A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FASES DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL. DOENÇAS EMPRESARIAIS ECONÔMICAS - Retorno nulo ou irrisório sobre o capital investido - Retorno baixo sobre o.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FASES DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL. DOENÇAS EMPRESARIAIS ECONÔMICAS - Retorno nulo ou irrisório sobre o capital investido - Retorno baixo sobre o."— Transcrição da apresentação:

1 FASES DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL

2

3 DOENÇAS EMPRESARIAIS ECONÔMICAS - Retorno nulo ou irrisório sobre o capital investido - Retorno baixo sobre o ativo total FINANCEIRAS - Despesas financeiras elevadas - Alta necessidade de capital de giro - Alta influência de capital de terceiros

4 DOENÇAS EMPRESARIAIS TÉCNICAS - Alto nível de reclamações e devoluções de clientes - Alta dependência tecnológica externa MERCADOLÓGICAS - Processo de distribuição inadequado - Preços inadequados - Falta de competitividade - Baixo retorno das campanhas promocionais

5 DOENÇAS EMPRESARIAIS ADMINISTRATIVAS - Inadequada utilização dos recursos disponíveis - Trabalhos repetidos COMPORTAMENTAIS - Falta de motivação - Baixo nível de coesão - Alto nível de atritos - Alto nível de rejeição a mudança

6 PROCESSO DA ANÁLISE ORGANIZACIONAL

7

8 CONDIÇÕES ÓTIMAS PARA A REALIZAÇÃO DA ANÁLISE ADMINISTRATIVA o apoio da administração estratégica, inclusive definindo as diretrizes gerais do projeto de mudança; possuir a equipe de trabalho responsável pelo projeto uma perspectiva global da empresa; procurar, no planejamento da solução dos problemas, a integração das necessidades individuais e organizacionais; considerar a organização um sistema aberto, necessitando, portanto, de compatibilização não só com o meio ambiente externo, mas também dos diversos e diferenciados subsistemas internos.

9 DIFICULDADES BÁSICAS A SEREM SUPERADAS estabelecer contatos iniciais da equipe com os responsáveis pela organização e/ou unidade organizacional diretamente envolvida, permitindo uma identificação preliminar da situação- problema; dar informações à equipe diretamente envolvida no processo, expondo as razões da intervenção e dos possíveis objetivos visados; estruturar o processo de forma a possibilitar a participação da força de trabalho no andamento do projeto, através de reuniões, seminários de treinamento, entrevistas, questionários e outros recursos análogos; emitir relatórios periódicos, sempre que oportuno e conveniente, noticiando o andamento dos trabalhos.

10 Administração tem um problema com dois braços: Um é: Como se toma toda a energia humana e a canaliza em direção à missão da organização. O outro é como se organiza o trabalho, os padrões de comunicação, a tomada de decisão, as normas e valores, as regras básicas, de modo que as necessidades dos indivíduos, de realização, satisfação e coisas semelhantes, sejam encontradas de maneira significativa no local de trabalho. A questão é como administrar o dilema e não como administrar um dos braços dos problemas. O desenvolvimento organizacional tenta totalizar e organizar a interação entre ambos os braços Richard Beckhard

11 O DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

12 DESENVOVIMENTO ORGANIZACIONAL Conceito É um processo sistemático, administrado e planejado de mudança de cultura, sistema e comportamento de uma organização, visando melhorar a eficácia da organização na solução dos problemas e no alcance dos seus objetivos

13 O MODELO DO DES.ORG Diagnostico é a avaliação da situação e a descrição de uma adequada estratégia de mudança. Nesta fase a Alta administração deve definir quem realiza o estudo e quais as áreas a serem estudadas. Intervenção é uma tentativa sistemática de correção de uma deficiência organizacional, apontada no diagnostico. Acompanhamento é a avaliação dos resultados – Comparação com os objetivos propostos, comparação com a situação anterior, avaliação dos participantes do processo. Feedback é o fluxo de informações – relevante, compreensível, descritivo, verificável, limitado, controlável, comparativo e permanente.

14 ICEBERG ORGANIZACIONAL Objetivos, Políticas, Normas, Comunicação, Estrutura e desempenho Opiniões, valores, sentimentos, Poder relações informais, conflitos, problemas comportamentais.

15 TECNICAS DE LEVANTAMENTO Levantamento de registros Entrevistas Questionamentos Observação Direta

16 CAUSAS DE RESISTÊNCIA À MUDANÇA -Egoísmo provinciano – medo de perder o poder -Má compreensão – boatos -Baixa tolerância – ameaça - Avaliações diferentes – analisem especificas, setoriais.

17 ESTRATÉGIAS PARA RESISTENCIA Educação e Comunicação Participação e Envolvimento Negociação Coerção – prazo curto

18 A CULTURA ORGANIZACIONAL

19 Heróis Pessoas que transmitem os valores centrais (presentes ou passados) Ritos e rituais Celebrações e eventos enfatizando os valores centrais Símbolos Linguagem e formas que conduzem aos valores centrais Estórias Contos sobre fatos que conduzem aos valores centrais VALORES Crenças sobre o modo certo de comportamento NÚCLEO DA CULTURA

20 CONCLUSÃO As mudanças só serão permanentes, duradouras e profundas se atingirem a cultura da organização.


Carregar ppt "FASES DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL. DOENÇAS EMPRESARIAIS ECONÔMICAS - Retorno nulo ou irrisório sobre o capital investido - Retorno baixo sobre o."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google