A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Projeto de Internacionalização. Prof. Paulo Afonso.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Projeto de Internacionalização. Prof. Paulo Afonso."— Transcrição da apresentação:

1 Projeto de Internacionalização. Prof. Paulo Afonso

2 Projeto de Internacionalização. A internacionalização é um investimento que carece de recursos humanos e financeiros. Nem toda empresa necessita nem pode internacionalizar-se. É necessário uma avaliação cuidadosa, um Diagnóstico Organizacional. Prof. Paulo Afonso

3 Projeto de Internacionalização. Gestão Empresarial é um Processo Pensar Estrategicamente A razão do negócio, criar metas Inovação Valor agregado, novos materiais, fazer a diferença fazendo diferente. Planejamento Organizar a atividade, os recursos, ao longo do tempo, executando. Ser versátil e flexível para trazer soluções não previstas ou planejadas Avaliação Meios de medir resultados através de indicadores, corrigindo os rumos e tomando decisões mais rápidas e seguras. Prof. Paulo Afonso

4 Projeto de Internacionalização. Áreas da Gestão Marketing Vendas Gestão Financeira Gestão da Produção Gestão da Cadeia de Suprimento Gestão da Informação Gestão das Pessoas Prof. Paulo Afonso

5 Projeto de Internacionalização. Por que Exportar? Para onde Exportar? Barreiras as Exportações. Matriz de Expansão Internacional. Entidades Intervenientes. (Conceito em Comércio Exterior.) Plano de Exportação. Prof. Paulo Afonso

6 Projeto de Internacionalização. EmpresaMercado Interno Mercado Externo Novos Clientes e Mercados Novos Produtos design/embalagem Aumento de produção/produtividade Aprimoramento da qualidade Incorporação de tecnologias Redução da carga tributária Know how internacional Nome e marca globalizados Novas idéias e crescimento empresarial Divisas para o país. Por que Exportar?

7 Projeto de Internacionalização. Para onde exportar? Investigação mercadológica/pesquisa. Proximidade de mercados/estratégias. Aspectos culturais. Dimensão dos Mercados. Concorrentes/competição menos agressiva. Mercados grandes. Prof. Paulo Afonso

8 Projeto de Internacionalização. Barreiras às exportações: Protecionismo. Falta de moeda conversível. Excessiva burocracia e instabilidade econômica. Normas técnicas. Aspectos culturais e de negociação. Contato: Prof. Paulo Afonso

9 Projeto de Internacionalização. Barreiras às exportações: Principais Barreiras. País Exportador: Ausência de Política de comércio exterior. Excesso de regulamentações. Inexistência de identificação de oportunidade de negócios. Empresário Exportador não preparado. País Importador: Cotas de importação. Normas técnicas. Excesso de legislação e normas. Embargos. Nível tecnológico. Instabilidade Econômica. Custo elevado da promoção comercial. Informações não confiáveis Excesso de protecionismo Prof. Paulo Afonso

10 Projeto de Internacionalização. Barreiras às exportações: Principais Barreiras. Barreiras Tarifárias São tarifas de importação, taxas diversas e valoração aduaneira. Barreiras Não Tarifárias São restrições quantitativas, licenciamentos de importação,procedimentos alfandegários, medidas antidumping, compensatórias, subsídios e salvaguardas, barreiras técnicas, medidas sanitárias e fitossanitárias Prof. Paulo Afonso

11 Projeto de Internacionalização. Barreiras às exportações: Principais Barreiras. Barreiras Não Tarifárias Medidas antidumping, Anula o dano sofrido por uma indústria, provocados por importações realizadas a preço de dumping. Medidas compensatórias, Neutralizam os efeitos danosos a produção doméstica, por produtos importados com preços subsidiados. Subsídios, Concessão de um benefícios, normalmente financeiro, governamental, setorial ou territorial que contribua para aumentar as exportações e reduzir as importações. Salvaguardas, Garante a proteção temporária de um setor, prejudicado por aumentos substancial de importações. Prof. Paulo Afonso

