A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FASES DO DESENVOLVIMENTO MOTOR Modelo de Gallahue.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FASES DO DESENVOLVIMENTO MOTOR Modelo de Gallahue."— Transcrição da apresentação:

1 FASES DO DESENVOLVIMENTO MOTOR Modelo de Gallahue

2 Desenvolvimento Motor Infância (0 a 2 anos)

3 CRESCIMENTO INFANTIL Após o nascimento ocorre o maior crescimento no ser humano AO NASCER: ser pequeno, sem defesa e relativamente sedentário. AOS 2 ANOS: ser maior, autônomo e ativo.

4 O crescimento físico Desenvolvimento Motor O crescimento físico do Bebê apresenta influências sobre o seu Desenvolvimento Motor: O tamanho da cabeça influencia nas habilidades de equilíbrio; O tamanho das mãos influencia no modo de contato com objetos de diferentes tamanhos ; O desenvolvimento da força promove o aparecimento da locomoção.

5 PERÍODO NEO-NATAL PERÍODO NEO-NATAL ( Do nascimento ao primeiro mês ) RECÉM-NASCIDO : de 48 a 53cm, com a cabeça representado ¼ desse comprimento (dificulta o equilíbrio). As variações do peso do recém-nascido pode ser influenciada por fatores ambientais e hereditários. O peso ao nascer está relacionado ao estado Sócio-econômico e Nutricional da mãe. O crescimento ideal requer Saúde, Nutrição Apropriada e Ambiente Estimulante. CONTUDO, bebês de baixo peso e pequenos para a idade, tendem a alcançar os níveis de sua faixa etária, se as deficiências não forem demasiadamente graves e se as estratégias de intervenções corretivas tenham sido implantadas

6 Se um bebê for moderadamente mal nutrido ou doente, o ritmo de crescimento vai diminuir e, então, com dieta adequada ou o sumiço da doença, acelerará alcançar sua trajetória desenvolvimentista normal. Embora a trajetória aproxime-se da curva normal, crianças com baixo peso ao nascer permanecem de algum modo menores do que crianças com termo total ao longo da vida. (Tanner, 1978) FLUTUAÇÃO AUTO REGULADORA: a mínima interrupção do ritmo normal do crescimento é compensada por processo ainda inexplicável que torna a criança capaz de alcançar seus companheiros da mesma idade. (GALLAHUE E OZMUN – 2005)

7 INÍCIO DA INFÂNCIA (De quatro meses até 1 ano) O crescimento é mais rápido do que qualquer outro período (1º estirão). No 1º ano há rápidos ganhos de peso e comprimento. Nos primeiros seis meses, o crescimento é principalmente um processo de “preenchimento” – a aparência enrugada muda para rechonchuda. O peso no 5º mês já é o dobro em relação ao nascimento, quase o triplo no 1º ano e o quádruplo aos 2,5 anos de idade. O comprimento aumenta para cerca de 76 cm no 1º ano.

8 INÍCIO DA INFÂNCIA (De quatro meses até 1 ano) No nascimento, a cabeça é grande em proporção ao resto do corpo, e continuará a crescer. É a ocasião em que o cérebro e o sistema nervoso estão se desenvolvendo rapidamente, sendo importante o fornecimento de nutrientes para um desenvolvimento mental normal. Apresenta músculos pouco desenvolvidos, gordura e esqueleto com alto percentual de cartilagem.

9 reflexos involuntários: Apresentam movimentos reflexos involuntários: (Fase Motora Reflexa) (Fase Motora Reflexa) dos 4 meses dentro do útero até a 1 ano de idade pós natal. Estágio de codificação de informações : Reunião primária de informações no córtex em desenvolvimento. Centros cerebrais inferiores são mais desenvolvidos que o centros cerebrais superiores. Estágio de decodificação de informações: Inibição dos centros cerebrais inferioresmaior controle movimentos. Estágio de decodificação de informações: Inibição dos centros cerebrais inferiores e maior controle do córtex sobre os movimentos.

10 Reflexos Primitivos de Sobrevivência: São movimentos involuntários que tem por objetivo a busca por alimentos e proteção. Moro: Proteção ( Movimentos do pescoço e sons). Sucção: Alimentação ( Pressão na boca). Preensão Palmar: Proteção ( pressão na palma da mão). Babinski: Proteção ( Pressão na planta do pé).

11 Reflexos Posturais: São movimentos involuntários com a função de preparar e adaptar o sistema neuromotor para o desenvolvimento das categorias de movimento de locomoção, manipulação e estabilização. Labiríntico/Visual: Manter a posição ereta. Amortecimento: Proteger de quedas Corretivo de pescoço: Corpo acompanha a cabeça. Caminhar/Engatinhar: Locomoção. Nadar: Locomoção.

12 Diagnóstico de Desordens no Sistema nervoso Reflexos ausentes ou desiguais podem indicar disfunções neurológicas, tais como: Completa ausência de reflexos.Completa ausência de reflexos. Reações muito fortes ou muito fracas.Reações muito fortes ou muito fracas. Reflexo além dos 12 meses pós natal no qual deveria ter sido inibido.Reflexo além dos 12 meses pós natal no qual deveria ter sido inibido.

