A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida CONTEÚDO 02GESTAÇÃO Aspectos Fisiológicos e Nutricionais

2 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Período de 40 semanas; 3 Trimestres; 1º Trimestre: Intensa divisão celular Grandes modificações biológicas; Saúde do embrião = Condição nutricional pré-gestacional da mãe (energia, minerais, vitaminas) Enjôos, vômitos… Não prejudicam o feto.

3 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida 2º e 3º Trimestre: Influência direta do meio externo na condição nutricional do feto; Ganho de peso gestacional, ingestão de energia e nutrientes = condição nutricional do feto Hábitos de vida e pré-natal = Consequências imediatas e futuras tanto para a mãe quanto para o feto; Ex: elevados níveis de ácidos graxos trans na alimentação da mãe inibem a produção de ômega-3 e ômega-6 no feto, importante para o SNC;

4 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Idade Gestacional Tipo de crescimentoVelocidade Peso médio do feto 1º Trimestre (12 sem) HiperplasiaLenta12ª sem (300g) 2º Trimestre (13 a 27 sem) Hiperplasia e hipertrofiaAcelerada27ª sem (1.000g) 3º Trimestre (>28 sem) HipertrofiaMáxima38ª sem (3.000g)

5 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida DM Gestacional? Normal Retardo de Crescimento

6 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Placenta: Órgão de alta complexidade metabólica; Esponjosa, oval, 15-17cm diâmetro, 450g na gestação à termo; Função: Transporte de oxigênio e nutrientes da mãe para o feto + Excreção de produtos origiários do metabolismo fetal + Produção de hormônios e substâncias necessárias ao crescimento e desenvolvimento do feto Ex: Produção de proteína semelhante a insulina nas primeiras 14 semanas.

7 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Hormônios e suas funções Gonadotrofina Coriônica Humana (HCG): Início da gravidez, enquanto a placenta não produz progesterona e estrógeno na qtd suficiente; Detectada no sangue 8 dia após a fecundação e em 15 dias na urina;

8 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Hormônios e suas funções Progesterona: Principal função: Relaxa a musculatura lisa do útero; Atua também na redução do motilidade do intestino e na reabsorção de água = tempo para absorção dos nutrientes, mas gera constipação; Também favorece a deposição de gordura; Aumenta a excreção de sódio; Reduz a PCO 2 arterial e alveolar; Interfere no metabolismo do ácido fólico; Participa da mamogênese;

9 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Hormônios e suas funções Metabolismo de ácido fólico: O folato dietético é convertido através de uma série de reações de redução para sua atuação como coenzima no fígado. Como a desativação dos hormônios progesterona e estrogênio também ocorre no fígado, antes de sua excreção, através de mecanismos semelhantes aos de ativação do folato, acredita-se que os altos níveis de esteróides podem interferir no metabolismo normal do ácido fólico. É descrito na literatura que algumas mulheres em uso de contraceptivos à base de esteróides desenvolvem deficiência de folato reforçando a possível interrelação entre esse nutriente e os hormônios esteróides.

10 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Hormônios e suas funções Estrógeno: Principal Função: Aumenta a elasticidade da parede uterina e do canal cervical; Também reduz as proteínas séricas; Afeta a função tireoidiana – Redução T4 (estímulo ao metabolismo basal); Interfere no metabolismo do ácido fólico; Participa da mamogênese.

11 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Hormônios e suas funções Hormônio Lactogênico Placentário: Principal Função: Antagoniza a ação da insulina por glicogenólise Quebra do Glicogênio e deposição na corrente sanguínea; Deposita proteínas nos tecidos; Inicia o processo de lactogênese nos alvéolos da glândula mamária.

12 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Hormônios e suas funções Insulina: Início da gravidez = resposta normal à glicose; Avanço da gravidez = qtd de insulina para transportar a mesma qtd de glicose; Redução do poder da insulina está associada à ação de hormônios antagonistas da insulina (progesterona, cortisol, prolactina e Hormônia Lactogênio Placentário); da glicemia justifica-se pela necessidade de manter na glicose na corrente sanguínea para que esta seja transferida para o feto. Glicemia de jejum na gestante é menor que o normal, mas a pós-prandial tende a ser mais alta.

