A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os Gargalos Existentes na Logística de Suprimentos e as Tratativas para Torná-la Mais Eficiente Novembro - 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os Gargalos Existentes na Logística de Suprimentos e as Tratativas para Torná-la Mais Eficiente Novembro - 2014."— Transcrição da apresentação:

1 Os Gargalos Existentes na Logística de Suprimentos e as Tratativas para Torná-la Mais Eficiente Novembro

2 2  Introdução  Infraestrutura Logística do Brasil  Modal Rodoviário  Modal Ferroviário  Cabotagem Sumário  Ações para Mitigar Gargalos

3 3  Introdução  Infraestrutura Logística do Brasil  Modal Rodoviário  Modal Ferroviário  Cabotagem Sumário  Ações para Mitigar Gargalos

4 4 Atualmente, a Logística de Suprimentos no Brasil esta frente a uma série de gargalos geradores de custos que fazem com que seus produtos sejam cada vez menos competitivos nos mercados de atuação. São alguns destes gargalos: Introdução Desequilíbrio na disponibilidade e utilização da atual matriz de transporte; Infraestrutura de armazenagem e escoamento de cargas inadequadas; Rodovias em condições precárias; Políticas de alinhamento dos investimentos do Governo e Iniciativa Privada ainda não se mostram eficazes. Burocracia. Custos Burocracia Baixa capacidade operacional Infraestrutura inadequada Falta de Competitividade

5 5  Introdução  Infraestrutura Logística do Brasil  Modal Rodoviário  Modal Ferroviário  Cabotagem Sumário  Ações para Mitigar Gargalos

6 6 Infraestrutura Logística no Brasil Um dos maiores desafios a serem enfrentados no que tange à Infraestrutura Logística é o chamado “Custo Brasil”, efeito este que deixa nossos produtos e serviços pouco competitivos frente aos países Parceiros, Desenvolvidos e Emergentes. Fonte: Relatório do Custo Brasil DECOMTEC/FIESP – Segundo a Fundação Don Cabral, estima-se que R$ 80 bilhões são gastos pelas empresas brasileiras devido a falta de condições das estradas, malhas ferroviárias inadequadas e portos arcaicos. (Fonte: Jornal O Estado de São Paulo, 07/08/2014). Fonte: Jornal O Estado de São Paulo – 07/08/2014.

7 7 Infraestrutura Logística no Brasil O Brasil possui deficiências na infraestrutura logística de distribuição de bens e serviços; A densidade das malhas rodoviária e ferroviária brasileira está abaixo dos países Parceiros e Emergentes; Em avaliações qualitativas, o país também apresenta os menores conceitos, comparando com os outros grupos, tanto em rodovias como em ferrovias e portos. Fonte: Relatório do Custo Brasil DECOMTEC/FIESP – 2013.

8 8 Matriz de Transportes – Comparativo Internacional (%) Fonte: ANTT Infraestrutura Logística no Brasil Matriz de transportes no Brasil concentrada no modal rodoviário; Baixa utilização do modal ferroviário quando comparado à países de grande extensão territorial; Possibilidade de ampliação da utilização dos modais hidroviário e dutoviário. Considerações gerais sobre a atual infraestrutura logística do Brasil:

9 9  Introdução  Infraestrutura Logística do Brasil  Modal Rodoviário  Modal Ferroviário  Cabotagem Sumário  Ações para Mitigar Gargalos

10 10 Modal Rodoviário A densidade da atual malha rodoviária do Brasil, quando comparada com grandes potências econômicas e mais os emergentes, mostra que a infraestrutura existente ainda não está adequada a proporcionar um transporte eficiente. Fonte: Ministério dos Transportes Densidade da Malha Rodoviária - Km / Km²

11 11 Modal Rodoviário Infraestrutura atual do modal rodoviário no Brasil: Fonte: Ministério dos Transportes Extensão: km; Rodovias pavimentadas: km (12% do total); Rodovias federais: km; Rodovias privatizadas: km.