13 INFÂNCIA POSTERIOR (DE UM A DOIS ANOS) O crescimento durante o segundo ano de vida diminui. (86cm-meninas e 89cm-meninos) O peso (triplicado no 1º ano) chega a quatro vezes no 2º ano (12kg p/ meninas e 12,7kg p/ meninos). O aumento no tamanho das partes do corpo é desigual. O crescimento da cabeça torna-se lento da infância em diante, o tronco em ritmo moderado, dos membros acelerado, e o das mãos e pés mais rápido ainda. Portanto, da infância à puberdade, a maior quantidade de crescimento acontece nas porções distais dos membros.

14 Período da infância posterior (12º a 24º mês) rudimentares (Fase Motora Rudimentar) pré-controle maior. Representa um período de prática e domínio das muitas tarefas rudimentares iniciadas no primeiro ano (Fase Motora Rudimentar). O bebê começa a controlar os seus movimentos nesse estágio de inibições dos reflexos e um pré-controle maior.

15 Pré-controle No estágio de Pré-controle o bebê começa a obter maior controle e precisão no movimento. A integração dos processos sensoriais e motor tornam-se mais altamente desenvolvidos. habilidades motoras rudimentares O bebê deve ser incentivado a fazer tentativas objetivas mesmo rudimentares em realizar inúmeras tarefas motoras. Um ambiente que forneça estímulos suficientes através de oportunidades motoras pode ser benéfico, pois acelera o desenvolvimento das habilidades motoras rudimentares (estabilizadoras, locomotoras e manipulativas).

16 No período do 12º ao 15º meses o bebê: Anda com orientação Anda sozinho (com as mãos para o alto) Anda sozinho (com as mãos abaixadas) Soltura básica das mãos (Rudimentar)

17 No período do 15º ao 24º meses o bebê: Anda com controle crescente na coordenação Movimentações acíclicas (anda, para, abaixa, senta, levanta e anda). Soltura controlada nas mãos (18º mês)

18 Evolução de Movimentos Dorsal, lateral, ventral, rastejar, engatinhar, sentar, ajoelhado c/apoio, ajoelhado, em pé com apoio, em pé com a retirada do apoio e andar. Seqüência de aquisição das habilidades motoras estabilizadoras Características do primeiro ano de vida da criança: Controle da cabeça, controle do tronco, controle do quadril e ficar em pé.

19 Desenvolvimento motor Infância (2 a 10 anos)

20 INFÂNCIA (Dos 2 aos 10 anos) Dos 2 aos 9 anos, a média anual de ganho de peso é de aproximadamente 2,270 Kg O ganho médio de altura é cerca de 3,8 a 5 cm por ano até a adolescência. A composição corporal muda durante a infância: A- A gordura do bebê desaparece, B- Os músculos aumentam, C- Os ossos calcificam-se.

21 INFÂNCIA (Dos 2 aos 10 anos) As proporções corporais também se tornam semelhantes à forma adulta, assim como o alongamento das pernas a uma velocidade rápida, enquanto que o crescimento da cabeça diminui. A coordenação motora progride velozmente, tal como o desenvolvimento intelectual.

22 À medida que as crianças aproximam-se do seu segundo aniversário, alterações notáveis podem ser observadas. (Fase Motora Fundamental) Elas já dominam as habilidades motoras rudimentares desenvolvidas na infância posterior. Essas habilidades motoras formam a base sobre a qual cada criança desenvolve ou refina padrões motores (Fase Motora Fundamental).

23 Locomoção Nesta fase a Locomoção não é mais básica (limite do berço, cercadinho) são capazes de explorar os potenciais motores do corpo, à medida que tem possíveis de um novo espaço proporcionado. Estabilização: Estabilização: não mantêm uma luta contra a força da gravidade, desenvolvimento crescente do controle através do aumento da musculatura. Manipulação: Manipulação: Não precisa mais se contentar com os atos rudimentares e ineficientes de alcançar, segurar e soltar peculiares a primeira infância. Estão desenvolvendo rapidamente a habilidade de fazer contato controlado e preciso com os objetos do seu ambiente.

24 Fase dos Movimentos Fundamentais INICIAL, ELEMENTAR E MADURO A Fase dos Movimentos Fundamentais é possuidora de três estágios separados, mas sobrepostos: INICIAL, ELEMENTAR E MADURO

25 Estágio Inicial (crianças com 2 anos) Representado pelas primeiras tentativas com objetivo de desempenhar uma habilidade fundamental (crianças com 2 anos). O movimento é caracterizado por elementos que faltam ou que apresentam uma seqüência imprópria, marcados pelo uso limitado ou exagerado do corpo e coordenação deficiente.

26 Estágio Elementar (crianças de 3 ou 4 anos) Representado com maior controle e melhor coordenação rítmica dos movimentos. Aprimoramento dos elementos temporais e espaciais. Os padrões de movimento neste estágio são ainda geralmente restritos ou exagerados, embora mais bem elaborados (crianças de 3 ou 4 anos). Muitas crianças e indivíduos adultos, não vão além do estágio elementar em muitos padrões de movimentos.

