A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Trabalho de Filosofia Trabalho de Filosofia Alunas: Allana, Daiane, Letícia Moreira e Luana. Alunas: Allana, Daiane, Letícia Moreira e Luana. N° : 01,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Trabalho de Filosofia Trabalho de Filosofia Alunas: Allana, Daiane, Letícia Moreira e Luana. Alunas: Allana, Daiane, Letícia Moreira e Luana. N° : 01,"— Transcrição da apresentação:

1 Trabalho de Filosofia Trabalho de Filosofia Alunas: Allana, Daiane, Letícia Moreira e Luana. Alunas: Allana, Daiane, Letícia Moreira e Luana. N° : 01, 28,15 e 16. Professor : Aguinaldo Tema : Patrística

2 PATRÍSTICA Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos primeiros sete séculos, elaborada pelos Padres da Igreja, Os primeiros teóricos consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do Cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos "pagãos" e contra as heresias. Foram os pais da Igreja responsáveis por confirmar e defender a fé, a liturgia, a disciplina, criar os costumes e decidir os rumos da Igreja, ao longo dos sete primeiros séculos do Cristianismo. É a Patrística, basicamente, a filosofia responsável pela elucidação progressiva dos dogmas cristãos e pelo que se chama hoje de Tradição Católica. filosofiacristãPadres da Igrejapagãosheresias filosofiaTradição CatólicafilosofiacristãPadres da Igrejapagãosheresias filosofiaTradição Católica

3 OBJETIVOS OBJETIVOS A patrística procurou conciliar as verdades da revelação bíblica com as construções do pensamento próprias da filosofia grega. A maior parte de suas obras foi escrita em grego e latim, embora haja também muitos escritos doutrinários em aramaico e outras línguas orientais.

4 Tradição Tradição Quando o Ocidentalismo, para defender-se de ataques polêmicos, teve de esclarecer os próprios pressupostos, apresentou-se como a expressão terminada da verdade que a filosofia grega havia buscado, mas não tinha sido capaz de encontrar plenamente, enquanto a Verdade mesma não tinha ainda se manifestado aos homens, ou seja, enquanto o próprio Deus não havia ainda encarnado. Quando o Ocidentalismo, para defender-se de ataques polêmicos, teve de esclarecer os próprios pressupostos, apresentou-se como a expressão terminada da verdade que a filosofia grega havia buscado, mas não tinha sido capaz de encontrar plenamente, enquanto a Verdade mesma não tinha ainda se manifestado aos homens, ou seja, enquanto o próprio Deus não havia ainda encarnado.Ocidentalismofilosofia gregaDeusOcidentalismofilosofia gregaDeus É comum a afirmação de que o Cristianismo primitivo sofreu influências de vários setores da Filosofia Grega - de Platão, de Aristóteles, dos epicuristas e dos estóicos - sem que se determine claramente a amplitude e os limites de tais influências. Também é comum dizer-se que os filósofos convertidos ao Cristianismo buscaram dar à doutrina cristã um status filosófico, mas sem o cuidado de salientar as fontes das quais se serviram ou sem analisar os conceitos dos quais se apropriaram... Foram vários autores que se ocuparam dessa tarefa: Justino, Tertuliano, Clemente de Alexandria, Orígenes, Gregório de Nazianzeno, Basílio O GRANDE, Gregório Nisseno... É comum a afirmação de que o Cristianismo primitivo sofreu influências de vários setores da Filosofia Grega - de Platão, de Aristóteles, dos epicuristas e dos estóicos - sem que se determine claramente a amplitude e os limites de tais influências. Também é comum dizer-se que os filósofos convertidos ao Cristianismo buscaram dar à doutrina cristã um status filosófico, mas sem o cuidado de salientar as fontes das quais se serviram ou sem analisar os conceitos dos quais se apropriaram... Foram vários autores que se ocuparam dessa tarefa: Justino, Tertuliano, Clemente de Alexandria, Orígenes, Gregório de Nazianzeno, Basílio O GRANDE, Gregório Nisseno...JustinoTertuliano Clemente de AlexandriaOrígenesBasílioJustinoTertuliano Clemente de AlexandriaOrígenesBasílio

5 Divisão didática Divisão didática A Patrística divide-se geralmente em três períodos: A Patrística divide-se geralmente em três períodos: até o ano 200 dedicou-se à defesa do Cristianismo contra seus adversários (padres apologistas, como São Justino Mártir, etc.). até o ano 200 dedicou-se à defesa do Cristianismo contra seus adversários (padres apologistas, como São Justino Mártir, etc.).200São Justino Mártir200São Justino Mártir

6 Até o ano 450 é o período em que surgem os primeiros grandes sistemas de filosofia cristã (Santo Agostinho, Clemente Alexandrino, etc.). Até o ano 450 é o período em que surgem os primeiros grandes sistemas de filosofia cristã (Santo Agostinho, Clemente Alexandrino, etc.).450Santo AgostinhoClemente Alexandrino450Santo AgostinhoClemente Alexandrino

7 Até o século VIII reelaboram-se as doutrinas já formuladas e de cunho original (Boécio, etc.). Até o século VIII reelaboram-se as doutrinas já formuladas e de cunho original (Boécio, etc.).século VIIIBoécioséculo VIIIBoécio

8 Esta divisão da Literatura Patrística em três períodos é geralmente feita, mais didaticamente, da seguinte forma: Esta divisão da Literatura Patrística em três períodos é geralmente feita, mais didaticamente, da seguinte forma: Período ante-niceno; Período ante-niceno; Período niceno; Período niceno; Período pós-niceno. Período pós-niceno.


Carregar ppt "Trabalho de Filosofia Trabalho de Filosofia Alunas: Allana, Daiane, Letícia Moreira e Luana. Alunas: Allana, Daiane, Letícia Moreira e Luana. N° : 01,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google