12 12 Modal Rodoviário Gargalos da Infraestrutura Logística Rodoviária: Fonte: Adaptado do Relatório do Fórum Econômico Mundial, divulgação em Set/2014 Neste ranking, a região mais prejudicada é o Norte, com aumento de 40,6% nos custos de frete, seguida pela região Nordeste 33%, enquanto a menos afetada é a região sul, que alcança o patamar de 19,3%. De acordo com a Pesquisa Rodoviária da Confederação Nacional de Transporte (CNT), o custo do transporte de carga por rodovias, no Brasil, é em media, 28% mais caro do que seria caso as estradas apresentassem condições ideais de pavimento;

13 13  Introdução  Infraestrutura Logística do Brasil  Modal Rodoviário  Modal Ferroviário  Cabotagem Sumário  Ações para Mitigar Gargalos

14 14 Modal Ferroviário A atual malha ferroviária do Brasil representa baixa densidade territorial, se comparada à malha dos Estados Unidos. Isto interfere diretamente no custo logístico das empresas brasileiras, uma vez que são obrigadas a utilizarem o modal rodoviário para transportes à grandes distâncias. Fonte:

15 15 Modal Ferroviário Detalhamento da atual malha ferroviária do Brasil: Fonte: ANTT Extensão: km; Volume transportado: tons; Investimentos em 2013: R$ 5,3 bilhões.

16 16 Modal Ferroviário Processo de Desestatização e Concessão Ferroviária: O novo modelo de concessão ferroviária, vigente a partir de 2011, tem as seguintes características principais referenciadas abaixo. 2 (dois) entes jurídicos: Gestor da Infraestrutura e Prestador do Serviço de Transporte; O Gestor será o concessionário da infraestrutura, outorgado por licitação pública; O Prestador (Operador Ferroviário Independente) será o transportador da carga, outorgado por autorização; Serão estabelecidas metas de qualidade (incluindo produção) por trecho da malha ferroviária; Não haverá exclusividade na utilização da infraestrutura pelos transportadores ferroviários; Serão fixadas as condições de trafegabilidade para todos os trechos da malha; O Poder concedente poderá retomar, mediante processo administrativo, os trechos da malha abandonados ou explorados em desacordo com as metas (qualidade e segurança) – com cobrança de indenização para recuperação do trecho. Fonte: ANTT

17 17  Introdução  Infraestrutura Logística do Brasil  Modal Rodoviário  Modal Ferroviário  Cabotagem Sumário  Ações para Mitigar Gargalos

18 18 Cabotagem Frota mercante do Brasil : Fonte: ANTAC

19 19 Cabotagem O cenário do mercado de cabotagem no Brasil pode ser detalhado conforme informações a seguir : Crescimento contínuo, mas discreto pelo volume transportado (tabela abaixo); Demanda do mercado para os armadores ainda esta abaixo do esperado, para a expansão da oferta de navios próprios e afretados. Fonte: ANTAQ

20 20 Cabotagem Perspectivas para o setor no Brasil: A utilização da infraestrutura logística de cabotagem pelas empresas brasileiras dos mais variados segmentos pode ser resumida conforme a tabela a seguir. Fonte: Instituto de Logística e Supply Chain – ILOS / 2012

21 21  Introdução  Infraestrutura Logística do Brasil  Modal Rodoviário  Modal Ferroviário  Cabotagem Sumário  Ações para Mitigar Gargalos

22 22 Buscar Representatividade através de Associações de Classe ANUT (Associação Nacional dos Usuários do Transporte de Cargas); Infraestrutura e Logistica do Espirito Santo em Ação; ABTP (Associação Brasileira dos Terminais Portuários); ABM (Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração).  Associação de Classes

23 23 Atuação de Gerenciamento das Variáveis Controláveis  Internas Sistemática para acompanhamento e redução no tempo de carregamento de carretas; Melhoria da performance operacional na armazenagem e carregamento reduzindo o tempo de permanência de vagões; Buscar sinergias na utilização dos recursos logísticos disponíveis; Análise dos ciclos na cadeia logística, buscando otimização na combinação de cargas com os destinos; Realização de reuniões e treinamentos junto aos prestadores de serviços (transportadores) a fim de garantir segurança operacional na execução das atividades.

24 Os Gargalos Existentes na Logística de Suprimentos e as Tratativas para Torná-la Mais Eficiente Novembro


Carregar ppt "Os Gargalos Existentes na Logística de Suprimentos e as Tratativas para Torná-la Mais Eficiente Novembro - 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google