A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Currículo Participativo Disciplina: Currículo – Prof. Francisco Fialho Grupo: 3 – MAEDU - Exitus III - 2005 Ezildinha L. Batista Ourique Sueli Batista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Currículo Participativo Disciplina: Currículo – Prof. Francisco Fialho Grupo: 3 – MAEDU - Exitus III - 2005 Ezildinha L. Batista Ourique Sueli Batista."— Transcrição da apresentação:

1

2 O Currículo Participativo Disciplina: Currículo – Prof. Francisco Fialho Grupo: 3 – MAEDU - Exitus III Ezildinha L. Batista Ourique Sueli Batista Duarte Jacira Aparecida Pedrotti de Avila André Marchionatti Hoefling Baseado no trabalho dos Profs. Dante e Sandra Zita Tiné da UnB-Título: Currículo, escola e comunidade

3 Currículo Etimologia: Latim Curriculum Significado: Caminho a ser percorrido O Percurso: Alguns acham fácil, outros acham difícil; Alguns vão até o fim, outros não Terceiros inventam o próprio trajeto

4 Currículo Escolar São experiências temáticas planejadas tendo como meta o ensino-aprendizagem de elementos culturais escolhidos pela instituição. São experiências temáticas planejadas tendo como meta o ensino-aprendizagem de elementos culturais escolhidos pela instituição.

5 Currículo Extra-Escolar Também podemos chamá-lo de comunitário, o qual se baseia nas peculiaridades de cada localidade nos âmbitos nacional, estadual, local, etc. É feito através de uma interação da escola com a comunidade, sendo produzido com base no contexto social em que se vive, nos aspectos culturais, artísticos e morais. Também podemos chamá-lo de comunitário, o qual se baseia nas peculiaridades de cada localidade nos âmbitos nacional, estadual, local, etc. É feito através de uma interação da escola com a comunidade, sendo produzido com base no contexto social em que se vive, nos aspectos culturais, artísticos e morais.

6 O Papel dos Sujeitos Os sujeitos não podem ser vistos ora como sujeito escolar, ora como não escolares. Todos não deixam de ser o que são quando estão na escola ou fora dela. São seres humanos. O que entra em jogo para pensar o currículo escolar diz respeito a vida das pessoas, por isso a necessidade de articulação entre escola e comunidade.

7 A Flexibilidade Curricular A escola deve lançar mão de dispositivos de investigação, observação e reflexão para que possa fazer uma leitura rigorosa e crítica da realidade sociocultural, estabelecendo um diálogo permanente, intervindo mutuamente, confrontando as experiências com os conhecimentos historicamente construídos, a fim de estabelecer um currículo flexível.

8 O Pós Currículo O pós currículo é um grito, um alerta, um manifesto – como o foi o manifesto comunista de Marx e Engels, de 1848, para a classe trabalhadora – no sentido de buscar uma nova direcão para a educacão.O pós currículo é um grito, um alerta, um manifesto – como o foi o manifesto comunista de Marx e Engels, de 1848, para a classe trabalhadora – no sentido de buscar uma nova direcão para a educacão. O pós currículo procura definir novas possibilidades racionais e emocionais no sentido de estabelecer uma nova realidade que leve em conta os desejos e anseios de cada indivíduo.O pós currículo procura definir novas possibilidades racionais e emocionais no sentido de estabelecer uma nova realidade que leve em conta os desejos e anseios de cada indivíduo. É um anseio por mudança no discurso da educação e no próprio conceito de currículo.É um anseio por mudança no discurso da educação e no próprio conceito de currículo. Tem como missão fixar conteúdos nocionais que permitam substituir realidades e condutas advindas de modelos tradicionais para modelos de parceria, ao estilo de parto, como na maiêutica socrática.Tem como missão fixar conteúdos nocionais que permitam substituir realidades e condutas advindas de modelos tradicionais para modelos de parceria, ao estilo de parto, como na maiêutica socrática. Portanto, ficam superadas as mudancas traumáticas revolucionárias, que são aquelas supostas e subitamente feitas a partir de um ponto de partida zero para sua nova pratica educativa.Portanto, ficam superadas as mudancas traumáticas revolucionárias, que são aquelas supostas e subitamente feitas a partir de um ponto de partida zero para sua nova pratica educativa. Os conteúdose/ou as matérias do pós-currículo deve entrelacar-se com o antigo retirando deste o que dele melhor aproveitar para estabelecer as bases do novo modelo educacional pretendido.Os conteúdose/ou as matérias do pós-currículo deve entrelacar-se com o antigo retirando deste o que dele melhor aproveitar para estabelecer as bases do novo modelo educacional pretendido. O pós currículo deve ousar na interdisciplinariedade curricular discutindo contatos e aproximacões de categorias hoje distintas, tais como a ciência, a literatura e a poesia.O pós currículo deve ousar na interdisciplinariedade curricular discutindo contatos e aproximacões de categorias hoje distintas, tais como a ciência, a literatura e a poesia.

9 O papel do professor O professor tem que estar comprometido com a mudança e sobretudo, comprometido com a finalidade da educação, mantendo o foco nos objetivos principais.O professor tem que estar comprometido com a mudança e sobretudo, comprometido com a finalidade da educação, mantendo o foco nos objetivos principais. Trabalhar com paixão.Trabalhar com paixão. Manter uma postura aberta para se permitir a aprender com o aluno, a fim de melhor ensinar.Manter uma postura aberta para se permitir a aprender com o aluno, a fim de melhor ensinar. Formação contínua.Formação contínua. Interação do professor com o contexto social.Interação do professor com o contexto social.

10 Conclusão Nesse caminho que se quer percorrer, o novo professor tem que saber ouvir a fim de poder estabelecer essa troca de experiências. Considerar e valorizar as diferenças culturais, a fim de construir de forma participativa um currículo que transforme a escola em fator de integração, comprometida com o desenvolvimento do novo sujeito no seu meio ambiente, preparando-o para enfrentar os desafios do mundo globalizado.


Carregar ppt "O Currículo Participativo Disciplina: Currículo – Prof. Francisco Fialho Grupo: 3 – MAEDU - Exitus III - 2005 Ezildinha L. Batista Ourique Sueli Batista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google