A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESCOLA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS EDUCADORES DE MINAS GERAIS MAGISTRA A ESCOLA DA ESCOLA Inaugurada em 02 de fevereiro de 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESCOLA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS EDUCADORES DE MINAS GERAIS MAGISTRA A ESCOLA DA ESCOLA Inaugurada em 02 de fevereiro de 2012."— Transcrição da apresentação:

1 ESCOLA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS EDUCADORES DE MINAS GERAIS MAGISTRA A ESCOLA DA ESCOLA Inaugurada em 02 de fevereiro de 2012

2 QUESTÕES DILEMAS SUPOSIÇÕES POLARIDADES EIXOS E MARCOS TEÓRICOS PRIMEIRAS APROXIMAÇÕES TEMPESTADE DE IDÉIAS

3 A Escola Pública está conseguindo garantir os seus princípios fundamentais de inclusão social e direito à educação de qualidade? Os processos de avaliação têm permitido aos professores construir processos de ensino mais efetivos? Os gestores e a comunidade escolar têm conseguido motivar os alunos, mediar conflitos e conter atos de indisciplina? QUESTÕES

4 DILEMAS Qual a defasagem existente entre o que a escola ensina e o que ela deveria ensinar? O que vem sendo ensinado corresponde às demandas sociais, às necessidades para o exercício da cidadania? É fundamental avaliar o que as escolas estão fazendo ou avaliar o que elas deveriam fazer porque a sociedade necessita? O projeto atual de Escola Pública tem valor de sobrevivência?

5 DIZEM QUE EXISTE ATUALMENTE... uma crise do papel socializador da escola, já que ela concorre com outras instâncias de socialização como a mídia, o mercado cultural e o consumo de produtos e de conhecimentos; a separação entre a cultura juvenil e a cultura acadêmica com visíveis consequências na vida da escola e no trabalho dos educadores; a recusa dos jovens aos valores convencionais como o esforço, estudo, trabalho pessoal, sacrifício, persistência, perseverança. O QUE SUSTENTA O LUGAR SOCIAL DA ESCOLA ATRAVÉS DOS TEMPOS? SERÁ ?

6 POLARIDADES Quantidade ou Qualidade? Escola para o conhecimento ou escola para o acolhimento? Ensinar para adequar-se ao mercado de trabalho e para a competitividade ou educar para uma formação cidadã, participativa e crítica? Essas polaridades dificultam a construção de um projeto nacional de educação pública e confundem a definição dos objetivos e funções da escola pública.

7 Promover a apropriação do saber historicamente produzido? Formar sujeitos para lidar com idéias e refletir sobre a importância de se informar cada vez mais? 1. 2. Desenvolver práticas e conteúdos em diferentes áreas: linguagens matemáticas, artes, ciências e esportes? 3. Formar para a cidadania e zelar pela formação integral do sujeito? 4. Qual o papel da escola básica numa sociedade moderna e democrática?

8 ESCOLA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS EDUCADORES MAGISTRA - A ESCOLA DA ESCOLA -

9 Potencializar processos de formação, por meio da criação, pesquisa, divulgação, avaliação, reflexão e experimentação de boas práticas de gestão e interação pedagógica, objetivando melhorar o desempenho educacional das escolas, dos educadores de modo geral e, consequentemente, dos estudantes mineiros. Missão

10 INTEGRAÇÃOARTICULAÇÃOCONVERGÊNCIADIÁLOGOEXPERIMENTAÇÃOINOVAÇÃO ENTRE NÍVEIS, SISTEMAS, MODALIDADES DE ENSINO, ÁREAS DE CONHECIMENTO E LINGUAGENS MULTIMIDIÁTICAS De idéias Boas práticas Propostas Projetos Educacionais Perspectiva colaborativa de produção de conhecimentos, com sustentabilidade e compromisso social – formação de comunidades de aprendizagem da prática Qual o sentido da escola?

11  Contribuir para a melhoria da educação no Estado de Minas Gerais vislumbrando as necessidades e perspectivas dos novos tempos;  Promover ações que levem ao desenvolvimento profissional e cultural dos educadores, gestores e trabalhadores da educação;  Contribuir para a formação dos professores para ensinarem mais e melhor num mundo transformado pela tecnologia, interatividade e redes virtuais de informação Finalidades

12  Professores da educação básica das Redes Públicas de Ensino de Minas Gerais – estadual e municipal - de todas as áreas do conhecimento e níveis de ensino;  Diretores das escolas, supervisores pedagógicos, orientadores educacionais, inspetores, superintendentes, técnicos e analistas em educação e demais gestores do sistema;  Bibliotecários, secretários de escola e demais servidores de apoio pedagógico e de serviços nas unidades do sistema.  Estudantes dos cursos de Pedagogia e Licenciaturas das Instituições da Rede Mineira de Formação de Educadores. Público Alvo

