS – ALTAS DOSES BROCODILATAÇÃO

7 Doses de 2,5 a 5 mg (0,5-1 ml) em 2,5 ml de SF, através de nebulizações com fluxo elevado de oxigênio (8 l/min) a cada 20 minutos por uma hora ou continuamente nas primeiras 2 a 4 h e posteriormente a intervalos de 2 h, nos pacientes muito graves. BROCODILATAÇÃO ß 2 -AGONISTAS

8 Brometo de Ipratrópio 0,5 mg para adultos h 0,25 mg para crianças – 4-6 h BROCODILATAÇÃO ANTICOLINERGICOS

9 Hidrocortisona – 100 mg IV 6/6 h Prednisona – mg VO Metilprednisolona – 125 mg IV mg em 3-4 doses por 48h Fluticasona µg. dia -1 Manser R, Reid D, Abramson M. Cochrane Database Syst Rev 2002;2:1-29 CORTICÓIDES Belda J et al. Eur Respir J 2007; 30:

10 Ventilação Não-Invasiva CPAP ou BiPAP Para pacientes que não respondem adequadamente ao tratamento, para os que evoluem para fadiga (p.ex. elevação da PaCO 2 ) e não necessitam de entubação imediata. Alerta e cooperativo Não necessita de proteção de vias aéreas para o manejo de secreções Hemodinâmica estável


Carregar ppt "Asma. Piora Progressiva: Dispnéia Tosse Sibilância Opressão no peito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google