A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Principais Ações 2011-2014 Glaucius Oliva Presidente CNPq.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Principais Ações 2011-2014 Glaucius Oliva Presidente CNPq."— Transcrição da apresentação:

1 Principais Ações Glaucius Oliva Presidente CNPq

2 Gestão e Administração Consolidação da mudança do prédio: –infraestrutura, restaurante, bancos, integração dos espaços de trabalho, auditórios, salas para os CAs, etc... –Programa CNPq Sustentável Gestão de Pessoas –ações de integração de RH como: Jogos Internos, Passaporte cultural, Premio Melhor Idéia, Pratas da Casa, ações da Qualidade de Vida –Programa de Mestrado e Doutorado in company –Implementação da GQ-III –Concursos e contratações de RH: concurso e contratações realizadas cumprimento do TAC de extinção da terceirização de técnicos administrativos, implementação da terceirização de auxiliares administrativos

3 Inovações na área financeira e administrativa Prestação de contas on-line Introdução do cartão-pesquisa Pagamento de bolsas no exterior com cartão BB-Américas Sistemas de gestão de recursos F100 e FNDCT DEX digital Sistemática de gestão de recursos provenientes de empresas e parceiros Acordo com a UNESCO – projetos especiais

4 Governança e Planejamento Estratégico Mudança na Estrutura de Governança: –Criação da Diretoria de Cooperação Institucional com coordenações gerais de Cooperação Nacional e Internacional e depois do Programa CsF –Nova nomenclatura das Diretorias e Coordenações Reconfiguração Estratégica do CNPq –realizada ao longo de 2011, conduzida pelo CGEE, envolveu toda a casa e a comunidade científica, resultou na nova definição da Missão, Visão e Valores da instituição e a criação do novo Mapa Estratégico do CNPq.

5

6 Principais ações em TI Consolidação da infraestrutura e governança: sala-cofre, mass storage, rede interna e externa, PDTI Novo Portal do CNPq: estruturado; alimentação de dados automatizada e distribuída; transparência; sala de imprensa; portal de popularização da ciência; canal de vídeos; utilização de redes sociais Eliminação TOTAL de papéis na relação com clientes Informatização do Call Center Configurador de chamadas e encomendas Gestor Financeiro do Pesquisador e Prestação de Contas online na Plataforma Carlos Chagas Novo sistema de Gestão de Documentos – processos internos digitais e eliminação da circulação de papéis

7 Facilitação das Importações para Pesquisa Criação do Programa CNPq Expresso, em articulação com a INFRAERO, RFB e ANVISA, incluindo modificação da legislação para permitir a priorização na liberação de cargas quando se trata de Importações para Pesquisa. Projeto de análise da logística de liberação de importações paa pesquisa (ESALQ, INFRAERO, RFB) Oferta de cursos compactos de apoio às Importações para pesquisa em todos os maiores aeroportos do país, para pesquisadores, importadores das universidades e técnicos locais Criação do Portal TIP: Tutorial de Importações para Pesquisa Avanços na negociação da aplicação da Lei 8010 na modalidade de Correio Expresso

8 Ordenamento Jurídico, Controle Interno e Articulação Reestruturação e fortalecimento da Procuradoria Federal no CNPq Elaboração de manuais completos e modelos-padrão de chamadas públicas, procedimentos de cobranças, acordos e convênios. Agilidade na análise jurídica de processos e pró-atividade na busca de soluções Consolidação e ordenamento interno da Auditoria do CNPq Interface e busca conjunta de soluções com a CGU Criação da Assessoria Parlamentar do CNPq e subsequente papel central na criação do Fórum de Assessores Parlamentares de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Nova norma de Novação (compensação não-financeira nos casos de não-retorno de bolsistas no exterior) Trabalho intenso no novo marco jurídico da C,T&I: PEC 290 e PL2177

9 Comitês de Assessoramento e de Julgamento de Chamadas Temáticas Consolidação do processo de composição dos CA´s Introdução do Adicional de Avaliação e Bolsa de Avaliação Introdução do Relator de Acompanhamento de projetos de pesquisa. Parceria com SETEC/MCTI e SEPIN/MCTI na análise de processos relativos aos incentivos fiscais da Lei do Bem e Lei de Informática

10 Internacionalização Programa Ciência sem Fronteiras Ampliação inédita e extraordinária da exposição da ciência brasileira ao mundo Celebração de dezenas de novos acordos internacionais com agências e Universidades Participação central na criação e consolidação do Global Research Council Participação permanente no HIRO (Heads of Internacional Biomedical Research Organization)

11 Prêmiações promovidas pelo CNPq e parceiros Almirante Álvaro Alberto (CNPq,FCW,Marinha do Brasil) Jovem Cientista (CNPq, Fundação Roberto Marinho, Inst. Gerdau, GE, BG) Mercosul (CNPq,MCTI) Construindo a Igualdade de Genero (CNPq/SPM) Premio de Fotografia – Ciencia & Arte Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica Pesquisador Emérito

