A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FÁBIO PINHEIRO. Qualidade e Melhoramento da Produção Todas as operações, não importa quão bem gerenciadas, são capazes de melhoramento. As abordagens.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FÁBIO PINHEIRO. Qualidade e Melhoramento da Produção Todas as operações, não importa quão bem gerenciadas, são capazes de melhoramento. As abordagens."— Transcrição da apresentação:

1 FÁBIO PINHEIRO

2 Qualidade e Melhoramento da Produção Todas as operações, não importa quão bem gerenciadas, são capazes de melhoramento. As abordagens e técnicas de melhoramento Melhoramento da produção Gerenciamento da Qualidade Total

3 1 Melhoramento Revolucionário Baseado em “inovação” Mudança grande e dramática na forma como a operação trabalha Ex: introdução de uma máquina nova. 1.0 Abordagens de Melhoramento

4 2 Melhoramento Contínuo Presume mais e menores passos de melhoramento incremental. Ex: simplificar a seqüência de questões quando se faz reserva em um hotel Abordagens de Melhoramento

5 “kaizen significa melhoramento. Quando aplicada para o local de trabalho, kaizen significa melhoramentos contínuos envolvendo administradores e trabalhadores de forma igual” Melhoramento Contínuo

6 Melhoramento Revolucionário Melhoramento Contínuo Efeito Curto prazo, mas dramático Longo prazo de duração, mas não dramático PassoPassos grandesPassos pequenos Armação de tempo Intermitente e não incremental Contínuo e incremental MudançaAbrupta e volátil Gradual e constante Envolvimento Seleciona alguns “campeões” Todos da organização Abordagem Individualismo – idéias e esforços individuais Coletivismo – esforços de grupos e abordagem de sistemas

7 Fonte BALLESTERO-ALVAREZ, Maria Esmeralda – Administração da qualidade e da produtividade – abordagens do processo administrativo – São Paulo: Atlas, Melhoramento Revolucionário Melhoramento Contínuo Estímulos Inovação tecnológica, novas invenções, novas teorias Know-how tradicional e estado da arte Riscos Concentrados, “todos os ovos em uma mesma cesta” Dispersos, muitos projetos simultaneamente Requisitos Práticos Requer grande investimento, mas pequeno esforço para mantê-lo Requer pequeno investimento, mas grande esforço para mantê-lo Critérios de Avaliação Resultados por lucro Processos e esforços por melhores resultados

8 A filosofia do melhoramento contínuo Kaizen tem como sua mais conhecida representação o ciclo PDCA, que pode ser definido como um método gerencial para promover a melhoria contínua. Ciclo PDCA

9 Prof.: Fábio Pinheiro 1.Plan planejar 2.Do fazer 3. Check verificar 4. Action agir As 4 fases do PDCA:

10 Nesta etapa são definidas as metas que se deseja atingir, geralmente, anuais. As metas devem relevar pontos importantes como as tendências de mercado, os fornecedores, a situação política do país e do mundo. Após definidas as metas, deve-se buscar os meios e os procedimentos para alcançá-las. P = plan (planejar)

11 Aqui todos os envolvidos com as ações são treinados nos procedimentos que têm como base as metas estabelecidas, realizam as atividades e colhem dados, para a fase de verificação. É a fase de implantação do planejamento. D = do (fazer)

12 Esta é uma etapa puramente gerencial, verificando se as ações executadas estão de acordo com as metas estabelecidas. Os dados utilizados são aqueles coletados na etapa anterior, que são analisados e comparados com o planejado (fase planejar). C = check (verificar)

13 Nesta etapa, a atuação é corretiva, ou seja, caso a operação realizada não esteja de acordo com o planejado, deve-se atuar corretivamente através de planos de ação para correção de rumo visando a meta estabelecida. Deve-se voltar à fase planejar e revisar as metas já atingidas traçando novos desafios, procedimentos, etc. A = action (agir)

14 Sistemas de Padronização  Em função dos desafios e obstáculos impostos pelo cenário atual de intensa concorrência, as empresas têm buscado melhorar o desempenho e reduzir custos, através da implantação de alguns programas de gestão.  Dentre as várias ferramentas utilizadas por empresas que buscam a Gestão da Qualidade Total, destacam-se:  Padronização de Processos  Programa 5S  Certificação através do ISO 9000.