13 PROMOVER AÇÕES EM ESCALA - para atender os 160 mil profissionais da educação e as 3.779 escolas. MOTIVAR O PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO A PARTICIPAR DAS AÇÕES DE FORMAÇÃO CRIAR IDENTIDADE PROFISSIONAL E O SENTIMENTO DE PERTENCIMENTO A UMA COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM Desafios da Escola

14  A Escola de Formação tem como foco o educador como sujeito – em sua dimensão pessoal, profissional, cultural e ética.  Considera-se EDUCADOR os atores envolvidos no processo educativo escolar.  MAGISTRA – a escola da escola – deve se transformar no espaço do educador, devendo acolhê- lo numa rede de pertencimentos por meio da adesão aos processos de formação, articulados e em rede. Serão formadas comunidades de aprendizagem e grupos de discussão para reflexão, análise da prática e construção de novas práticas. Considerações

15 A MAGISTRA tem por meta se constituir numa instância capaz de coordenar, disseminar e induzir políticas de formação de educadores em rede, articulando instituições formadoras, órgãos de pesquisa, as SREs, demais órgãos da SEE, atingindo todas as Redes Públicas de Ensino no Estado de Minas Gerais. A MAGISTRA NÃO PRETENDE SUBSTITUIR AS INSTITUIÇÕES FORMADORAS REGULARES, COMO AS UNIVERSIDADES, CENTROS UNIVERSITÁRIOS OU FACULDADES ISOLADAS. Papel

16  Centro Universitário de Belo Horizonte – UNI-BH;  Centro Universitário do Leste de Minas Gerais - UNILESTE;  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro – IFTM;  Minas Gerais Educação S/A - UNA;  Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC-MG;  Universidade de Uberaba - UNIUBE;  Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG;  Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES;  Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL;  Universidade Federal de Itajubá - UFI;  Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF;  Universidade Federal de Lavras - UFLA;  Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG;  Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP;  Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM;  Universidade Federal de Uberlândia - UFU;  Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM;  Universidade Vale do Rio Doce - UNIVALE;  Universidade Vale do Rio Verde de Três Corações - UNINCOR. Rede Mineira de Formação de Educadores, constituída para dar suporte às ações de formação da MAGISTRA

17 REPRESENTAÇÃO DO MODELO DE FORMAÇÃO DA MAGISTRA

18 1.O conhecimento; 2.Identidade profissional; 3.A Didática; 4.O trabalho em equipe; 5.O compromisso social. Eixos centrais de formação

19 EIXOS CENTRAIS DE FORMAÇÃO AÇÕES ESTRUTURANTES AÇÕES ESPECÍFICAS (CURSOS, OFICINAS, PALESTRAS) AÇÕES ARTICULADAS EM CONTEXTO COMPETÊNCIAS E OBJETIVOS Áreas do conhecimento Integração de áreas do conhecimento Família, escola socieda- des Gestão escolar Percursos de formação

20

21 Presencial - direta e/ou descentralizada Distância – centralizada e descentralizada, por meio da Plataforma Virtual A Escola de Formação implementará ações diversas, com o apoio da Rede Mineira de Formação de Educadores de Minas Gerais, por meio dos projetos que intercalam ações de cunho presencial e a distância. Os eixos centrais de formação constroem a tessitura de toda ação educativa da escola e as quatro categorias básicas auxiliam na organização dos percursos formativos de modo a atingir a diversidade de questões presentes na realidade prática. Cada programa delineado está focado em objetivos diferentes e o seu conjunto permite abraçar toda a complexidade que a formação de um educador exige – daí a representação do átomo. Formatos

22

23 O eixo central deste programa é a construção de percursos de formação articulados. CURSO : Tópicos Especiais em Formação de Professores DISCIPLINAS DE 30 HORAS: UNIDADES DE CURSO CATEGORIAS: áreas específicas do conhecimento, temas transversais, gestão educacional (escolar e da sala de aula) relação família-escola-sociedade e outros AÇÕES ARTICULADAS EM CONTEXTO - vinculadas às primeiras favorecendo a aplicabilidade do conhecimento. O conjunto de unidades de curso apresentadas pelas IES será postado na plataforma virtual de aprendizagem da MAGISTRA. PROGRAMA OFERTA LIVRE DE CURSOS

24 Objetivos: - Instituir a MAGISTRA como um espaço de referência para o conhecimento e a formação dos educadores por meio da articulação entre profissionais da equipe da sede, profissionais da escola, pesquisadores das universidades e representantes das políticas públicas; - Favorecer o debate crítico e fundamentado das questões vividas no interior da Educação Básica realizado por pesquisadores e representantes das políticas públicas ; - Divulgar o conhecimento produzido pelas pesquisas no campo da Educação Básica, favorecendo o estudo e novos debates para a constituição de ações práticas pertinentes ao contexto da escola. Rodas de Conversa