12 Projeto de Internacionalização. Matriz de Expansão Internacional Oportunidades x Recursos Oportunidades Demanda por um novo produto ou serviço Produto ou serviços existentes a um custo mias baixo Surgir um novo modelo de negócios Recursos São tudo que um empreendedor necessita para aproveitar uma oportunidade. Talentos específicos, capital humano, informações específicas, fornecedores de capital de risco; finanças e experiências, aconselhamentos. Prof. Walter KuemmerleProf. Paulo Afonso

13 Projeto de Internacionalização. Matriz de Expansão Internacional Prof. Walter Kuemmerle Prof. Paulo Afonso INTERNACIONAIS Mundiais Muitos países Vários Continentes Redes de Vendas / Subsidiárias de Fabricação INTERNACIONAIS Regionais Poucos Países Paises Vizinhos Subsidiárias de vendas LOCAISINTERNACIO NAIS Regionais Alguns recursos de capital INTERNACI ONAIS Mundiais Amplos Recursos, K. P&D, Consult. LOCAIS OPORTUNIDADES RECURSOS Zona Equilibrada Serve para avaliar e direcionar um empreendimento e para comunicar com investidores e funcionários.

14 Projeto de Internacionalização. Três Caminhos de Expansão Prof. Walter Kuemmerle Prof. Paulo Afonso INTERNACI ONAIS Mundiais INTERNACI ONAIS Regionais LOCAIS INTERNACIO NAIS Regionais INTERNACI ONAIS Mundiais LOCAIS OPORTUNIDADES RECURSOS Zona Equilibrada Empresas que iniciam no canto superior direito da Matriz, terminam em desastre financeiro e pessoal As fronteiras nacionais funcionam como barreiras psicológicas na cabeça dos investidores internacionais, principalmente quando as coisas dão errado.

15 Projeto de Internacionalização. Posição Inicial dos Negócios Prof. Walter Kuemmerle Prof. Paulo Afonso INTERNACI ONAIS Mundiais INTERNACI ONAIS Regionais LOCAIS INTERNACIO NAIS Regionais INTERNACI ONAIS Mundiais LOCAIS OPORTUNIDADES RECURSOS Zona Equilibrada O desfio é determinar quanto capital deve dedicar a busca de oportunidade internacional, sem prejudicar o negócio em casa. Organização que inicia pela parte de baixo da matriz, busca oportunidades e também consegue atrair recursos de fontes distantes

16 Projeto de Internacionalização. Entidades Intervenientes: Entidades Oficiais. Câmara de Comércio Exterior - CAMEX Ministro Chefe da Casa Civil da Presidência da República. Ministério das Relações Exteriores. Ministério da Fazenda. Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior. Ministério do Orçamento e Gestão. Ministério da Agricultura e Abastecimento. Secretaria de Comércio Exterior – SECEX. Secretaria da Receita Federal – SRF. Banco Central do Brasil – BACEN Conselho Monetário Nacional - CMN Prof. Paulo Afonso

17 Projeto de Internacionalização. Órgãos intervenientes. Prof. Paulo Afonso

18 Projeto de Internacionalização. Entidade Interveniente. Prof. Paulo Afonso

19 Projeto de Internacionalização. Entidade Interveniente. ( continuação) Prof. Paulo Afonso

20 Projeto de Internacionalização. Ministério da Fazenda SRF Prof. Paulo Afonso

21 Projeto de Internacionalização. Entidades Intervenientes: Outros Órgãos Envolvidos: Federações das Indústrias e Comércio. Câmaras de Comércio Laboratórios Especializados. Trade Points – Centro Internacional de Negócios / CIN Serviços de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI Despachantes Aduaneiros. Companhias de Transportes. Seguradoras. Empresas de Pesquisas de Mercado. Escritórios de Advocacias em Direito Internacional. Prof. Paulo Afonso

22 Projeto de Internacionalização. Conceito de Comércio Exterior: Comércio Exterior indica a atividade do Estado com relação ao seu comércio externo, incluindo as políticas de comércio a ser empregada visando os fins nacionais, sejam eles econômicos, sociais, etc. O Estado é o ator majoritário como regulador e controlador do comércio praticado pela cidadania. O Estado é pleno, fundado na ordem jurídica interna, a partir da Constituição e do ordenamento legal, estabelecendo os procedimentos a serem observados pelos agentes econômicos, na comercialização de mercadorias, objeto do Comércio Exterior.