15 Uma organização que não possui padrões de suas atividades de rotina nunca poderá garantir a qualidade do que faz. A padronização pode ser definida como a unificação dos indivíduos segundo modelos aceito por um grupo. Padronização de Atividades

16 Padronizar com Sucesso Padronizar com Sucesso  Criar uma estrutura para a padronização.  Executar os passos para a padronização.  Monitorar e acompanhar o processo evolutivo da implementação e atualizá-lo quando necessário. O que é padronização de processos? O que é padronização de processos? É uma técnica que visa reduzir a variabilidade dos processos de trabalho, sem prejudicar a sua flexibilidade.

17 5 “S” e suas vantagens  Seiri Senso de utilidade  Seiton Senso de arrumação  Seiso Senso de limpeza  Seiketsu Senso de asseio pessoal  Shitsuke Senso de disciplina  Reduz a necessidade de controle  Facilita a execução das tarefas  Evita perdas  Divide a responsabilidade  Reduz custos

18 ISO 9000 O nome genérico ISO 9000 representa todo o conjunto de documentos relacionados com a sistematização de atividades para garantia da qualidade. ISO garantir a qualidade de um produto após as fases de projeto, desenvolvimento, produção, instalação e serviços associados.

19  utilização adequada dos recursos;  uniformidade no trabalho;  registra o conhecimento tecnológico;  facilita o treinamento do pessoal;  melhora o nível técnico do pessoal;  evita desperdício do tempo. Benefícios da Padronização:

20 Com a ampla abertura do mercado, a nível mundial, as organizações sabem que não bastam ser as melhores em sua região, mas que precisam ser de classe mundial e preparadas para concorrerem em qualquer parte do mundo. TQM

21 Esta conscientização alavanca o crescimento em termos de competitividade, reduzindo custos, melhorando a qualidade e colocando o foco nos clientes, esses, cada vez mais exigentes, quanto à qualidade. A Gestão da Qualidade Total é a ferramenta gerencial que potencializa a melhoria de produtos/serviços, neste atual panorama de intensa concorrência. Gestão da Qualidade Total (TQM)

22  qualidade intrínseca  custo baixo  pontualidade  segurança na utilização  motivação da equipe 5 Itens - TQM

23 Significa garantir a qualidade do produto ou serviço que se produz independente da manifestação do cliente. As organizações devem planejar e executar o trabalho de forma a garantir que, ao final do processo, a qualidade esteja conforme o proposto, isto é, atender as especificações dos clientes. Qualidade Intrínseca

24 O objetivo é trabalhar com custos baixos, na aquisição de insumos, na operação, no desenvolvimento de fornecedores, etc. Este, pode representar uma maior competitividade da organização, ou até mesmo a sua sobrevivência. Custo baixo não significa preço de aquisição baixo, este pode ser reduzido, entretanto, pode representar muitos custos adicionais associados com a falta de qualidade. Custo Baixo

25 Com o advento do conceito de baixos níveis de estoques, onde as entregas de insumos são pulverizadas, assim, questão da pontualidade passa a ser fundamental para não interromper a produção. Hoje, muitos fornecedores estão suprindo diretamente na linha de produção de seus clientes. Pontualidade

26 É garantir aquilo que está se produzindo. A qualidade também deve estar presente durante o consumo e utilização dos produtos ou serviços pelo cliente, e não apenas quando é fabricado. Assim, confiabilidade e durabilidade tornam-se importantes nesta questão. Segurança na Utilização

27 TQM tem como base o ser humano, e não poderia ser pequena a preocupação com a capacitação e motivação da equipe. Entende-se que o funcionário motivado produz com mais qualidade, e as organizações devem estar sempre pesquisando o clima interno e relacionamento das equipes. Indicadores de absenteísmo, de acidentes de trabalho, de treinamento, e outros, permitem a tomada de ações para melhoria no ambiente. Motivação da Equipe

28 1. Total satisfação dos clientes 2. Desenvolvimento de recursos humanos 3. Gerência participativa 4. Constância de propósitos 5. Aperfeiçoamento contínuo 6. Delegar responsabilidades 7. Gerência de processos 8. Disseminação de informações 9. Não aceitação de erros 10. Estreitar a relação com os fornecedores (parceria) 10 Mandamentos para o TQM


Carregar ppt "FÁBIO PINHEIRO. Qualidade e Melhoramento da Produção Todas as operações, não importa quão bem gerenciadas, são capazes de melhoramento. As abordagens."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google