A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RPG BY MOODLE: UM GAME PARA A EAD COM SUPORTE MOODLE Caroline Duarte – UNEB Dr. Alfredo Matta – UNEB.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RPG BY MOODLE: UM GAME PARA A EAD COM SUPORTE MOODLE Caroline Duarte – UNEB Dr. Alfredo Matta – UNEB."— Transcrição da apresentação:

1 RPG BY MOODLE: UM GAME PARA A EAD COM SUPORTE MOODLE Caroline Duarte – UNEB Dr. Alfredo Matta – UNEB

2 RPG digital: apoio a EAD  Utilizado nos cursos EaD permite a construção criativa e colaborativa dos participantes, estimulando a autoria e aprendizagem significativa, através da interação do sujeito singular e seu ambiente ou contexto social em diálogos e prática permanente.

3 Projeto de Sueli Cabalero  Objetivo: análise dos processos cognitivos demonstrados a partir da interação entre educadores e educandos com o jogo RPG by Fórum no contexto da aprendizagem em rede.

4 Projeto de Sueli Cabalero  Resultado: o referido jogo constitui uma ferramenta pedagógica que pode ser utilizada para trabalhar as diversas áreas do conhecimento, assim como nos diferentes níveis de escolaridade. Revelou-se, ainda, um espaço onde os sujeitos expressaram as suas ideias espontaneamente, ao invés de copiarem modelos previamente estabelecidos.

5 Projeto de Eudes Vidal  Objetivo: aplicação do jogo RPG para viabilizar de modo mais significativo e ativo, a construção do conhecimento sobre a História da Guerra de Canudos com alunos do curso de História EAD.

6 Projeto de Eudes Vidal  Resultado: comprovou o jogo como uma ferramenta pedagógica, pois trouxe atribuições que não desassocia o conteúdo da prática de pesquisa. Atende a expectativa de potencializar situações de aprendizagem nas quais a capacidade de criticidade, como elemento do pensamento crítico sobre a práxis, tem maior efetividade de acontecer.

7 Projeto de Isabele Ramos  Objetivo: desenvolver a potencialidade do jogo RPG digital em formato de história em quadrinhos como prática pedagógica para o ensino- aprendizagem da Cidadania Pluricultural direcionada às crianças em fase de alfabetização, pertencentes ao bairro de Mussurunga.

8 Projeto de Isabele Ramos  Resultado: declara-se que, a partir dos resultados transformadores que o jogo RPG by MOODLE provocou e a partir de algumas categorias, as crianças desenvolveram conhecimento sobre o tema e, portanto, com mais investimentos técnicos, de cronograma, pedagógicos e metodológicos irá contribuir ainda mais para o ensino-aprendizagem da cidadania pluricultural.

9 Novas contribuições  Projeto de doutorado de Josenilda Mesquita: aplicação do jogo para o ensino médio sobre Independência na Bahia.  Projeto de mestrado de Lázaro Souza: aplicação com base na vinda de escravos ao Brasil pelos portugueses para ser trabalhado com estudantes do ensino médio na disciplina de História.  Projeto de doutorado de Josete Bispo: trabalha com uma aplicação para simular situações de treinamento com policiais militares do estado da Bahia.

10 RPG by Moodle no combate ao trabalho infanto-juvenil  Aplicação que dialoga com crianças e jovens expostos ao trabalho precoce de forma a conscientizá-los que para além da necessidade suprida momentaneamente, essa inclusão no mercado de trabalho precocemente mantém a lógica de reprodução das relações sociais, os mantendo vítimas da lógica do capital.

11 DBR: uma metodologia que apoia o socio-construtivismo Definição: Barab e Squire (2004) - “uma série de procedimentos de investigação aplicados para o desenvolvimento de teorias, artefatos e práticas pedagógicas que sejam de potencial aplicação e utilidade em processos ensino-aprendizagem existentes” Graças a esta vocação para a pesquisa aplicada a DBR tem recebido outras denominações em inglês, relacionadas ao seu caráter de pesquisa aplicada como: “Formative Research”, originalmente, em 1990 (NEWMAN); “Design Experiments”, em 1992 (BROWN; COLLINS); “Development Research”, em 1999 (VAN DEN AKKER); “Design-Based Research (DBR)”, assumida neste artigo, foi denominada em 2003 (KELLY); “Design Research” (REEVES, HERRIGTON e OLIVER) e “Developmental Research” (MCKENNY e VAN DEN AKKER), ambas, em 2005.