13 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Hormônios e suas funções Tiroxina: Principal Função: Regula reações oxidativas envolvidas na produção de energia; Sofre ação da progesterona e estrógeno, que também interferem no Hormônio Estimulante da Tireóide; Progesterona = Hiperventilação = suprimento de oxigênio para produção de energia = menos sobrecarga à função da tireóide.

14 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas Parâmetros laboratoriais, plasmáticos e uriários apresentam-se alterados em relação às mulheres não- grávidas, principalmente nos 2 últimos trimestres; Os fatores fisiológicos que exercem maior força sobre estas alterações são: 50% na expansão do volume plasmático e 20% no conteúdo de hemoglobina; dos níveis dos hormônios estrogênio e progesterona;

15 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas O aumento no volume plasmático alcança pico por volta de 28 a 32 semanas de gestação; Qtd de eritrócitos e de hemoglobina aumenta 20%, com pico no parto; Como o do volume plasmático é maior que o dos eritrócitos e hemoglobina, há diluição fisiológica, que promove queda de cerca de 20% na Concentração de Hemoglobina e 15% no Hematócrito. Vol. Corpuscular Médio (VCM) e Concentração Média de Hemoglobina (HCM) = em gestantes não-anêmicas; Também há na concentração de outras proteínas e vitaminas hidrossolúveis;

16 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas 15% 45% 40% Hemoglobina

17 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas Redução de 15% no hematócrito: É o volume de todas as hemáceas de uma amostra em relação ao volume total desta amostra (hemáceas, leucócitos, plaquetas e plasma); Redução de 20% na Concentração de Hemoglobina Corpuscular Média (CHCM): É a concentração da hemoglobina dentra da hemácea;

18 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas Manutenção do Volume Corpuscular Média (VCM): É o índice para observação do volume da hemácea; Manutenção da Hemoglobina Corpuscular Média (HCM): É o índice que determina o peso da hemoglobina na hemácea;

19 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas Redução de albumina = acúmulo de água extracelular edema; Redução de vitaminas hidrossolúveis = dificuldade em determinar uma ingestão adequada; Vitaminas lipossolúveis, triglicerídeos, colesterol e ácidos graxos livres;

20 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas Intensa circulação placentária = de 30 a 40% do débito cardíaco (volume bombeado pelo coração em 1 minuto); do tamanho cardíaco em 12%; Pressão Diastólica reduz nos 2 primeiros trimestres em função da vasodilatação periférica; do útero = da pressão sobre a veia cava inferior = edema de extremidades inferiores; do retorno sanguíneo para o coração = edema de extremidades inferiores;

21 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas Aumento de peso da gestante + maior demanda de oxigênio + maior produção hormonal = metabolismo basal, que no final da gestação está 15 a 20% maior; pressão no estômago pelo útero + relaxamento do esfíncter esofágico inferior = regurgitação e refluxo gástrico; Ajustes no metabolismo de carboidratos, lipídios e proteínas suprir necessidades do feto;

22 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas Energia necessária para o feto: 50 a 70% CHO, 20% PTN e 10 a 30% LIP; Glicemia materna = utilização de triglicerídeos acúmulo no final da gravidez (subescapular e coxa); Progesterona e Estrogênio sensibilidade e vascularização dos centros respiratórios = hiperventilação (necessária para suprir o de 20% nas necessidades de O 2 ; No final da gestação a respiração torácia substitui a respiração abdominal = diafragma movimenta-se + vezes;

23 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Adaptações Fisiológicas da albumina sérica = da filtração glomerular (50%) + da passagem do sangue pelos rins = Facilidade na excreção de creatinina, uréia e ácido úrico (produtos do metabolismo protéico fetal e materno); Volume urinário não sofre alteração; Alterações hormonais interferem no paladar e olfato = da sensibilidade ao sal; capacidade olfativa = hiperemese, náuseas e vômitos; Qual a vantagem de sentir menos gosto de sal e sentir mais os sabores amargos?


Carregar ppt "Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição nos Ciclos da Vida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google