A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FACULDADE 7 DE SETEMBRO Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 Prof. Luiz Humberto R. S. Jr.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FACULDADE 7 DE SETEMBRO Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 Prof. Luiz Humberto R. S. Jr."— Transcrição da apresentação:

1 FACULDADE 7 DE SETEMBRO Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 Prof. Luiz Humberto R. S. Jr.

2 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP Imaginemos, para os próximos slides que usaremos o exemplo abaixo para o cálculo da necessidade de materiais, neste caso, para construção de uma lapiseira.

3 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP A partir do diagrama chamado estrutura do produto ou árvore do produto anterior, é possível identificar as necessidades brutas de materiais. Seguindo o exemplo, segue abaixo as necessidades brutas de materiais para um total de 1000 lapiseiras. Segundo a lógica do MRP, faltaria informar quando cada material estaria disponível. Vamos ver o tempo de obtenção após um levantamento feito pela empresa...

4 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP Com os tempos de obtenção em mão falta definir ainda: Quando fazer tais aquisições? É necessários estruturarmos em um modelo capaz de representar este cenário e atender ao questionamento de gestão da produção. Vamos ver como é este modelo.

5 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP

6 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP Considerando que estamos hipoteticamente na semana 10, e com base no modelo anterior, segue ao lado o conjunto de ações gerenciais que devem ser tomadas referente ao pedido de 1000 lapiseiras para entrega na semana 21:

7 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP Devemos estar atentos para considerar, com base nas decisões gerencias, a importância das previsões de venda, pois: 1.A concorrência pode oferecer prazos de entrega cada vez menores (menores que as 21 semanas que estamos oferecendo para lapiseiras); 2.Nem todas as ordens de compra serão atendidas de forma exata pelo fornecedor. Ex.: o pedido de 7kg de plástico ABS. Dessa forma, levando em conta as questões mencionadas, a consideração das quantidades em estoque, deduzindo-as das necessidades brutas calculadas, para então sugerir as ordens de compra e produção, chama-se explosão das necessidades líquidas. Vamos ver um exemplo, considerando uma parte da estrutura do produto lapiseira.

8 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP Levando em consideração o item LAPISEIRA P207 que tivéssemos como prever o futuro, determinamos a coluna ESTOQUE PROJETADO DISPONÍVEL NA SEMANA 20. Neste caso, podemos calcular os valores reais da coluna NECESSIDADE (LÍQUIDA) DE OBTENÇÃO EFETIVA.

9 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP Se pegarmos o item MIOLO da tabela anterior e fizéssemos o mesmo que com o item LAPISEIRA P207, teríamos:

10 Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 MRP Usando o modelo, para a parte da Estrutura do Produto Lapiseira que foi mostrada, temos: Necessidades de Ordens de Compra e Ordens de Produção projetadas, considerando as necessidades líquidas do processo!


Carregar ppt "FACULDADE 7 DE SETEMBRO Gestão e Tecnologia da Informação Extensão Continuada – FA7 Prof. Luiz Humberto R. S. Jr."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google