12 DBR: uma metodologia que apoia o socio-construtivismo  1] Teoricamente Orientada:  2] Intervencionista:  3] Colaborativa:  Outra forma de entender o forte relacionamento entre a DBR, sua forma de orientar uma pesquisa aplicada, e sua forte articulação comunitária está na compreensão das 3 maneiras de interação entre comunidade de prática e pesquisadores, elaborada por Wagner (1997). Este autor classifica estas interações em:  A] Acordo para extração de dados.  B] Parceria de investigação.  C] Acordo de co-aprendizagem.

13 DBR: uma metodologia que apoia o socio-construtivismo  4] Fundamentalmente responsiva.  5] Iterativa.  1] Existem os resultados na forma de contribuição à teoria.  2] Existem resultados de âmbito social e comunitário educacional.  3] Existem resultados para o desenvolvimento e habilitação dos engajados.  Em DBR a generalização ficará sempre a cargo da capacidade e possibilidade de fazer migrar uma efetiva intervenção de nossa classe ou situação de aplicação, para outras, mesmo sabendo que esta efetividade sofrerá toda a sorte de uma nova rodada de ciclos de aplicação, análise e validação para que possa efetivar-se neste outro contexto. Significa dizer que em DBR, generalização, termo mais adequado às pesquisas experimentais, deve ser substituído pelo termo replicação.

14 DBR: uma metodologia que apoia o socio-construtivismo

15 FASES DA DBR(REEVES, 2006)TÓPICOSPOSIÇÃO DA PROPOSTA Fase 1: Análise do problema por investigadores, usuários e/ou demais sujeitos envolvidos em colaboração.Definição do problema.Definição de Problema, ou Introdução, ou Fundamentação, ou Contexto.Consulta recíproca entre sujeitos engajados na práxis e investigadores.Questões de pesquisa.Questões de pesquisa.Contextualização e/ou revisão de literatura.Contexto, ou Revisão de Literatura. Fase 2: Desenvolvimento da proposta de solução responsiva aos princípios de design, às técnicas de inovação e à colaboração de todos os envolvidos.Construção Teórica.Quadro teórico.Desenvolvimento de projeto de princípios para orientação do plano de intervenção.Descrição da proposta de intervenção.Metodologia. Fase 3: Ciclos iterativos de aplicação e refinamento em práxis da solução.Implementação da intervenção (primeira iteração).Metodologia.Participantes.Coleta de informações.Análise das informações.Implementação da intervenção (segunda iteração).Participantes.Coleta de informações.Análise das informações. Fase 4: Reflexão para produzir "Princípios de Design" e melhorar implementação da solução.Princípios de design.Artefato(s) implementado(s).Desenvolvimento profissional.Metodologia.Quadro 1. Fases da pesquisa DBR e elementos para a construção do documento de Proposta da Pesquisa. Fontes: Elaborado pelos autores.

16 DBR: uma metodologia que apoia o socio-construtivismo Sumário para Proposta de Pesquisa DBR 1.Definição de Problema ou Introdução ou Fundamentação ou Contexto - resultante de processo de consulta mútua entre investigadores e sujeito engajados na práxis em questão na pesquisa. 2.Questões de pesquisa. 3.Contexto ou Revisão de Literatura – preliminar. 4.Quadro teórico.a. Esboço de princípios teóricos de orientação para o projeto de intervenção. 5.Metodologia a. Descrição da proposta b. Detalhamento da proposta de intervenção c. Implementação da intervenção - primeira iteração i. Participantes ii. Procedimentos para levantamento de informações iii. Procedimentos de análise de informações iv. Procedimentos de revisão da intervenção

17 DBR: uma metodologia que apoia o socio-construtivismo  Sumário para Proposta de Pesquisa DBR  d. Implementação da intervenção - segunda e posteriores iterações  i. Participantes  ii. Procedimentos para levantamento de informações  iii. Procedimentos de análise de informações  iv. Procedimentos de revisão da intervenção  e. Refinamento dos Princípios de Design e Apresentação dos Produtos  6. Considerações éticas  7. Linha do tempo ou cronologia  8. Recursos Necessários

18  Grupo de pesquisa Sociedade em Rede:  UNEB EAD:  Portal do Professor:


Carregar ppt "RPG BY MOODLE: UM GAME PARA A EAD COM SUPORTE MOODLE Caroline Duarte – UNEB Dr. Alfredo Matta – UNEB."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google