12 Plataforma Lattes Novas Abas para registro qualificado de atividades de Inovação e de Divulgação e Popularização da Ciência Aperfeiçoamentos no registro da produção científica e patentes Inclusão de informações de citações e impacto (ISI, Scopus e JCR) Novos critérios gerais para avaliação de propostas pelo CNPq, que privilegiam a qualidade e não a quantidade da produção científica e também a relevância e impacto no seu sentido mais amplo

13 Plataforma Lattes

14 Novo DGP

15 Diretório de Infraestruturas de Pesquisa Banco de dados amplo com levantamento de informac ̧ ões sobre as condic ̧ ões da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica disponível no país, nas suas Universidades e Instituic ̧ ões de Pesquisa. Integrado ao Diretório de Instituições Parceria CNPq/IPEA/MCTI/FINEP Primeiro levantamento feito em 2013 resultou em informac ̧ ões detalhadas sobre mais de 1700 infraestruturas de 131 diferentes instituic ̧ ões, que concluíram o preenchimento e realizaram o envio eletro ̂ nico dos formulários completos ao CNPq.

16 CNPq PPP PPSUS PRONEX INCT Ações em Parcerias com os Estados PRONEM Fomento a Inovação Edital Universal RHAE Pesquisador nas Empresas PNPD Casadinho PGAEST Bolsas de Fomento Tecnológico Bolsas de Formação Iniciação, Mestrado e Doutorado Ciência sem Fronteiras Cooperação Internacional Produtividade Pesq./DT Editais em parceria com outros Ministérios Editais dos Fundos Setoriais DCR

17 Principais Ações Finalísticas Ciência sem Fronteiras Parcerias com FAPs Editais temáticos em parceria com outros ministérios, agências, Fundos e empresas Evolução do Edital Universal Avaliações dos INCTs Lançamento da nova chamada INCT-2014

18 Evolução da Execução Orçamentária por Fontes de Recursos

19 19 R$ 200 mi

20 5533

21 UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO

22 Total de Bolsas Concedidas no Programa Ciência sem Fronteiras – até 31/10/2014 Graduação-sanduíche Mestrado Profissional596 Doutorado-sanduíche8.453 Doutorado pleno no exterior3.016 Pós-doutorado no exterior5.396 Jovem Talento do Exterior653 Pesquisador Visitante Especial1.358 Total86.631

23 Chamada Pública INCT-2014 Duração dos projetos: 6 anos Valor por Projeto: até 10 milhões Lançamento do Edital: 06 de Junho de 2014 Inscrições: 90 dias para apresentação das propostas (de 07 de Julho até 08 de Setembro/2014) Julgamento: 180 dias para Avaliação/Negociação com parceiros Anúncio dos Resultados: 06 de Março de 2015 Contratações: à partir de 06 de Abril de 2015

24 FINANCIAMENTO INICIAL: CNPq: R$ 100 milhões MCTI/FNDCT: R$ 100 milhões CAPES: R$ 100 milhões FAPs: R$ 341,7 milhões Total inicialR$ 641,7 milhões Edital prevê Etapa de NEGOCIAÇÃO Outros potenciais parceiros: MS, PETROBRAS, BNDES, SAC, ANP, Statoil Após 4 anos, e mediante avaliação de desempenho e Proposta com ampliação de metas, poderão ser concedidos aditivos ao valor inicial Chamada Pública INCT-2014

25 PARCEIROS NA CHAMADA PÚBLICA INCT

26 Recursos aportados pelas FAPs

27 Demanda Bruta por Estado

28 Ações de apoio à Inovação Criação da aba de Inovação na Plataforma Lattes e perguntas sobre potencial de inovação e de parceria com empresas em todas as atividades registradas na PL Atividades em parceria com empresas são avaliadas pelos parceiros empresariais inclusão destas atividades nas avaliações de pedidos de projetos e bolsas Programa RHAE – Pesquisador na Empresa Programa ALI – Agentes Locai de Inovação – parceria com SEBRAE Programa Inova Talentos (RHAE Trainee) – Parceria com IEL/CNI SBRT - Sistema Brasileiro de Respostas Técnicas Editais de Apoio a Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas Editais de Apoio à Implantação e Capacitação de Núcleos de Inovação Tecnológica Editais de Apoio Projetos Cooperativos de Pesquisa Aplicada e de Extensão Tecnológica (Parceria CNPq – SETEC/MEC) Edital Forma-Engenharia (parceria CNPq-Vale) Edital Meninas e Jovens Fazendo Ciências Exatas, Engenharias e Computação (Parceria MCTI/CNPq/SPM-PR/Petrobras) Novo Programa “Inovação sem Fronteiras” (parceria CNPq/CNI/IEL) Programa de Doutorado Acadêmico-Industrial (piloto) Programa dos INCTs