25 TEMAS:  Formação de Professores – políticas, eixos fundamentais, necessidades e demandas;  Formação do gestor escolar e coordenador pedagógico: políticas, eixos fundamentais, necessidades e demandas;  Gestão escolar;  Educação Infantil;  Educação nos anos iniciais do ensino fundamental;  Educação nos anos finais do ensino fundamental;  Didática e desenvolvimento profissional: planejamento e avaliação;  Educação em espaços não escolares;  Educação Indígena;  Educação do Campo e Quilombolas;  Educação de pessoas com deficiência, altas habilidades e condutas típicas;  Educação ambiental;  Educação em ciências;  Educação e Arte – teatro, música, artes visuais, multimídea;  Educação e cultura;  A relação escola, família e comunidade;  Relações raciais e educação;  Ensino de ( diferentes áreas do conhecimento escolar);  Educação de jovens e adultos;  Ensino Médio;  Educação e ensino técnico e profissional; Rodas de Conversa

26 Objetivos:  Favorecer o desenvolvimento profissional por meio do conhecimento de novas realidades.  Permitir a socialização de práticas concretas, o intercâmbio de idéias e propostas e o estímulo à criação de novas práticas.  Favorecer a articulação entre os educadores das diferentes Redes Públicas e a constituição de grupos colaborativos.  Incentivar a produção de conhecimento, por meio do registro e da reflexão contextualizada a partir da elaboração de relatórios. MOBILIDADE DO PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO Ação estruturante

27 Objetivos:  Socializar trabalhos realizados pelos educadores nas escolas e órgãos da SEE que se destacam como Boas Práticas  Instituir espaços de divulgação e disseminação de trabalhos e resultados entre os profissionais da Educação Básica.  Favorecer a articulação entre os educadores da Rede de Educação Básica, incentivando-os a registrarem suas práticas e a se constituírem como grupos colaborativos. CONGRESSOS DE BOAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS Ação estruturante

28 Objetivos: Construir um novo conceito para o espaço das bibliotecas escolares. Desenvolver programas específicos para o uso dos laboratórios de informática existentes na escola. Apoiar as atividades de ensino das escolas. Participar da capacitação dos professores no uso das tecnologias de informação. Criar um repertório de práticas pedagógicas inovadoras que possam dar suporte às atividades cotidianas da escola. REDE DE BIBLIOTECAS/ ESPAÇOS ESCOLARES DO CONHECIMENTO Ação estruturante

29 Centro de Referência Virtual do Professor O Centro de Referência Virtual do Professor (CRV) é um portal educacional com recursos destinados a apoiar o professor, na organização, planejamento, execução e avaliação das atividades de ensino, assim como no seu desenvolvimento profissional. Na MAGISTRA: Promover ações que fomentem a implementação do Currículo Básico Comum - CBC, por meio da disponibilização de Orientações Pedagógicas, Roteiros de Atividades, Fórum de Discussão, Sistema de Troca de Recursos Educacionais e outros recursos didáticos, visando a viabilização e a consolidação da Escola de Formação, como instância formativa.

30 Museu da Escola de Minas Gerais  Tem como finalidade possibilitar aos educadores e ao público visitante uma retrospectiva história da educação em Minas Gerais, com enfoque na escola republicana, retratando o trabalho docente, a relação professor-aluno e as fontes materiais e orais que revelam aspectos da pedagogia, a partir do final do século XIX até os dias atuais. Foi incorporado à Escola de Formação por meio da Resolução SEE nº 1847, de 03 de maio de 2011, denominado a partir de 02 de fevereiro de 2012 de MUSEU DA ESCOLA ANA MARIA CASASANTA PEIXOTO

31 Museu da Escola Ana Maria Casasanta Peixoto

32 Museu Pedagógico e Laboratório Leopoldo Cathoud É um importante espaço pedagógico criado oficialmente em 1946. Seu acervo era constituído de mais de 5.000 peças que abrangiam equipamentos de física, química, astronomia, amostras mineralógicas, zoológicas, botânicas e paleontológicas. Recentemente, foi incorporado à Magistra e uma equipe da Escola de Formação está responsável pela sua recuperação e elaboração de um projeto especial de formação em metodologias de Ensino de Ciências.

33 Biblioteca Bartolomeu Campos Queirós A Biblioteca do Professor foi criada em 1994, numa ampla proposta de formação continuada para os professores da rede pública do estado de Minas Gerais. Possui um acervo aproximado de 50 mil títulos, incluindo obras de referência para a educação brasileira, entre elas, obras raras, literatura, memória didática e memória técnica da Secretaria de Educação de MG e memória técnica do Centro Regional de Pesquisas Educacionais – INEP/MEC. Dispõe também de mapotecas, uma videoteca com mais de 4 mil vídeos contemplando todos os campos do conhecimento e banco de textos, teses, dissertações e monografias. Foi incorporada a Escola de Formação por meio da Resolução SEE nº 1847, de 03 de maio de 2011.

34 A Biblioteca na Escola de Formação

35 MAGISTRA A escola da escola Contatos – (31) 3379 8578 escoladeformacao@educacao.mg.gov.br


Carregar ppt "ESCOLA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOS EDUCADORES DE MINAS GERAIS MAGISTRA A ESCOLA DA ESCOLA Inaugurada em 02 de fevereiro de 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google