27 Estágio Maduro 5 ou 6 anos de idade É caracterizado por desempenhos mecanicamente eficientes, coordenados e controlados. A aquisição de habilidades motoras fundamentais sugere que as crianças podem e devem atingir o estágio maduro aos 5 ou 6 anos de idade.

28 Fase dos Movimentos Especializados As habilidades motoras especializadas são resultados da fase de movimentos fundamentais. O movimento torna-se uma ferramenta aplicada às atividades motoras complexas presentes na vida diária, na recreação e nos objetivos esportivos. Combinações e elaborações refinadas dos movimentos locomotores, estabilizadores e manipulativos para o uso de situações crescentemente exigentes.

29 Fase de Movimentos Especializados A Fase de Movimentos Especializados é possuidora de três estágios: Estágio Transitório Estágio de Aplicação Estágio de Utilização Permanente

30 Estágio Transitório 7 ou 8 anos transitório No período dos 7 ou 8 anos de idade as crianças entram em um estado transitório combinando e aplicando habilidades motoras fundamentais ao desempenho de habilidades especializadas nos esportes e em ambientes recreacionais. As habilidades transitórias são padrões de movimentos fundamentais em formas mais específicas e mais complexas. O objetivo dos pais e professores deve ser o de ajudar as crianças a aumentar o controle motor e a competência em inúmeras atividades.

31 Estágio de Aplicação 11 aos 13 anos (individuais, da tarefa e ambientais) Aproximadamente dos 11 aos 13 anos, mudanças na sofisticação cognitiva crescente e certa base ampliada de experiências de fatores (individuais, da tarefa e ambientais) tornam o indivíduo capaz de tomar numerosas decisões a favor ou contra sua participação em certas atividades que aumentam a probabilidade de obter satisfação e sucesso.

32 Estágio de Utilização Permanente 14 anos Começa por volta dos 14 anos e continua por toda a vida adulta, representa o auge do processo de desenvolvimento motor de todos os estágios e fases precedentes. Caracterizadas pelo uso de movimentos adquiridos pelo indivíduo por toda a vida e aplicados nas atividades cotidianas e esportivas.

33 Adolescência (10 anos em diante) Desenvolvimento motor

34 Adolescência é uma etapa intermediária do desenvolvimento humano, entre a infância e a fase adulta. Este período é marcado por diversas transformações corporais, hormonais e até mesmo comportamentais. Ao componente biológico das transformações características da adolescência dá-se o nome de puberdade. A puberdade não é, portanto, sinônimo de adolescência, mas uma parte desta etapa, compreendendo o período desde o aparecimento dos caracteres sexuais secundários (broto mamário, aumento do testículo e/ou desenvolvimento de pêlos pubianos), até o completo desenvolvimento físico e parada de crescimento.

35 A idade de início da puberdade apresenta ampla variação individual, ocorrendo no sexo feminino mais freqüentemente entre 10 e 13 anos e no sexo masculino entre 12 e 14 anos de idade. A evidência mais marcante na adolescência é apresentada no aumento do peso e altura e na maturação sexual.

36 PUBERDADE Ocorre o 2º período mais rápido de crescimento – 2º estirão - (meninas – 10,5 aos 13 anos meninos – 13 a 16 anos). As meninas crescem cerca de 7,6cm por ano e os meninos 10cm. Dos 13 aos 16 as meninas continuam a crescer em menor velocidade. Em contraste, a taxa de crescimento dos meninos declina com menos rapidez, eles continuarão a crescer até o final da adolescência.

37 PUBERDADE O estirão O estirão ocorre em todas as direções; no comprimento e peso dos ossos, na massa muscular, na deposição da gordura corporal, no alargamento dos ombros dos meninos e quadril das meninas, além dos órgãos genitais. Mãos e pés crescem primeiro, seguidos dos quadris, tórax e ombros. Aumento da altura devido ao crescimento dos ossos longos – fêmur e tíbia, ocorrendo até que as epífises ósseas se juntem ao final da puberdade. Quando os nutrientes são inadequados para permitirem um bom crescimento dos ossos longos, a baixa estatura pode ser encontrada.

38 PUBERDADE O estirão na adolescência pode ser diminuído pela limitação de nutrientes, especialmente proteínas. A associação de cálcio ao crescimento ósseo, normalmente aceita, precisa de proteína de boa qualidade para o crescimento ósseo antes que ocorra a calcificação. A idade biológica neste período faz uma avaliação mais fidedigna para o desenvolvimento e crescimento do que a idade cronológica.

39 Devemos parar de considerar as crianças como adultos em miniatura que podem ser programados em desempenhar atividades estressantes, fisiológicas e psicologicamente tão questionáveis como campeonatos oficiais. Os objetivos básicos da educação é tornar os indivíduos felizes e mais saudáveis, qualificando-os como membros efetivos da sociedade.


Carregar ppt "FASES DO DESENVOLVIMENTO MOTOR Modelo de Gallahue."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google