29 Ações de Apoio à Divulgação e Popularização da Ciência Nova aba na Plataforma Lattes Inclusão destas atividades nas avaliações de pedidos de projetos e bolsas Alocação de Bolsas PQ/DT ao Comitê de Assessoramento de Divulgação Científica (DC) Inclusão de campo com 4000 caracteres nos formulários de propostas e relatórios finais para texto de divulgação sobre objetivos e resultados Opção de anexar vídeos curtos de divulgação em relatórios finais Área de Popularização da Ciência no portal do CNPq, onde principais resultados da pesquisa, vídeos, noticias, etc... são disponibilizados. Apoio a Museus de Ciência, Olimpíadas e Feiras de Ciência Apoio às Semanas de C&T Apoio à SBPC, ABC e ANPG

30 A CIÊNCIA BRASILEIRA ESTÁ PRONTA PARA ATENDER À DEMANDA POR PESQUISAS APLICADAS À SOLUÇÃO DOS GRANDES DESAFIOS NACIONAIS

31 CHAMADAOBJETO Demanda Bruta Projetos Aprovados No. de Propostas R$ (milhões) No. de Propostas R$ (milhões) CNPq/SPM-PR/SUDECO Nº 33/2012 Extensão inovadora voltada à qualificação profissional de mulheres em situação de vulnerabilidade social ou de baixa renda 212,781,0 CNPq/MDS-SESAN N º 027/2012: Pesquisas em Educação Alimentar e Nutricional,, contemplando a indissociabilidade entre a produção, abastecimento e consumo na promoção de alimentação adequada e saudável ,3322,7 CNPq/MPA - N º 42/2012 P,D&I em: Linha I – Pesca; Linha II – Aquicultura; Linha III - Processamento e Sanidade Aquícola e Pesqueira 41078,3669,8 MCTI/MEC/MAPA/CNPq Nº 46/2012 P,D&I em Linha I - Núcleos de Estudo em Agroecologia e Produção Orgânica (NEA); Linha II - Centros Vocacionais Tecnológicos por Unidade da Federação; Linha III - Centros Vocacionais Tecnológicos por BIOMA 589,6223,7 CNPq/MDA-INCRA Nº 26/2012 P,D&I em tecnologias apropriadas ao desenvolvimento dos assentamentos do Plano Nacional de Reforma Agrária - PNRA, 11385,53539,5 MCTI/CNPq/SPM-PR/MDA Nº 32/2012 produção de pesquisas e estudos relacionados aos temas relações de gênero, mulheres e feminismos, 36524,41458,0 MCTI/CNPq/MS-SCTIE-Decit Nº 40/2012 P,D&I em doenças negligenciadas: avanço do conhecimento, a geração de produtos, a formulação, implementação e avaliação de ações públicas ,47618,0 MCTI/CNPq/MS- SCTIE- Decit Nº 10/ Pesquisa em Saúde Bucal P,D&I para o fortalecimento da capacidade nacional de pesquisa em Saúde Bucal e para o avanço da “Política Nacional de Saúde Bucal ,9292,0 CNPq/ANVISA N º 23/2012 P,D&I em em Vigilância Sanitária: “Políticas, organização e gestão do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária” e “Objetos de intervenção”. 929,5171,5 MCTI/CNPq/MCIDADES Nº 11/2012 P,D&I na avaliação e o aprimoramento do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) e do eixo de Urbanização de Assentamentos Precários do Programa de Aceleração do Crescimento 16120,8385,0 TOTAL ,446891,1

32

33 ESTRUTURA DO CNPQ ORGANOGRAMA ATUAL NOVO ORGANOGRAMA PROPOSTO

34 ESTRUTURA, ATRIBUIÇÕES E CARGOS ATUAIS

35 ESTRUTURA, ATRIBUIÇÕES E CARGOS NECESSÁRIOS

36 Glossário DEHS: Diretoria de Educação, Ciências Humanas, Ciências Sociais e Sociais Aplicadas CGCSA: Coordenação-Geral do Programa de Pesquisa em Ciências Sociais e Sociais Aplicadas CGCHE: Coordenação-Geral do Programa de Pesquisa em Ciências Humanas e Educação COCIS: Coordenação do Programa de Pesquisa em Ciências Sociais COCSA: Coordenação do Programa de Pesquisa em Ciências Sociais Aplicadas COCIH: Coordenação do Programa de Pesquisa em Ciências Humanas COEDE: Coordenação do Programa de Pesquisa em Educação, Divulgação Científica e Editoração


Carregar ppt "Principais Ações 2011-2014 Glaucius Oliva Presidente CNPq."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google