23 Projeto de Internacionalização. Conceito de Comércio Internacional: O comércio internacional ou negócios internacionais é percebido nas trocas comerciais havidas entre as diversas nações que compõe a comunidade mundial, inscrevendo-se na economia internacional e submetendo-se ao Direito Internacional Público. O grande ator é o Estado soberano, que consiste em aceitar as regras universais vigentes. Comércio internacional é a relação existente entre os Estados, entendido no âmbito geral. Prof. Roosevelt Baldomir Sosa – A Aduana e o Comércio Exterior

24 Projeto de Internacionalização. Plano de Exportação: Export Check List. Avaliação da Capacidade Exportadora. Universo do Comércio Exterior. Os Mercados e os Cenários. A Investigação dos Bancos de Dados. A Comunicação e a Promoção. As Formas de Ingresso no Mercado. As Alianças. A Logística da Distribuição. A Estrutura da Exportação. O Treinamento. Contratos Internacionais. Engenharia Financeira. Técnicas Operacionais. A Certificação. Prof. Paulo Afonso

25 Projeto de Internacionalização. Plano de Exportação: Export Check List. Avaliar os pontos fortes e fracos. Avaliar a possibilidade de exportar junto com outros empresários. Analisar se já existe empresas integradora ( consórcio ). Manter contato com entidades oficiais de promoção comercial. Consiga um bom despachante aduaneiro. Mantenha-se informados através de treinamentos. Prepare o catálogo. Participe de feiras internacionais. Procure contratar um consultor. Prof. Paulo Afonso

26 Projeto de Internacionalização. Plano de Exportação: Export Check List. Por que você quer exportar? Você conhece as barreiras que deverá enfrentar? Você tem capacidade para atender ao mercado interno e externo? Você fez orçamento antes de avaliar a capacidade exportadora? Seu produto tem problemas com patentes ou marcas? Por onde será conveniente começar a exportar? Qual a sua capacidade de produção/ociosidade/ Qual seu preço para o mercado interno? Está correto? Seu produto pode ser consumido no mercado externo como é fabricado para consumo no mercado interno? A embalagem utilizada encontra-se em acordo com as normas internacionais? É fácil encontrar transportadores para seu produto? Prof. Paulo Afonso

27 Projeto de Internacionalização. Plano de Exportação: Avaliação da Capacidade Exportadora. Você quer exportar motivado uma situação conjuntural? Os responsáveis por cada área sabem a importância da exportação. Qual estratégia para superar as barreiras? Existe alguém que você conheça com vivência no mercado externo? Sua capacidade de produção e suficiente para atender os mercados? Você está disposto a efetuar mudança no produto? Seu país tem vantagem comparativas no seu setor? Seus concorrentes estão exportando? Para onde? Como? Você conhece a concorrência que vai enfrentar no exterior? Você conhece a imagem do seu país no exterior? Que benefícios e vantagens seu produto apresenta? Qual seu sistema de custos? Prof. Paulo Afonso

28 Projeto de Internacionalização. Plano de Exportação: Estrutura para um Plano Estratégico. Justificativa Objetivos Gerais Específicos Antecedentes – Dados macroconjunturais. População, renda, faixa etária da população... etc. Produto importado, industrializado, volumes... etc. Identificação e Avaliação de Oportunidades. Mercados Existentes Mercados Criados Mercados Criados pela Concorrência Mercados Futuros. Prof. Paulo Afonso

29 Projeto de Internacionalização. Plano de Exportação: Estrutura para um Plano Estratégico. Planejamento da empresa e do mercado Situação Atual. – Pontos fortes e fracos, ameaças e oportunidades Situação Proposta. – Pontos fortes e fracos, ameaças e oportunidades. Análise do Produto. Observar a combinação produto/mercado Qual produto, embalagem, etc. Para que tipo de mercado. Com quais mudanças. Instrumentos Necessários Assessorias, logística, etc. Plano de Ação. Promoção à Exportação. Necessidade de Capital Adicional. Plano financeiro. Prof. Paulo Afonso


Carregar ppt "Projeto de Internacionalização. Prof. Paulo Afonso."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google